Connect with us

Habla, Pri

Brasil, nós também somos latinos!

Published

on

Brasil: nós também somos latinos!

Minha coluna de estreia é uma espécie de desabafo. Mais do que isso: é um grito de redenção! Nós chegamos! E com a bagagem repleta de disposição, boa vontade, amor pela música latina e, principalmente, coragem. Sim, porque é preciso ter peito para enfrentar a ignorância – aqui no simples sentido de ignorar algo – da indústria musical com pessoas como eu. Como a Fernanda. Como o Thiago. Como vocês. Como nós.

Somos muitos espalhados Brasil afora. Somos milhares de fãs. Somos muitas vozes ecoando, até agora, no vazio. Tenho certeza de que você aí do outro lado da tela é como eu: seja no carro, seja na academia… em qualquer lugar. Aí no seu Ipod ou no seu celular tem espaço para outros idiomas que não sejam espanhol e italiano?

Juanes e Juan Luis Guerra

Juanes e Juan Luis Guerra

Somos estranhos no ninho. Somos aqueles cujos artistas favoritos ninguém conhece. Somos aqueles que defendemos a qualidade do que ouvimos como quem defende uma tese de doutorado. Nossos ídolos são intocáveis. E como é alentador encontrar alguém da mesma “espécie”. Viramos melhores amigos na mesma hora.

Bendito seja o advento das redes sociais. Ficou mais fácil encontrar iguais. Já não nos sentimos mais tão sós. Falar do David Bisbal, do Juanes, do Ligabue, da Arisa, da Chenoa, de Jesse & Joy, da Noemi, não é em vão. Eles sabem do que estamos falando. La Oreja de Van Gogh não é um nome engraçadinho. É uma das bandas mais talentosas do mundo. Entre os latinpoperos não tem piadinha. Temos respeito.

Repito: e assim descobrimos que somos muitos. Somos milhares. A sensação que tenho é que só nós temos a noção dessa força! Somos uma avalanche. E por que cargas d’água ninguém olha pra gente? Essa pergunta fica sem resposta. Nunca consegui entender. São muitos anos de estrada e nunca sanei essa dúvida. As gravadoras não nos enxergam. Os patrocinadores desconhecem a nossa força. A maior parte da imprensa que cobre música nunca sequer ouviu falar em algum dos nomes supracitados.

Unidos pela música latina

Syntek, Fonsi, Bisbal e Scharjis

Temos alguma tentativa aqui ou acolá, mas ninguém até hoje se propôs a encarar a música latina de maneira profissional no Brasil. Não antes do Latinpop. Não somos um hobby. Somos um portal de verdade, com notícias, atualização diária, entrevistas e muito conteúdo exclusivo. Somos a resposta a um mercado que coloca milhares de reticências e interrogações na nossa paixão. Não tem show porque não tem público? Conte-me outra. O disco não será lançado porque não tem mercado? Conversa fiada.

Estamos aqui para provar que somos rentáveis. Somos um bom negócio. Damos retorno de mídia, de público e financeiro. Nós somos os fãs de música mais carentes e ávidos do Brasil! Olhem para nós. Olhem por nós.

Quando nos unimos para criar esse canal direto entre seu – e meu, e nosso – artista favorito, foi com a certeza de que separar o Brasil do restante da América e do mundo latino é, no mínimo, um equívoco. Pra não dizer ignorância, aqui com interpretação livre.

Si, nós também somos latinos. Nós também gostamos de hablar español e siamo tutti buona gente.  Por ironia ou acaso do destino, fomos colonizados por portugueses e falamos outra língua. E que importa? A linguagem da música não tem fronteiras. Não tem idioma. E cá estamos para comprovar isso. Com a certeza de que você aí do outro lado fará deste o seu cantinho especial. O seu canal com o melhor que a música pode oferecer. Vamos mudar a história. Sejam bem-vindos!

X