Connect with us

Notícias

Arde é a primeira música solo Aitana (OT 2017). Confira o lyric video!

Published

on

Com o lançamento de Arde, Aitana é a primeira participante do OT 2017 a lançar um single solo

Que Lo Malo é o hit do ano na Espanha não dá pra negar. Em apenas uma semana, o videoclipe de Aitana e Ana Guerra já ultrapassou as 6 milhões de visualizações e segue arrasando. Mas Aitana sempre deixou claro que o dueto era algo pontual. E agora ela já está com foco total em sua carreira solo.

Prova disso é a surpresa que ela preparou para os fãs: a nova versão Arde. Essa tinha sido sua aposta solo para representar a Espanha no Eurovision e agora é seu primeiro single. A canção ganhou um arranjo mais lírico e um imponente conjunto de cordas. O lançamento vem acompanhado de um lyric video com dezenas de fotos da infância e vida pessoal de Aitana. Também há imagens de sua passagem pelo Operación Triunfo.

+ Leia Mais: Confira 100 Grados, o novo (e todo sexy) videoclipe da Lali feat. A.Chal

Com o lançamento, ela é a primeira participante do OT 2017 a se lançar sozinha no mercado discográfico. E deu certo: Aitana está dominando os chartsArde Lo Malo são, respectivamente, as duas canções mais baixadas na Espanha. Nos próximos dias, ela ainda viaja para Los Angeles para começar a produzir seu disco de estreia.

Arde é uma composição de Alba Reig, do Sweet California, e María Peláez.

Confira o lyric video de Arde, primeiro single solo da Aitana

Letra de Arde – Aitana

Es ese lugar donde la verdad
Es un abrazo hueco, un disfraz
Imagina ser un viejo rehén
Un lienzo olvidado en la pared

Y no, no queréis
No lo veis

Arde, arde, que arda bien
El cuento del esclavo y su rey
Arde, arde, que vuelva a arder
Quien pierde la memoria por placer

No vas a caer, soy hija también
No hay raza en el pecho ni en la piel
Callada por nacer, historia de Babel
Soy la vergüenza de tu tiro a su clavel

Será que no, no queréis
No lo veis

Arde, arde, que arda bien
El cuento del esclavo y su rey
Oh, arde, arde, que vuelva a arder
Quien pierde la memoria por placer

Y no hay hogar, si no, si no hay calma
No hay hogar, si no

Y si no arde, arde
El cuento del esclavo y su rey
Oh, arde
Quien pierde la memoria por placer
Un lienzo olvidado en la pared

X