Connect with us

World News

Conheça os cantores e cantoras pop prediletos dos jogadores de poker

Published

on

Conheça os músicos preferidos das estrelas do poker brasileiro

Quantas vezes, ao praticar uma atividade física ou realizar um exercício mental, o ato de ouvir alguma música deu aquele empurrãozinho que foi decisivo para que a atividade fosse bem sucedida? Pois é, estudos já comprovaram que ouvir certos tipos de música enquanto se realiza alguma atividade pode ajudar no seu desempenho tanto físico como mental, auxiliando na liberação de alguns compostos químicos em nosso cérebro responsáveis pela adrenalina, foco e energia.

Mas, e se disséssemos para você que esse hack é usado pelos maiores jogadores de poker de todos os tempos em suas partidas? Algumas das maiores estrelas do poker do Brasil, por exemplo, escolhem o samba como protagonista de suas playlists, justamente pela variedade e ecletismo sonoro que este estilo possui. O site da PokerStars em parceria com o Spotify criou uma página na internet disponibilizando as playlists favoritas das maiores estrelas de poker do mundo.

Um dos maiores jogadores de nosso país, André Akkari passou a jogar poker logo depois de um proposta comercial para um website de poker e, despretencioso, baixou o software para entender como ele funcionava. Virou um dos maiores ícones do jogo, passando a integrar o Team PokerStars, carregando a bandeira brasileira. Para ajudá-lo nas suas partidas, o astro conta com músicas como Amizade/Lucidez e Seja Sambista Também do grupo Fundo de Quintal, que é responsável por fazer uma música eclética, animada e capaz de relaxar qualquer tensão proveniente de uma partida de poker.

O cantor canadense Drake, com seu single Forever – que contém participações de Kanye West, Lil Wayne e Eminem – cativou o então jogador Felipe Mojave com seu hit eletrizante e suas batidas sintetizadas. Drake é conhecido por compor rap em parceria com diversos ícones deste estilo, fazendo com que suas músicas atinjam o topo das posições na Billboard.

P!nk também é uma das cantoras admiradas pela jogadora Vanessa Selbst, que vem colecionando mais de U$ 11 milhões em premiações nas partidas de Poker. P!nk é conhecida por seu estilo rebelde e despojado que lhe rendeu três Grammys e a posição de 13ª artista da década na música, segundo o Billboard. A voz marcante da cantora faz Vanessa Selbst manter a concentração nas partidas, o que auxilia em movimentos mais arriscados.

Vindo de uma intensa atividade artística e musical, o cantor Pharrell Williams – que atua também em outros grupos musicais como N.E.R.D e The Neptunes – encabeça a playlist de um dos maiores jogadores asiáticos de poker, Kosei Ichinose. O artista, Pharrell, sempre foi muito conhecido no meio da música, mas ganhou ainda mais visibilidade com a música Happy que fez parte da trilha sonora do filme Minions. Este estilo mais “motivacional” auxilia não só Kosei Ichinose, mas qualquer um que queira jogar poker e precise de níveis ajustados de adrenalina (que seja suficiente para não causar tédio, mas que também não extrapole a ponto de desconsertar durante os jogos).

Florence + the Machine é uma banda britânica de indie rock que se popularizou a partir do seu álbum Lungs lançado no ano de 2009, rendendo ao grupo prêmios como MasterCard British Album Award e, inclusive, o Grammy Awards. O grupo é um dos favoritos da também jogadora Vanessa Selbst (que é fã assumida de Indie Rock), que tem como música favorita o hit Dog Days Are Over.

Outro cantor que vem ganhando espaço no cenário músical nos ultimos anos é o norte americano Bruno Mars. O cantor vem de uma família com tradição musical e começou a cantar e se apresentar desde cedo. Bruno sempre traz grandes novidades para o mundo da música com hits como Nothin On You, Billionaire e Just the Way You Are, cativando grandes nomes do poker como o brasileiro Caio Pessagno.

Com isso, concluímos é que independentemente da banda ou da canção, a música é muito presente no universo desses jogadores, que não trocam um bom headphone durante partidas importantes por nada!

Advertisement //pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Eurovision

Eurovision 2016: artistas anunciados em março

Published

on

Olá, amigos do LatinPop Brasil!

O LatinPop Brasil, em parceria com o ESC12points, traz as principais novidades e músicas já selecionadas para o Eurovision Song Contest no mês de março. No final do post, traremos três playlists com TODAS as músicas do festival de 2016, para você já escolher sua favorita!

Lembrando que já anunciamos vários artistas, mas eles ainda não tinham música. Então vou deixar pra vocês verem na playlist depois… Ok?

ISRAEL: HOVI STAR

hovi star

Em 03 de março, Israel definiu seu artista e canção na final do reality show HaKokhav HaBa (The Next Star), este que escolhe um novo talento para representá-los no Eurovision. Entre os quatro finalistas, quem levou a melhor foi Hovi Star, que levará Made of Stars para Estocolmo. A canção é composta por Doron Medalie, o mesmo responsável por Golden Boy, de Nadav Guedj – que conseguiu um top 10 no último Eurovision.

ESTÔNIA: JÜRI POOTSMANN

juri pootsmann

Em 05 de março, a Estônia tomou sua decisão no Eesti Laul. Dez finalistas competiram por uma vaga na superfinal, onde três artistas se classificariam com votação do júri e do televoto. A segunda etapa da final foi decidida através do televoto, e Jüri Pootsmann consagrou-se o vencedor da final nacional estoniana, com Play. Pootsmann conta com uma canção de autoria de Stig Rästa, que representou o país no Eurovision 2015 com Goodbye To Yesterday.

POLÔNIA: MICHAL SZPAK

michal szpak

Os poloneses surpreenderam a todos os eurofãs que clamavam pela volta de Edyta Gorniak (que competiu no ESC em 1994 e conseguiu a melhor colocação do país na história, um segundo lugar), ou até mesmo, pela novata Margaret, que vem fazendo sucesso na internet com sua Cool Me Down, assim como vimos no Todo El Mundo.

Quem consagrou-se campeão da final nacional local, porém, foi Michal Szpak com Color of Your Life. Pelo do televoto, os poloneses elegeram Michal, que se tornou popular no país graças a sua participação no X Factor local.

ROMÊNIA: OVIDIU ANTON

ovidiu

Os romenos fizeram sua final nacional, o Selecţia Naţionala, em duas partes: uma semifinal no dia 04 de março e a final no dia 06. Seis músicas competiram pelo ticket para a Suécia e Ovidiu Anton, com o rock oitentista Moment of Silence, consagrou-se o vencedor – ele ganhou com a larga vantagem de 1883 pontos a mais que o segundo colocado, Vanotek feat. The Code & Georgian. A final nacional da Romênia teve votação apenas do público, e Anton estava em sua quinta tentativa para ir ao Eurovision pelo seu país.

AUSTRÁLIA: DAMI IM

dami im

A SBS, rede de TV da Austrália, anunciou a representante do país no Eurovision em 03 de março: Dami Im! A cantora é nascida na Coréia do Sul, mas se mudou para a Austrália com 9 anos. Ela fez muito sucesso no país depois de vencer o X Factor Austrália, lançando vários singles que chegaram ao topo das paradas locais, como Gladiator e Super Love. O anuncio de Dami foi feito por Guy Sebastian (representante australiano no último Eurovision) e Conchita Wurst, vencedora do Eurovision 2014, durante um show na icônica Sydney Opera House. Sua canção, Sound of Silence, foi divulgada alguns dias depois e obteve grande recepção dos eurofãs.

SÉRVIA: SANJA VUCIC ZAA

sanja zaa

A RTS, rede de TV da Sérvia, apresentou a artista em 07 de março, mas só conhecemos a canção no dia 12, durante o programa Serbia’s Song For Europe: Goodbye (Shelter), de Sanja Vučić (também conhecida como a vocalista da banda ZAA, por isso Sanja Vučić ZAA). A cantora de 23 anos tem apenas um álbum no currículo com a sua banda, chamada What About, mas que não fez muito sucesso no país.

REPÚBLICA TCHECA: GABRIELA GUNCIKOVA

Gabriela-Guncikova

No dia 11 de março, a CT, rede de TV tcheca divulgou artista e canção: conhecemos Gabriela Gunčíková, cantora que irá representar o país com I Stand. Gabriela foi uma das finalistas da segunda temporada do reality show Superstar (o Idol local) em 2011, e passou um tempo na Califórnia para estudar música e participar de uma academia vocal. A cantora voltou para o país para voltar com tudo em sua carreira solo (ela fez parte da Trans-Siberian Orchestra em 2014), e sua canção, I Stand, foi produzida e escrita por Christian Schneider, Sara Biglert e Aidan O’Connor.

SUÉCIA: FRANS

frans_

A final nacional mais popular entre os eurofãs teve um fim “surpreendente”: depois de todas as apresentações, o jovem Frans chegou surpreendendo e acabou abocanhando a vitória! No último dia 12 de março, tivemos a grande final do Melodifestivalen e foi definido que Frans irá defender a dona da casa com If I Were Sorry. Ele não foi o mais votado no júri internacional, mas o televoto foi quem garantiu sua vitória para representar a Suécia no Eurovision e tentar vencer em casa.

LITUÂNIA: DONNY MONTELL

donny montell

Tivemos uma maratona de dez shows da final nacional local, o Eurovizijos, para descobrirmos quem é o representante do país no festival! Em 12 de março, a Lituânia resolveu apostar no comeback de Donny Montell, com a canção I’ve Been Waiting for This Night. Ele recebeu pontuação máxima do júri e do televoto. O cantor retornará aos palcos eurovisivos depois da sua participação em 2012, com Love Is Blind. Na ocasião, a Lituânia conseguiu classificação para a final.

AZERBAIJÃO: SAMRA

Samra_Rahimli

De finalista do The Voice da Turquia para o Eurovision: a cantora de 21 anos, Samra Rahimli, foi escolhida internamente pela Ictimai TV para representar o Azerbaijão no festival de 2016, sendo o último país a divulgar sua canção, chamada Miracle. Como de costume no país, temos uma composição sueca: Amir Aly, Jakke “T.I Jakke” Erixson e Henrik Wikström são os responsáveis pela entrada azeri em 2016.

APOSTAS PARA 2016

oddschecker

Segundo o website de apostas Oddschecker, a grande favorita para a vitória no Eurovision 2016 é a Rússia. Alvo de polêmica nos últimos anos, e das vaias do público, seria possível Sergey Lazarev virar o jogo a seu favor e a favor de seu país? Bem, a aceitação do público com You Are The Only One é ótima: até a data em que escrevemos este post, são mais de 5,3 milhões de views no YouTube, sendo um dos poucos vídeos do ESC 2016 a chegar nesta marca com essa velocidade. Para fins de comparação, o videoclipe da Itália tem mais que o dobro, 10.7 milhões – porém ele foi publicado em 11 de fevereiro… Já o vídeo do cantor russo, em 5 de março!

Logo em seguida vem a Suécia do surpreendente Frans, que também tem sido bem aceito pelos eurofãs. No terceiro lugar, a surpresa balcânica – a Croácia, que retorna ao festival após três anos, vem com força total com Lighthouse, da Nina Krajlic.

Ainda segundo o Oddschecker, a Itália de Francesca Michielin ficaria na 11ª posição da preferência das apostas, e a Espanha, de Barei, na 15ª posição. Mas isso não quer dizer que elas irão terminar nestas colocações no festival, para constar.

O ESC12points preparou três playlists para vocês conhecerem todas as músicas do Eurovision, e escolherem as suas favoritas para este ano!

SEMIFINAL 1

SEMIFINAL 2

FINAL

Se quiserem conhecer mais a fundo todas as músicas de 2016, o ESC12points está fazendo as análises de todos os artistas e canções, uma por dia – com irreverência e bom humor sempre! Não deixe de visitar!

O Eurovision Song Contest será sediado na Ericsson Globe Arena, nos dias 10, 12 e 14 de maio de 2016.

Continue Reading

Eurovision

Eurovision 2016: artistas anunciados em fevereiro (parte II)

Published

on

Eurovision 2016: confira logo e slogan do festival

O LatinPop Brasil, em parceria com o ESC12points, traz as principais novidades e músicas já selecionadas para o Eurovision no mês de fevereiro, num post com duas partes (devido a enorme quantidade de artistas selecionados através de finais nacionais). Estamos na segunda parte, com as seleções feitas no fim do mês de fevereiro. Vamos lá?

Bulgária: Poli Genova

poli genova

Há alguns meses atrás a televisão pública BNT anunciou, via Twitter, que a representante búlgara no Eurovision seria uma mulher. A mídia local havia apontado o seu nome, mas somente em 19 de fevereiro ele foi confirmado: Poli Genova está de volta ao Eurovision! A cantora já competiu no festival em 2011, com Na Inat (que não se classificou para a grande final). Ainda não há previsão de quando sua canção será revelada.

Croácia: Nina Krajlic

NinaKraljic

A Croácia, depois de três anos de hiato no festival, fará seu retorno com Nina Kraljić. A cantora foi a vencedora do The Voice local e apenas um single lançado, Zaljuljali Smo Svijet. A rede de TV já divulgou a data de lançamento da música de Nina, que será no dia 9 de março. A última participação da Croácia no Eurovision foi em 2013: Klapa S Mora, com Mizerja, que falhou em classificar-se para a grande final.

Alemanha: Jamie-Lee Kriewitz

jamie lee

No último dia 25 de fevereiro, Jamie-Lee Kriewitz, de apenas 17 anos, foi a vencedora do Unser Lied für Stockholm, a final nacional alemã, com Ghost. Ela consagrou-se vitoriosa com 44,5% dos votos do público. A campeã do The Voice of Germany do ano passado era considerada uma das favoritas a vitória, já que sua canção foi uma das canções mais vendidas no iTunes alemão quando lançada. Ela competiu com mais nove artistas e chegou a superfinal contra Alex Diehl e Avantasia, segundo e terceiro colocado, respectivamente. Jamie-Lee tem a missão de conseguir um resultado melhor para os alemães em Estocolmo, deixando para trás os null points de 2015.

Reino Unido: Joe & Jack

joe&jack

Em 26 de fevereiro, a BBC levou ao ar a final nacional Eurovision: You Decide, que teve shows de Mans Zelmerlow e Katrina & The Waves (último vencedor do Reino Unido no festival). Seis músicas entraram no certame e através de votação via telefone o público decidiu que a dupla Joe & Jack, com You’re Not Alone, será a esperança do Reino Unido em maio deste ano.

Eslovênia: ManuElla

ManuElla

No dia 27 de fevereiro, o EMA foi responsável por mais uma escolha da Eslovênia no Eurovision. Entre dez candidatos, o júri (formado por ex-participantes da Eslovênia no festival: Raay, do Maraaya, Darja Svajger e um dos membros do Sestre, Marlenna) teve a oportunidade de escolher dois superfinalistas. A segunda etapa de votação ficou com o público, que selecionou ManuElla com Blue and Red para Estocolmo.

Finlândia: Sandjha

Sandhja

A final do Uuden Musiikin Kilpailu, vulgo UMK, foi no último dia 27 de fevereiro – apresentado por Krista Siegfrieds (que representou a Finlândia no Eurovision 2013) e Roope Salminen. A final nacional teve nove competidores e uma votação emocionante até o fim. Mais votada pelo júri, Sandjha foi eleita com 160 pontos, seis pontos a ais que a mais votada pelo público, Saara Aalto. A cantora irá interpretar Sing It Away em maio.

Hungria: Freddie

freddie

Também tivemos no último dia 27 a grande decisão no A Dal 2016, final nacional da Hungria. Depois de três eliminatórias e uma semifinal, a final contou com oito competidores que batalharam pelas quatro vagas da superfinal, decidida pelo júri. Na final, o televoto selecionou Freddie, com Pioneer.

Moldávia: Lidia Isac

1Lidia_Isac

Outro país que selecionou seu artista no dia 27 foi a Moldávia, através do O Melodie Pentru Europa, organizado pela TRM. Quem ganhou o tíquete para Estocolmo foi Lidia Isac, com Falling Stars, que ganhou oito pontos do júri e doze pontos do televoto, sendo coroada a vencedora da final nacional moldávia.

Noruega: Agnete

agnete

No dia mais eurovisivo do ano até agora, o 27, também tivemos o tradicional Melodi Grand Prix, na Noruega. A 54ª edição do show foi sediada no Oslo Spektrum, na capital norueguesa. O público selecionou quatro de dez artistas para a “Gold Final”. Agnete foi coroada a grande vencedora do MGP 2016, com Icebreaker.

Letônia: Justs

justs

Em 28 de fevereiro tivemos a grande final do Supernova, final nacional da Letônia, que coroou o favorito Justs, com Heartbeat. A canção foi composta por Aminata Savadogo (que representou o país no Eurovision do ano passado com Love Injected). Justs venceu a final com mais de 1700 pontos de diferença para o segundo lugar, Catalepsia, depois de ter passado por uma eliminatória e uma semifinal.

França: Amir Haddad

Cantando o seu hit J’ai Cherché, Amir é o representante da também latina França! Seu nome foi anunciado pela France 2 em 29 de fevereiro. A música já é bastante conhecida nas rádios francesas e é uma das mais tocadas no país atualmente. O cantor franco-israelense de 31 anos chegou ao sucesso graças a sua participação no The Voice francês, onde ele chegou a final (mas não venceu). A versão Eurovision, editada para 3 minutos, será divulgada em 12 de março.

Confira a agenda atualizada de finais nacionais:

Março

Selecția Națională, na Romênia (04/03 – semifinal, 06/03 – final)
Eesti Laul, na Estônia (13/02, 20/02 – semifinais e 05/03 – final)
Melodifestivalen, na Suécia (05/03 – Segunda Chance e 12/03 – final)

O Eurovision Song Contest será sediado na Ericsson Globe Arena, nos dias 10, 12 e 14 de maio de 2016.

Continue Reading
Advertisement

Playlists

Advertisement
X