Connect with us

Notícias

Il Volo estreia em Catalão com recorde de audiência na Espanha

Published

on

Notte Magica é o CD mais clássico do Il Volo

Italiano, inglês, espanhol, francês e alemão. O Il Volo agora pode adicionar mais um idioma ao seu currículo: o catalão. Piero, Ignazio e Gianluca fizeram sua estreia no idioma no último final de semana durante o La Marató de TV3, maratona solidária da TV local da Catalunha.

Mas se o idioma causa estranheza, os fãs de música irão reconhecer a canção escolhida rapidamente. Trata-se de uma versão de Without You, uma das baladas mais famosas de todos os tempos. Composta pelo grupo de rock Badfinger, o tema só ganhou fama mundial em 1972 com Harry Nilsson e, anos mais tarde, com Mariah Carey.

Without You também tem dezenas de outras versões ao redor do mundo, mas pela primeira vez ela ganhou uma versão oficial em catalão: Et Queda Tant Per Viure. E a performance do Il Volo deu o que falar: a aparição do trio foi o momento vai visto do show solidário, uma espécie de Teleton. Ao todo 492 mil pessoas assistiram à performance, o que representa cerca de 20% das televisões ligadas na Catalunha.

Agora só falta cantar em português, né Il Volo? Estamos esperando e torcendo!

Veja a performance em catalão do Il Volo: Et Queda Tant Per Viure

Il Volo volta ao Brasil em 2017

Pois cantar em português pode não estar muito longe. Depois de passar pelo Brasil no último mês de maio com a turnê Grande Amore, Il Volo voltará ao país em 2017 para promover seu novo trabalho,  Notte Magica – A Tribute to the Three Tenors.

A revelação foi feita ao LatinPop Brasil no início de novembro. Em conversa com a equipe do site, Piero Barone, Ignazio Boschetto e Gianluca Ginoble avisaram que os shows estão previstos para setembro de 2017, exatamente um ano depois da publicação do disco.

“Queremos replicar exatamente o que está no DVD aqui no Brasil”, contou Piero, interrompido por Gianluca, aos risos. “Sim, vamos trazer a praça e tudo”, referindo-se à Piazza Santa Croce, local da gravação do concerto ao lado de Plácido Domingo em Firenze, na Itália.

Esbanjando a simpatia que lhes é peculiar, os rapazes não fugiram de assuntos espinhosos. Eles falaram sobre a possibilidade de carreiras solos, o relacionamento entre eles, a diferença entre cantar clássicos e repertório próprio, além de responderem a perguntas de leitores do site.

Reveja a entrevista completa

X