Connect with us

Habla, Pri

1, 2, Cha Cha Cha… a química perfeita de Madonna e Maluma em Medellín

Published

on

Maluma revelou sonho de gravar com Madonna

Tem gente torcendo o nariz. Sempre tem. Não importante se é a Dulce Maria ou o Paul McCartney lançando música, sempre vai ter quem ame e odeie. Faz parte da indústria musical, faz parte do negócio, vem no pacote.

A parceria da Madonna com o Maluma, quando anunciada, pegou todo mundo de surpresa. E, quase lembrando a estupefação com Luis Fonsi e Daddy Yankee, lá atrás com Despacito, era difícil imaginar como os dois se encaixariam no mesmo single.

Chegou Medellín. Confesso: precisei de mais de uma audição para deixar escapar aquele QUE HINO preso na garganta. Achei linear no princípio, senti falta de um refrão forte, comecei a ensaiar movimentos corporais no sub-refrão do colombiano.

Si te enamoro
Si t’enamoras
y ahi nos quedamos no no
Pues mami, pues mami nos casamos

Tinha achado tudo apenas correto. Longe de ser ruim, mas um lugar comum, uma sensação que ficou na linha tênue do “gostei” e do “ok, nada demais”.

Voltei a trabalhar. E a cabeça começou:

One two one two one two cha cha cha
One two two one two one cha cha cha

Bora dar mais uma chance?

Ouvi mais uma, duas, três vezes. Até que ficou no repeat por opção, por conquista, não por obrigação. É inegável que há química entre os dois. As vozes funcionam juntas. A letra não entrará para a história da composição, mas cumpre seu papel de entreter. É leve e divertida.

E para desespero dos detratores, nasceu para ser hit. A receita do sucesso nem sempre está na perfeição, mas na superação dos “poréns”. Se apesar daquilo que você considera dispensável ou medíocre ainda encontra mais pontos positivos, você gosta. E vai bombar nos charts. E vai cantarolar. E não vai conseguir escapar do chiclete.

+ Leia Mais: Maluma chorou ao ouvir estreia de Medellín

A faixa Medellín tem produção impecável assinada por Madonna, Mirwais Ahmadzai, Maluma e Barrera. Vale a pena ressaltar que Mirwais Ahmadzai foi produtor do polêmico American Life (2003) e também aparece com algumas faixas como produtor no disco Confessions on a Dance Floor(2005), dois álbuns de grande sucesso da cantora americana.

A ansiedade, agora, é por uma mega produção visual, que provavelmente estreará em 24 de abril, segundo a MTV.

Com time contra e com time a favor, Medellín chega forte como candidata a música do ano, deixa um gostinho de quero mais para a segunda parceria de Madonna e Maluma no álbum Madame X e comprova que vivemos uma nova era na indústria fonográfica: o latino, de fato, é o novo pop. E, mais: é o selo definitivo de que não há fronteiras para música boa.

Ouça Medellín, a parceria de Madonna e Maluma

 

X