Connect with us

Divas Latinas

Mónica Naranjo, La Pantera de Figueras

Published

on

Mónica Naranjo é uma verdadeira diva latina

Para aqueles que acreditam que as detentoras dos mais poderosos vocais se encontram no novo mundo, mais conhecido como EUA (Estados Unidos da América), engana se de verde amarelo, ou seria vermelho e amarelo?

A Coluna Divas Latinas tem como objetivo mostrar um outro lado do mundo, apresentar, ao Brasil em especial, mulheres que ultrapassaram o simples ofício de cantora e se estigmatizam como Divas.

Mulheres belíssimas, vocais surpreendentes e todo o poder que carregam essas estrelas de primeira grandeza, mas com o diferencial que só as latinas tem, la sangre caliente.

“Diva music” sempre foi minha preferência musical. Este estilo sempre significou momentos importantes na minha vida. Com Mónica Naranjo não poderia ser diferente, pois ela foi a primeira latina a participar do meu hall de divas. Em um momento particular, No Voy A Llorar, música de Mónica gravada em 2002, marcou o início de uma paixão para com esta Diva a quem dedico minha primeira coluna.

Mónica Naranjo

Nome real: Mónica Naranjo Carrasco

Nascimento: 23 de maio de 1974 (40 anos), em Figueras, Espanha

Cantora, compositora, produtora musical e apresentadora espanhola.

Monica surge no início na década de 90, quando tem seu primeiro álbum, Mónica Naranjo, lançado. Isso foi em 1994.

Porém seu reconhecimento a esperaria um pouquinho distante de sua pátria. Mónica passa despercebida pela Espanha e vai conquistar seu apogeu no México, onde vende mais de 1.200.000 discos pelo seu álbum de estreia, tornando-se, pela crítica, uma das melhores cantoras pop da década de 90.

Mas a verdadeira Mónica ainda estava por vir. Em 1997 reaparece com seu segundo álbum, depois de ter balançado toda a América Latina. Monica volta brilhar mais segura, como uma diva de grande poder vocal e como uma sex symbol. Dessa vez, ultrapassa 2 milhões de discos,  vendidos principalmente na Espanha e no México. Hoje em dia essa soma já passa dos 8 milhões em todo o mundo.

Chamada também de La Pantera de Figueras, em seu primeiro vídeo musical com o single Desátame, Mónica aparece como uma sacerdotisa, sensual, encarnando a própria Messalina: com roupas atrevidas, submissa aos homens e rodeada de mulheres que a acariciam. As insinuações lésbicas são evidentes…

Mónica arrasta pra si uma legião de fãs, e é coroada pelo exigente público gay, verdeiros detentores do criterioso hall das verdadeiras Divas, permitindo a entrada somente daquelas que realmente competem para isso.

Mónica Naranjo assume o título com todos os critérios preenchidos com louvor: sensualidade de uma legítima catalã com sangue andaluz, voz trovejante, caras, bocas e poses de uma verdadeira diva.

X