Duncan Laurence testa positivo para Covid-19 e está fora da final do Eurovision

Foram dois anos de espera para mostrar Arcade na Ahoy Arena, mas os planos de Duncan Laurence foram frustrados nesta quinta-feira (20), quando acontece a segunda semifinal do Eurovision Song Contest. A União Europeia de Radiofusão (EBU) comunicou que o último vencedor do festival testou positivo para Covid-19 e não estará na decisão de sábado (22).

Destaque: Roberto Carlos estará em Leyendas, novo álbum de Carlos Rivera

Em nota, a entidade informou que o holandês apresenta sintomas leves e que está frustrado por não poder participar da principal noite do evento.

Laurence se apresentou na terça-feira (18) e falou sobre o sucesso global do single. Arcade viralizou no Tik Tok e o transformou em celebridade até nos Estados Unidos. Os sintomas começaram no dia seguinte.

A delegação da Islândia também teve um teste positivo e Dadi vai concorrer com a gravação do ensaio geral.

+ Leia Mais: Blas Cantó – “Não sabem o esforço que faço para me manter vivo”

A EBU disse que fez mais de 24.400 testes desde que decidiu realizar o Eurovision de forma presencial e com público reduzido e testado. Desse total, 16 pessoas estavam infectadas pelo novo coronavírus.

Noruega, Israel, Rússia, Azerbaijão, Chipre, Lituânia, Bélgica, Ucrânia, Malta e Suécia voltam à Ahoy Arena no fim de semana. Na quinta-feira (20), San Marino, Estônia, Tchéquia, Grécia, Áustria, Polônia, Moldávia, Islândia, Sérvia, Geórgia, Albânia, Portugal, Bulgária, Finlândia, Letônia, Suíça e Dinamarca disputam os dez lugares restantes.

A Itália, representada pelo Maneskin e rock Zitti e Buoni, é a franca favorita nas casas de apostas, seguida por Voilà, da francesa Barbara Pravi. A Espanha aparece entre as últimas colocadas no grupo de apostas com Blas Cantó e a balada Voy a Quedarme.

A transmissão é feita pelo canal oficial do Eurovision no YouTube e tem início às 16 horas, no horário brasileiro.

Relembre a vitória de Ducan Laurence no Eurovision de 2019

spot_img