Connect with us

Notícias

Netflix anuncia série sobre Selena Quintanilla

Published

on

Netflix vai estrear série sobre Selena Quintanilla

Mais de 23 anos após Selena Quintanilla ser assassinada na frente de um hotel no Texas pela presidente de seu fã-clube, Yolanda Saldívar, uma nova série da Netflix promete brindar o público com um lado da história nunca antes contado.

A gigante digital anunciou Selena: La Serie como uma obra de ficção produzida com a ajuda da família Quintanilla.

“Graças a esta série, o público conhecerá pela primeira vez a história completa da Selena, nossa família e o impacto que ela teve em nossas vida. Estamos felizes pela companhia da produtora Campanario e da Netflix para que os fãs possam ver um parte nunca antes vista da nossa história e para destacar porque Selena seguirá sendo uma lenda para as futuras gerações”, disse Suzette Quintanilla, irmã da cantora.

“Selena sempre terá um lugar indelével na história da música e sentimos uma grande responsabilidade de fazer justiça à sua memória”, completou.

Por sua parte, o presidente da Campanario, Jaime Dávila, destacou que Selena e sua família são uma inspiração para muitos.

“A trajetória profissional da Selena é lendária, mas nossa série vai se basear na incrível história de uma família imigrante e em como uma extraordinária jovem transcendeu categorias e fronteiras até se transformar em uma estrela mundial”, disse o profissional.

Ainda não há data de estreia divulgada para a produção.

+ Leia Mais: TNT também produz série sobre a estrela

A latina que mais vendeu discos nos últimos 25 anos

Os números dão a real proporção da tragédia que matou Selena Quintanilla. A rainha do Tex-Mex foi assassinada pela presidente de seu fã-clube em março de 1995 quando estava no auge da carreira. E até hoje, 22 anos depois, a estrela segue como a artista latina com mais discos vendidos em todo o mundo.

Dreaming Of You lidera o ranking com 2,9 milhões de cópias. Em quarto lugar está Amor Prohibido com 1,2 milhões. Buena Vista Social Club e Gipsy Kings ocupam, respectivamente, a terceira e a quarta colocações. Shakira também emplacou duas produções no TOP 10: Fijación Oral (8º) e Donde Están Los Ladrones (9º).

A colombiana ainda aparece no ranking mais uma vez com o mítico Pies Descalzos, no 23º lugar. Maná é quem mais figura na lista com quatro discos: Donde Jugaran Los Ninos (12º), Suenos Liquidos (16º),  Amar Es Combatir (17º),  MTV Unplugged (18º).

Veja o ranking os 25 álbuns latinos mais vendidos em 25 anos

25. Vicente Fernandez, El Hijo Del Pueblo – 568,000

24. Alejandro Fernandez, Me Estoy Enamorando – 576,000

23. Shakira, Pies Descalzos – 580,000

22. Marco Antonio Solis, Trozos De Mi Alma – 598,000

21. Luis Miguel, Segundo Romance – 603,000

20. Wisin & Yandel, Pa’l Mundo – 676,000

19. Luis Miguel, Romances – 687,000

18. Mana, MTV Unplugged – 701,000

17. Mana, Amar Es Combatir – 702,000

16. Mana, Suenos Liquidos – 706,000

15. Juanes, Mi Sangre – 739,000

14. Juanes, Un Dia Normal – 745,000

13. Daddy Yankee, Barrio Fino: En Directo – 809,000

12. Mana, Donde Jugaran Los Ninos – 856,000

11. Elvis Crespo, Suavemente – 879,000

10. Ricky Martin, Vuelve – 888,000

9. Shakira, Donde Estan Los Ladrones – 920,000

8. Shakira, Fijacion Oral: Vol. 1 – 1,019,000

7. Daddy Yankee, Barrio Fino – 1,083,000

6. Gloria Estefan, Mi Tierra – 1,232,000

5. Vicente Fernandez, Historia De Un Idolo Vol. 1 – 1,242,000

4. Selena, Amor Prohibido – 1,246,000

3. Gipsy Kings, The Best of the Gipsy Kings – 1,563,000

2. Buena Vista Social Club, Buena Vista Social Club – 1,925,000

1. Selena, Dreaming Of You – 2,942,000

*Levantamento: Nielsen Music, Set. 7, 1992-Set. 14, 2017

X