Sob críticas, Christopher von Uckermann cancela evento online

Em meio à pandemia de coronavírus, Christopher von Uckermann se destacou por sua postura negacionista. O ex-RBD chegou a acusar médicos e hospitais de cobrarem por resultados positivos de Covid-19 e que as máscaras eram o símbolo do silêncio.

Destaque: Karol G foi diagnosticada com Covid-19

Nesse ínterim, ele desviou o foco para a música, lançou clipe para Sutil Universo, faixa que dá nome ao seu último projeto discográfico, e os fãs sentiram um certo alívio por vê-lo longe das polêmicas. Até agora.

+ Leia Mais: Sebastián Yatra e Danna Paola irão estrear No Bailes Sola na sexta-feira

O artista anunciou que faria uma live no dia 31 de julho no Pepsi Center WTC, sem plateia, para cantar exclusivamente para o público virtual que comprasse os ingressos, via streaming. O passe para ver a atração custava cerca de R$ 21, ou 39 pesos.

Nesta quarta-feira, ele cancelou o show por “motivo de força maior”.

Críticas à cobrança não fazem sentido

A prática não é incomum. Com a indústria de entretenimento parada por conta das medidas de distanciamentos social, alguns artistas estão adotando a prática, inclusive, para manterem suas equipes. Um caso recente foi o de Paty Cantú, que também cobrou “entrada” para o evento Irrepetible e contou com exclusividade ao LatinPop Brasil que a iniciativa visava fazer com que seu crew pudesse ter algum rendimento.

+ Leia Mais: Maluma e JLo anunciam colaboração

Apesar disso, muitos fãs se revoltaram com a atitude de Uckermann, acusando-o de hipocrisia – já que ele não acredita na existência da pandemia – e de usar um momento de vulnerabilidade para faturar.

Outros ressaltaram que, apesar de negar o coronavírus, Christopher estaria envolvido em um projeto para reaquecer a economia mexicana e que o valor arrecadado com o show online seria revertido para a criação de cerca de mil vagas de empregos.

O Sutil Universo de Christopher von Uckermann

X