Connect with us

De Reina Para Reina

Lidando com Orgulho e Preconceito ao som de música latina!

Published

on

Gloria Trevi lança single urbano, DImelo Al Reves

Hola mis reinas!

A coluna De Reina para Reina é LGBT, então é hora de fazer juz a causa!

A semana do Orgulho LGBT passou, mas a luta ainda permanece e com ela, precisamos estar devidamente armados pada lidar com o preconceito. Um assunto polêmico pra uma segunda-feira de manhã, mas quando trata-se de orgulho e preconceito, o assunto deve ser tratado o quanto antes!

Mas por quê orgulho LGBT?

Ao contrário do que muitos pensam, a questão não é se orgulhar por gostar de alguém do mesmo sexo, e sim pelo fato de SABER QUEM SOMOS e nunca perder a nossa essência em meio ao preconceito que lidamos diariamente.

Mas e o orgulho hétero?

Nunca vi hétero ser discriminado por ser hétero, apanhando na rua por andar de mãos dadas com o seu par.

Celebramos o orgulho da diversidade também pelo motivo que estamos conquistando os nossos direitos, mesmo que aos poucos. Isso até então era vistos como uma causa impossível em um país onde leis e religião não sabem ser levadas a parte e caminham juntamente, fechando mais ainda a possibilidade pra um casal LGBT ter os mesmos direitos que todos, naturalmente, já têm.

Dia a dia noto que, por trás de pequenas atitudes de algumas pessoas que convivo, existe um pensamento um pouco retrógrado e preconceituoso, que as vezes nem é intencional, mas dói em mim como se fosse.

Exemplos:

“Nossa, você nem parece gay, tem cara e jeito de homem!” (estou procurando um sentido pra essa frase até hoje)

“Ah, mas você nem é homem, aliás, é homem sim, mas entende, não homem pra isso” (error 404 sense not found)

“Você precisa ser menos feminino se realmente quiser um homem de verdade” (Ok, anotado amore)

“Mas não é porque você é gay que precisa ter jeito de mulher” ou “Mas não é porque você é menina precisa querer parecer um homem” (Tá, mas quem pediu opinião? Em pleno 2017 as pessoas ainda insistem em ser fiscal da bunda alheia)

Ou aquelas perguntas realmente desnecessárias que nos fazem:

“Mas você é o homem ou a mulher da relação?” (bom, se tivesse uma outra pessoa de outro sexo na relação, seria uma relação hétero né non?)

“Você é ativo ou passivo?” (Ué fofa, é uma pergunta ou um convite? Tá querendo?)
“Quando foi que você descobriu que era?” (No mesmo dia que você se descobriu hétero)

“Você sofreu algum trauma ou foi criado sem pai pra não ter uma figura masculina pra se inspirar?” (Se você não for muito íntimo, não pergunte isso, ou melhor, em hipótese nenhuma pergunte isso!!!! As pessoas tem o direito de preservar a sua privacidade)

No caso das trans tem o famoso “Mas você cortou?” (STOP GENTE, PLEASE)

“Você é lésbica porque não pegou um homem de verdade!” (Migo, lésbicas gostam de mulher, e não tem nenhum sentido esse comentário)

“Você é bi porque é indeciso ainda né? Vai descer do muro quando?” (Colega, existe homem e mulher e eu vou beijar as bocas de quem eu quiser)

Não quero ditar regras, só citei alguns dos muitos exemplos que já presenciei porque, particularmente, é algo muito desagradável de ser escutado pela maioria. Pode ser que você seja homossexual e não se importe com esse tipo de comentário, mas não podemos esquecer que cada um tem sua história, e as vezes ela tem uma tendência bem depressiva ou até mesmo suicida. Esse tipo de comentário pode trazer toda uma crise existencial e culpa. Ou seja, a EMPATIA deve ser praticada por todos!

Enfim!

Hoje eu quero trazer aqui na coluna algumas canções que podem nos motivar nos momentos em que algum embuste tentar nos machucar com palavras ou atitudes.

Espantando o preconceito com muita música latina!

Todos Me Miran – Gloria Trevi

Um dos maiores hinos da comunidade gay latina, nos faz lembrar que o amor próprio sempre vem em primeiro lugar e o quanto somos lindos!

Sobreviviré – Monica Naranjo

Medo e ansiedade são duas coisas que sempre estão no caminho de quem faz parte de um grupo que pode sofrer discriminação, mas o que Monica nos ensina aqui é que dentro de nós mesmos existe uma maneira de nos recompor após qualquer situação e que independente do preço pago, a liberdade ainda é o maior prêmio que podemos ter.

Libertad – Christian Chavez & Anahi

Falando em liberdade, jamais devemos abandonar nossos sonhos pelo medo do que possa acontecer. Somos livres, não perfeitos, mas capazes de lidar contra tudo que vier contra nossos desejos.

Basta Ya – Ricky Martin

“Na mão levo a bandeira que defende o coração contra tudo, contigo eu vou ficar” Bom, só com essa frase podemos sentir o impacto dessa música. Ricky nos diz em “Basta Ya” como colocar um ponto final em tudo aquilo que nos remete a dor ou a prisão dos nossos sonhos e seguir em frente sem medo de ser quem somos.

Occidentali’s Karma – Francesco Gabbani

“Mas menino, o que Francesco tá fazendo aqui?” Simples! Só é um pequeno lembrete para aquelas pessoas que insistem em dizer que “Deus não aprova a união homoafetiva”. “Tá, ainda não entendi!”

Bom, no planeta Terra existem milhares de religiões com milhares de deuses e dogmas, o que faz uma pessoa ferir com palavras outras, pelo fato de achar apenas o deus dela está certo? Pra essas pessoas, um pouquinho de aula de história pode ajudar!

A Quién Le Importa? – Thalia

QUEM nos relacionamos e COMO nos relacionamos diz respeito somente a nossa vida e nosso parceiro. Não importa o que digam, o que pensem de você, continue sendo essa pessoa maravilhosa que, na verdade, é admirada por todos e por não terem um motivo pra te julgar criticam a sua orientação.

Beautiful – Christina Aguilera

Palavras e pessoas não podem nos deixar pra baixo. Os altos e baixos que passamos, não pode apagar da nossa memória o que somos. O sol brilha pra todos nós! Pode entrar Xtina!

Eternamente Bella – Alejandra Guzmán

Já falei que você é lindo (a)? Então, só pra deixar mais claro, ouça esse hino maravilhoso da Alejandra! Não se prenda a padrões! Seja você (r-e-p-i-t-o SEJA VOCÊ), não importa se o bíceps do seu colega tem 30 cm de circunferência ou se seu corpo está definido, cheio de tatuagens, ou no caso das meninas, se a sua cintura é fina ou se seu cabelo é liso! SEJA VOCÊ!

Falsa MoralOBK

Nunca se sinta culpado por amar alguém! Seja quem for, de acordo com esse tema lindo, o tempo é o único juiz, e o que se passa entre dois corações diz respeito somente aos envolvidos. Pés no chão e que a razão seja seu guia, e a emoção? Deixa ela pra sentir com o seu amor!

El Amor Es Una Cosa Simple – Tiziano Ferro & Malú

O amor é uma coisa simples e por que tanta gente faz questão de querer decidir coisas sobre o sentimento alheio? Talvez elas nunca tenham sido amadas de verdade!

Rosa o Clavel – Franco de Vita

O amor não escolhe sexo! O amor é só a conexão entre dois humanos! Seja ele homem ou mulher!

Besos de lentejuleas!

X