Danna Paola mostra versatilidade em Me, Myself, sua parceria com Mika

A gente sempre fala que a Danna Paola corria o risco de cair na mesma cilada da Anitta com tantos lançamentos seguidos. Quem estava com medo do que a mexicana traria na parceria com Mika, com certeza, ficou de queixo caído.

Destaque: O melhor Pablo López está de volta em KLPSO

Longe do gênero urbano que tem marcado sua carreira nos últimos anos, ela entregou um ótimo pop em Me, Myself, em colaboração com o lendário artista britânico de origem libanesa.

Ouça Me, Myself, a parceria de Danna Paola e Mika

A dupla já tinha causado uma revolução em janeiro, quando postaram fotos do encontro que, provavelmente, resultou na gravação que chegou às plataformas digitais na noite desta quinta-feira, 10 de setembro, acompanhada de um lyric vídeo. O clipe oficial será lançado amanhã.

+ Leia Mais: Diego Boneta pede cautela e segurança para voltar a gravar série sobre Luis Miguel

Mika, de 37 anos, nasceu em Beirute, no Líbano, e também é cidadão britânico. Dono de hits como Grace Kelly, Celebrate, Stardust, Happy Ending, entre muitos outros, ele é conhecido ainda por suas participações no X Factor Italia, programa ao qual voltará nesta temporada.

+ Leia Mais: Daddy Yankee se torna o artista latino mais caro do mercado com novo contrato

O último single solo da Danna Paola foi TQ Y YA, lançado em junho. De lá para cá, ela já publicou colaborações com Sebastián Yatra e Cali y El Dandee, Lola Índigo e Denise Rosenthal.

Danna Paola

Quem acompanha a música latina já conhece a Danna Paola de outros Carnavais. A mexicana começou ainda menina como atriz. Sua voz chamou a atenção de Noel Schajris também quando era pequenininha. Mas o sucesso veio mesmo com a personagem Lucrecia, de Èlite. A vilã cheia de carisma colocou o nome da artista de 25 anos na boca do povo, como se diz popularmente. Nos quatro cantos do globo, todo mundo passou a conhecer Danna Paola.

E como não é boba nem nada, ela aproveitou a fama para alavancar a carreira como cantora. Enquanto fazia sucesso na produção da Netflix, ela lançou singles como Mala Fama, Polo A Tierra, Oye Pablo… até chegar à publicação do EP Sie7e, que ganhou uma versão estendida no início deste ano.

Seu último lançamento, TQ Y YA, uma homenagem ao mês do Orgulho LGBTQ+, consolidou seu lugar de destaque na indústria musical latina. Para a sorte de quem AMA essa fã de RBD soltando a voz, ela disse que agora vai se dedicar à música. Vida longa, Danna Paola, o grande destaque positivo do primeiro semestre de 2020!

Comentários do Facebook
Comentários do Facebook
X