Em meio a críticas, Anitta revela a chegada de Me Gusta

Tem single novo da Anitta pintando na área. A funkeira, que passa um período de férias na Europa, viu as vazarem imagens do clipe de Me Gusta, gravado em Salvador, com bailarinas e figurantes da comunidade LGBTQI+.

Destaque: Residente canta em português na surpreendente Yo Te Quiero a Ti

A data de estreia ainda não foi divulgada, mas informações que circulam nas redes sociais apontam para um samba que estará incluído no disco que ela lançará até o fim de 2020.

Mesmo com a iniciativa inclusiva, Anitta não deixou de ser alvo de críticas de parte do eleitorado brasileiro, chamando a atenção do presidente Jair Bolsonaro. O mandatário deu like em um tuíte que falava sobre sua participação no show de Fred de Palma, com quem gravou o hit Paloma, na Itália.

+ Leia Mais: David Bisbal estreia remix de Amor Amé

Na Itália, os eventos públicos já estão liberados, ao contrário do que acontece no Brasil. O país, que viveu o pico da pandemia de coronavírus entre os meses de fevereiro e março, já saiu do período de quarentena.

Enquanto o Brasil soma mais de 100 mil mortos e três milhões de infectados, o governo italiano implantou um lockdown rigoroso no início do ano e conseguiu controlar a disseminação do vírus.

+ Leia Mais: Carlos Rivera lança Vuelves, versão do clássico de Rozalén

Nas últimas 24h, a Itália registrou apenas duas mortes por Covid-19. O total de vítimas fatais no país é de 35 mil, com 250 mil infectados. O número de novos casos entre ontem e hoje é de 463 em todo o território italiano.

Já o Brasil tem média diária de mortos superior a mil há quase dois meses.

O novo disco da Anitta

 Tócame, o primeiro single do próximo projeto discográfico da Anitta, previsto para chegar ao mercado no fim do ano, foi lançado em 10 de julho.

A brasileira concedeu uma coletiva de imprensa internacional para falar sobre a nova fase. Duas informações se destacara: a primeira de que o Brasil vai ditar o ritmo das novas músicas, mesclando com gêneros latinos.

Dois: nada de colaborações. Uma exceção pode ser aberta a Mike Towers, mas não há nada definido.

“Não quis colocar muitas participações porque a maioria das canções são uma mistura muito brasileira. Eu canto em todos os idiomas, mas não senti vontade de meter um feat em algo tão cultural”, contou a artista de 27 anos.

“Mistura cultura brasileira com espanhol, com colombiana, com argentina e com americana. Misturei ritmos brasileiros que são típicos do Carnaval com pop”.

Anitta disse também que o álbum trará empoderamento feminino, sua infância no Rio de Janeiro e uma canção dedicada à descoberta recente de um irmão por parte de pai.

“Sou uma pessoa que tem muitas personalidades dentro de mim mesma. Tem dias que estou mais louca, em outros mais romântica. Minha música é igual. Um álbum meu precisa ter muitos gêneros”.

Comentários do Facebook
Comentários do Facebook
X