Connect with us

Habla, Pri

Lollapalooza segue Rock In Rio e erra ao ignorar febre latina

Published

on

Foto de divulgação

As opções eram muitas. Desde as estrelas ascendentes J Balvin e Maluma, até o fenômeno Luis Fonsi e Daddy Yankee ou a revelação CNCO, a estrela Enrique Iglesias, não faltavam nomes fortes do mercado latino para integrar o lineup do Lollapalooza em 2020.

O lide acima foi escrito para a edição do Rock In Rio, mas pode ser facilmente adaptada ao festival com ares alternativo que será realizado em abril do ano que vem. Outro tapa na cara da indústria, dos números, da tendência, da representatividade.

Se no evento da família Medina ainda teve Lali, Dvicio e a aparição especial do Piso 21 no show do The Black Eyed Peas, o apanhado de artistas do Lolla tem apenas Kali Uchis, que embora talentosa (muito talentosa, diga-se de passagem) passa longe da febre latina atual.

+ Leia Mais: 10 artistas latinos que poderiam ir ao festival

Igualmente retrógrado, o festival cai numa irritante mesmice. O evento se segura em figurinhas carimbadas como Guns N’Roses, Lana Del Rey, Gwen Stefani, The Strokes, poderiam ceder seus lugares ao que realmente domina a música atualmente.

Terá Pabllo Vittar e a esperança de um convite a Lali. Mas ainda é pouco. É nada. É irrisório. É triste.

No mundo, o lineup do Lollapalooza costuma ser inovador. Aqui é conservador. O medo dos organizadores de errar se traduz nessa lista. Lá fora, é comum ver nomes como Rosalía, J Balvin e Juanes esquentando o festival. E aqui? Aqui a gente fica com mais do mesmo.

Ignorar Despacito, o maior fenômeno da indústria fonográfica das últimas duas décadas, é um erro que não tem reparação. Se você se vende como o principal evento musical do planeta, precisa estar antenado ao mercado. A organização está com os olhos vendados, pelos visto. Fechar sua porta à música latina é, deixando de lado a sutileza, uma grande imbecilidade.

A fórmula está ficando desgastada e essa era a edição da virada. Perderam o timing e a oportunidade de mostrarem que caminham lado a lado com o que os fãs pedem. Já imaginaram o público indo ao delírio com Duele El Corazón, Reggaetón Lento, La Plata, Mi Gente, HP, Corazón, Con Calma? Pena que vai ficar só na imaginação.

 

X