Connect with us

Festival de Sanremo

Noite de covers do Festival de Sanremo coroa a experiência do Stadio

Published

on

Stadio vence a noite de covers do Festival de Sanremo

Não dá pra dizer a terceira noite do Festival de Sanremo 2016 não seguiu o padrão de surpresa suas antecessoras. A serata dedicada aos covers premiou os veteranos do Stadio. Com sua versão do clássico La Sera Dei Miracoli, de Lucio Dalla, Gaetano Curreri, Giovanni Pezzoli, Roberto Drovandi e Andrea Fornili bateram os outros 19 artistas Big.

Noite começou com confusão nas Nuove Proposte

Não foi apenas a disputa dos covers que causou tensão durante a noite. Na primeira sfida dos jovens talentos da noite, Miele (Mentre Ti Parlo) foi declarada a vencedora sobre Francesco Gabbani (Amen), mas no mesmo instante começaram a vir relatos da sala de imprensa, responsável por metade da pontuação, de que problemas de sistema impediram os votos vindos de lá.

Alguns minutos mais tarde e ao vivo, o apresentador Carlo Conti admitiu o problema e reabriu a votação apenas para os jornalistas. Os votos a mais reverteram o resultado e deram a vitória a Gabbani com 50,8% dos votos.

Mais tranquila, a segunda sfida da noite confirmou o favoritismo de Mahmood (Dimentica) contra Michael Leonardi (Rinascerai).

Festival de Sanremo celebra a música italiana

Os 20 Campioni foram divididos em cinco grupos. Noemi foi a responsável por abrir a noite com uma rendição inesquecível de Dedicato, de Loredana Berté. Com forte apoio dos jornalistas, ela venceu os favoritos do público Giovanni Caccamo e Deborah Iurato, Dear Jack e Zero Assoluto.

O segundo grupo teve como grande surpresa Clementino, com uma surpreendente versão de Don Raffaè, de Fabrizio De André. O apoio massivo de júri e público lhe rendeu uma vitória fácil sobre Patty Pravo, Alessio Bernabei e Dolcenera.

O rap também levou a melhor na terceira sfida graças ao cover de Tu vuo’ fa’ l’americano feito por Rocco Hunt. Ele venceu uma emocionante Arisa e uma emocionada Francesca Michielin, além dos divertidos Elio e Le Storie Tese.

No quarto grupo, o público fez a diferença frente a uma sala stampa completamente dividida. Melhor para Valerio Scanu e seu sempre intenso grupo de fãs, que com a versão de Io Vivrò (Senza Te) de Lucio Battisti venceu Neffa, Irene Fornaciari e Bluvertigo.

A quinta e última sfida dividiu completamente o público e os jornalistas. Enquanto Lorenzo Fragola dominou os votos telefônicos, o Stadio venceu para a imprensa. Annalisa e Enrico Ruggeri também estavam no grupo.

No duelo final, o grupo liderado por Gaetano Curreri venceu com uma pequena margem sobre Valerio Scanu e Clementino, segundo e terceiro lugares.

X