Tangana viaja ao Brasil com Comerte Entera, uma bossa nova em colaboração com Toquinho

Ele nunca vai parar de nos surpreender. Isso é um fato. C. Tangana poderia ter escolhido o caminho mais fácil: repetir a jogada de mestre e o sucesso de “Demasiadas mujeres” e “Tú me dejaste de querer” em outro single que homenageasse e ao mesmo tempo renovasse o imaginário castiço espanhol. Mas não. “Comerte entera” vai por outro lado.

LatinPopCast #20 – O que esperar da música latina em 2021

Como aqueles presentes que você não sabe que queria tanto até que o desembrulha, o terceiro avanço do seu tão esperado “El Madrileño” é… uma bossa nova. Bem, é e não é uma bossa nova. Porque C. Tangana passeia por todos os gêneros da música popular do século 20, mas de uma perspectiva absolutamente contemporânea. “Comerte entera” é o primeiro single em outra latitude de “El Madrileño”, neste caso, o Brasil. Depois de dois anos viajando por todo o planeta, C. Tangana começa a nos mostrar o que trouxe com ele de toda essa jornada.

É insensatez que C. Tangana faça uma bossa nova? É claro que é. Uma insensatez abençoada. Como a canção cantada por Vinícius de Moraes e Antônio Carlos Jobim com Toquinho acompanhada de violão. Na verdade, o próprio Toquinho toca violão e canta “Comerte entera”. Uma colaboração lendária, insólita e imprevisível, à qual C. Tangana confere uma camada de verniz atual, graças à brilhante produção do sempre visionário Alizzz, Víctor Fernández, um multi-instrumentista crucial para o projeto de El Madrileño, e o próprio C. Tangana.

+ Leia Mais: Danna Paola estreia o excelente álbum K.O. (KnockOut)

O respeito e o conhecimento da tradição musical brasileira são enormes. Mas também a vontade de não ficar em um simples exercício de estilo e som pessoal. Isto é, C. Tangana se apropria da bossa, da sensualidade em torno de uma letra sobre mulheres perigosas e até mesmo a saudade. Na verdade, a melancolia sedutora de “Comerte entera” não é tão diferente de “Nunca estoy”, “Demasiadas mujeres” ou “Tú me dejaste de querer”.

+ Leia Mais: Alfonso Herrera pede oxigênio para Manaus

Com C. Tangana, até o inesperado tem sua lógica. Na verdade, o próprio artista reconhece que sua principal inspiração são as bossas que El Pescaílla cantava em ritmo de rumba. Assim, a combinação entre “Comerte entera” e os ícones da música popular espanhola está presente aqui também.

Veja o vídeo de Comerte Entera, a parceria de C. Tangana e Toquinho

Comentários do Facebook
spot_img
Comentários do Facebook
X