“Acredito na justiça”, diz Christian Chávez sobre suposta agressão a ex

“Quero agradecer a preocupação de vocês e dizer que estou passando por um processo um pouco complicado, que será resolvido por via legal, as ações já estão sendo tomadas. Não quero difamar ninguém porque não está na minha essência e não é o que eu busco. Acredito fielmente na justiça e o que posso dizer é que as relações tóxicas são algo que podem custar muito se não se levanta a voz desde o início. É muito difícil dar conselhos a um amigo ou a um familiar, mas quando acontece com você a tendência é romantizar certas situações e é algo que deve parar. Eu estou passando por isso porque decidi ter amor próprio e não cair em chantagens”.

Foi assim, sem citar o nome do ex-namorado, Maico Kemper, que Christian Chávez falou pela primeira vez sobre a acusação de violência doméstica. O vídeo postado em suas redes sociais contou com o apoio da amiga Anahi, sua companheira em Rebelde.

View this post on Instagram

#paralasrelacionestoxicas

A post shared by Christian Chávez (@christianchavezreal) on

Na noite de 23 de abril, segundo o maquiador holandês, o casal tomou tequila e Kemper decidiu falar com Christian sobre a relação, já que ele via muitos sinais de abuso.

Destaque: Amazon anuncia três ex-integrantes do RBD em nova série

“Ele disse que eu estava louco, que estava bêbado, e eu explodi, comecei a gritar com ele. Aí Christian começou a gravar, ficou muito agressivo e, diante disso, eu disse que era a última vez que me maltratava, que iria embora. Aí ele me golpeou na cabeça com uma garrafa”.

No relato, o ex diz ainda que ficou inconsciente e acordou no quarto com Chávez, que insistiu que os ferimentos estavam relacionados a uma queda. Inclusive, foi intérprete de Giovanni na novela Rebelde quem o levou ao hospital. Ainda segundo Kemper, o ator e cantor se esforçou para convencer os médicos de que os ferimentos foram provocados pela queda. O holandês levou dez pontos.

+ Leia Mais: 20 hits latinos que completam 20 anos em 2020

+ Leia Mais: Uckermann volta a acusar médicos e hospitais de corrupção durante a pandemia de coronavírus

A relação acabou no dia 26 de abril, quando Kemper decidiu abandonar a casa que dividia com Christian Chávez. “Aproveitei que ele tinha fumado maconha e dormiu profundamente. (…) Ele fuma quase todos os dias e bebe também, mas não sei se consome outra droga”.

+ Leia Mais: Christian Chávez anuncia vinda ao Brasil, é criticado e apaga post

Christian Chávez soltou uma nota oficial e disse que só irá se pronunciar sobre o assunto quando seus advogados acharem pertinente.

Enquanto isso, nas redes sociais os fãs se dividiram entre a desconfiança e o apoio ao artista. Muitos dizem que não se pode passar pano diante da acusação tão grave.