Recuperado da Covid-19, J Balvin anuncia lançamento de documentário

A vida do J Balvin renderia um filme, isso nunca foi novidade para ninguém. Da vida de classe média em Medellín a um “sequestro” nos Estados Unidos, passando pela luta contra a depressão e o sucesso global, o colombiano – recuperado da Covid-19 – tem muita história para contar.

Destaque: LatinPopCast 2020 #01 – Cadê o hit latino do ano?

E elas ganharão vida em um documentário assinado por Matthew Heineman, cineasta filme indicado ao Oscar em 2016 com Cartel Land.

+ Leia Mais: Luis Fonsi e Paty Cantú estreiam La Mentirosa para novela

O anúncio aconteceu nesta terça-feira (25) por meio das redes sociais de Balvin. Segundo ele, a produção chegará ao mercado no fim de 2020.

+ Leia Mais: Ouça a versão de Juanes para Via Láctea, do Zoé

O título já foi definido: The Boy of Medellín, a história do colombiano que ganhou o mundo.

5 fatos sobre J Balvin que você ainda não sabia

1 – Sobrepeso

Artista de múltiplas caras, J Balvin já esteve acima do peso. A balança já chegou a inacreditáveis 125kg antes da fama, levando o astro à depressão.

Isso. Vamos falar de coisa boa, J Balvin!

2 – Hiperativo

J Balvin vive no futuro. Um ansioso e hiperativo convicto.

“PENSO MUITO, ACREDITO MUITO E ESTOU PENSANDO NO FUTURO O TEMPO TODO (…) DESDE MUITO PEQUENO EU VIVO NO FUTURO. ISSO FOI ALGO BOM, MAS TAMBÉM ALGO RUIM. É UMA BENÇÃO E UMA MALDIÇÃO. O QUE ME PROJETAVA PARA A FRENTE ME IMPEDIA DE DESFRUTAR DOS MOMENTOS PRESENTES”, DISSE EM ENTREVISTA AO EL TIEMPO.

3 – Acredita na reencarnação

Na mesma entrevista, J Balvin revelou acreditar que a energia vital é eterna.

“UMA ALMA SIMPLESMENTE NÃO DESAPARECE, ELA MUDA DE ESTADO, SE MATERIALIZA E VOLTA. (…) TENHO RECORDAÇÕES DE EXTREMA POBREZA QUE NÃO SÃO DESTA VIDA, DE PASSAR FOME, SENSAÇÕES”.

4 – J Balvin fã de heavy metal?

Pois sim! O rock era o estilo favorito do colombiano até sua mudança para Nova York, aos 17 anos. Foi ali, por incrível que pareça, que ele teve seu primeiro contato com o reggaetón.

5 – Praticamente sequestrado nos EUA

J Balvin foi para os Estados Unidos ainda adolescente para estudar inglês. Lá, viveu na casa de uma senhora que ficou obcecada por ele, acreditando que era seu filho. Inclusive, ela roubou o seu passaporte para que o intérprete de Mi Gente não voltasse para sua terra!

Ah… quer um bônus? José também é viciado em café e toma, no mínimo, quatro doses diárias da bebida!

Comentários do Facebook
Comentários do Facebook
X