Vega, ex-Operación Triunfo, revela que é bipolar

Depois que deixou o Operación Triunfo, há quase duas décadas, Vega dedicou-se à composição. Com oito álbuns lançados neste período, a espanhola voltou ao mercado de lançamentos na última sexta-feira,19, com o single Bipolar.

Fashion Police do Grammy Latino: Alô, Xtina! Ops, é o Belo ou o C. Tangana?

A música, contudo, traz consigo uma história muito particular da artista de Córdoba, diagnosticada com o transtorno há alguns anos.

Vega quis usar sua arte para dar visibilidade à condição e tirar estereótipos de pessoas que são como ela: “Ser bipolar não é nenhuma estupidez que possa ser lançada ao ar como um insulto. É doloroso e difícil de administrar para quem padece e quem nos rodeia. Não quero que seja estigmatizado, quero dar visibilidade à uma doença que é um ‘não viver’ para muitos (muitos mais do que acreditamos, alguns nem sabem que são). Também aflora reiteradamente uma parte muito bonita de mim para as pessoas”, disse a cantora e compositora.

+ Leia Mais: Grammy Latino peca ao dar a Marília Mendonça homenagem curta e burocrática em ano ‘brasileiro’

“Ser extremamente sensível, empático, a ponto de somatizar a alegra e a dor alheia”, enumerou a mãe da pequena Noa. Vega está casada com José María Rivera, herdeiro da Estrella Galícia.

+ Leia Mais: Shakira posta foto em estúdio e avisa: “Fazendo música”

Bipolar é o primeiro avanço do álbum Mirlo Blanco, que será lançado em fevereiro de 2022.

Veja o clipe de Bipolar, o novo single da Vega

spot_img