Connect with us

Eurovision

Eurovision 2016: Artistas anunciados e agenda de finais nacionais

Published

on

A preparação para o Eurovision Song Contest de 2016 já começou com tudo! O ano que vem promete e vocês não vão perder nada por aqui, hein!

Enquanto a Espanha (cof cof, TVE) não se pronuncia e a Itália se prepara para o Festival de Sanremo, vamos ver quem já tem vaga garantida na maior celebração da música na Europa?

Ao todo, 43 países já foram confirmados pela EBU a participar da edição que será sediada em Estocolmo, na Suécia. Enquanto houve quatro retornos de países ao festival (Bósnia-Herzegovina, Croácia, Bulgária e Ucrânia), o único que resolveu não voltar a participar da festa foi Portugal. A Austrália, participante comemorativa dos 60 anos do Eurovision na edição passada, retornará ao certame e desta vez competirá na semifinal.

Dito isso, vamos aos participantes que já foram confirmados… Lembrando que todas as siglas citadas serão referentes as redes de TV locais.

HOLANDA: DOUWE BOB

douwe-bob

O artista holandês foi o primeiro nome a ser anunciado para o Eurovision 2016: isso aconteceu no dia 22 de setembro, pela AVROTROS, que cuida do festival na Holanda. Douwe Bob é um cantor e também compositor que ficou conhecido em 2012, quando ganhou notoriedade ao vencer o programa “O Melhor Cantor-Compositor da Holanda” naquele ano.  A canção de Bob será anunciada no dia 2 de março de 2016.

MONTENEGRO: HIGHWAY

HIGHWAY TRIO

O primeiro dos Bálcãs a anunciar seu artista foi Montenegro, com o trio Highway, formado por Petar Tošić, Marko Pešić e Luka Vojvodić. Os três foram finalistas da última edição do X-Factor Adria, ficando em quarto lugar. A escolha da banda foi feita por um júri especializado, a mando da rede de TV local, a RCTG. O anúncio da banda foi no início de outubro, mas ainda não há previsão de quando a canção será revelada.

ARMÊNIA: IVETA MUKUCHYAN

Iveta Mukuchyan

Outro país que não perdeu tempo foi a Armênia, que anunciou a estrela pop local Iveta Mukuchyan em 13 de outubro deste ano. A cantora e também modelo ganhou notoriedade quando participou, em 2012, do The Voice Germany, sendo treinada por Xavier Naidoo, que iria representar a Alemanha no ESC (já falo mais da polêmica envolvendo o nome dele!). A ARMTV ainda não anunciou a data da revelação da música de Iveta.

CHIPRE: MINUS ONE

minus one

No Chipre, a banda Minus One foi anunciada pela CYBC no começo de novembro. A banda foi selecionada internamente depois de terminar na segunda colocação da final nacional de 2015, vencida por John Karayannis. A banda é muito popular no Chipre e vem com um nome forte na composição de sua música: o sueco Thomas G:sson (compositor de Euphoria, canção vitoriosa do Eurovision 2012). A música ainda não tem previsão de ser anunciada.

MACEDÔNIA: KALIOPI

kaliopi_pic_81

O primeiro retorno eurovisivo de 2016 será da Macedônia: é a terceira vez da Kaliopi nos certames eurovisivos. A maior diva da música local foi anunciada em 24 de novembro e sua música será divulgada no final do mês de fevereiro. A canção será composta pela própria cantora em conjunto com o produtor Romeo Grill, que também foi responsável por Crno I Belo, música que Kaliopi defendeu no Eurovision de 2012.

BÓSNIA HERZEGOVINA: DEEN, DALAL E ANA

Deen, Dalal e Ana

O outro retorno eurovisivo vem da Bósnia Herzegovina. O trio formado por Deen (que já participou do Eurovision 2004 com In The Disco), Dalal Midhat-Talakić (cantora de R&B que faz parte do duo Erato) e Ana Rucner (cellista croata muito conceituada nos Bálcãs) irá marcar o retorno do país que não participa do ESC desde 2012. A BHRT anunciou sua escolha interna no final do mês de novembro, e também deu um prazo para o anúncio da canção: ela será anunciada para o público em fevereiro.

RÚSSIA: SERGEY LAZAREV

lazarev1

O último nome (até agora) do Eurovision 2016 veio para causar comoção entre eurofãs, que pediam a muito tempo por sua participação. Um dos maiores nomes da música pop na Rússia, Sergey Lazarev, anunciou no Russian National Music Awards que seria o representante do país no Eurovision. A revelação aconteceu depois de ele vencer o prêmio de melhor cantor russo. Lazarev iniciou sua carreira em 2001 como parte do duo pop Smash!, mas foi em sua carreira solo que ele decolou no país, sendo um dos maiores nomes no cenário pop russo.

POLÊMICA NA ALEMANHA

Naidoo foi acusado de ser homofóbico, o que causou a fúria dos eurofãs alemães

Naidoo polêmico: sua escolha causou a fúria dos eurofãs alemães

 

A Alemanha também teria seu nome aqui anunciado, mas a polêmica envolvendo o nome escolhido acabou fazendo a NDR voltar atrás. Em 19 de novembro, a rede de TV local anunciou que Xavier Naidoo seria o participante alemão no festival do ano que vem e que haveria uma final nacional para escolher a sua música, entitulada “Unser Song für Xavier”. Logo após o anúncio, os eurofãs alemães ficaram furiosos com a seleção de Naidoo, afirmando que ele é um artista racista, homofóbico e anti-semita, jogando muito “rage” em cima de sua participação no festival.

Dois dias depois a participação de Naidoo foi cancelada, pois segundo Thomas Schreiber, o coordenador de entretenimento da rede de TV local, Naidoo não é homofóbico nem racista, mas devido a discussão paralela, a música não seria o foco.

A Alemanha ainda não anunciou seu novo artista ou método de seleção para o festival.

FINAIS NACIONAIS DE 2016

Melodifestivalen-2016

As finais nacionais são shows organizados por algumas das redes de TV de cada país para selecionar o artista que irá representar seu país no Eurovision Song Contest. E a gente preparou uma agenda para você acompanhar todas elas!

Dezembro

Festivali i Këngës, na Albânia (25/12 e 26/12 – semifinais; 27/12 – final)

Janeiro

Eurosong 2016, na Bélgica (17/01 – final)
Eurosong 2016, na Bielorrússia (22/01 – final)
Malta Eurovision Song Contest 2016, em Malta (22/01 – semifinal e 23/01 – final)

Fevereiro

UMK, na Finlândia (06/02, 13/02, 20/02 – semifinais e 27/02 – final)
Festival di Sanremo, na Itália (09/02 a 12/02 – noites de shows e 13/02 – final)
Wer singt für Österreich?, na Áustria (12/02 – final)
Söngvakeppnin, na Islândia (06/02 e 13/02 – semifinais e 20/02 – final)
ESC 2016 – Die Entscheidungsshow, na Suíça (13/02 – final)
Dansk Melodi Grand Prix, na Dinamarca (13/02 – final)
O melodi pentru Europa, na Moldávia (23/02 e 25/02 – semifinais e 27/02 – final)
Melodi Grand Prix, na Noruega (27/02 – final)
Supernova, na Letônia (28/02 – final)

Março

Eesti Laul, na Estônia (13/02, 20/02 – semifinais e 05/03 – final)
Melodifestivalen, na Suécia (06/02, 13/02, 20/02, 27/02 – semifinais; 05/03 – Segunda Chance; 12/03 – final)

Ainda na busca

A rede de TV da Česká televize, da República Tcheca, recentemente trocou seu Chefe da Delegação e anunciou que fará uma escolha interna que será apenas revelada no mês de fevereiro. Ainda não há previsão do anúncio da música.

Outra rede de TV que optou novamente por escolha interna é a TVP, da Polônia. Eles ainda irão divulgar o artista que irá os representar em Estocolmo, mas apenas em fevereiro, sem data de previsão para a música.

A RTVSLO, da Eslovênia, confirmou que teremos EMA 2016, final nacional que está para acontecer em fevereiro. Ainda não confirmaram artistas participantes nem as datas dos shows.

A Ucrânia, depois de um ano de pausa, promete retornar a todo vapor: a NTU juntou forças com a rede de TV privada STB para buscar um artista para representar o país ano que vem. A primeira parte da grande seleção está acontecendo neste mês de dezembro, com várias seletivas em cidades importantes do país, como Lviv, Odessa e Kiev. Os finalistas serão anunciados até o dia 31 de janeiro. As etapas seguintes estão marcadas para Fevereiro, que consistem em três ou quatro shows com 8 a 12 artistas, e os três mais bem votados pelo público e júri irão participar da grande final em Kiev, ainda sem data marcada.

Segundo o jornal Expressen, o campeão Mans Zelmerlow será o apresentador do ESC 2016

Segundo o Expressen, Måns Zelmerlöw será o apresentador do ESC 2016

E falando em busca, o Eurovision ainda não tem apresentadores! Vários nomes já foram sondados, inclusive um dos tablóides locais, o Expressen, soltou uma informação de que o atual campeão do Eurovision, Måns Zelmerlöw, iria apresentar o show junto com Petra Mede, apresentadora muito popular na Suécia que já apresentou o festival em 2013. No twitter oficial do Eurovision, foi anunciado que na segunda-feira, dia 14, haverá uma conferência com jornalistas de toda a Europa para anunciar, finalmente, os nomes dos apresentadores do programa ano que vem.

O Eurovision Song Contest será sediado na Ericsson Globe Arena, nos dias 10, 12 e 14 de maio de 2016.

X