Principal / Eurovision / Portugal é destaque absoluto na primeira semifinal do Eurovision
Salvador Sobral representa Portugal no Eurovision 2017
Foto: Andres Putting | Eurovision.tv

Portugal é destaque absoluto na primeira semifinal do Eurovision

Portugal é um país azarado no Eurovision. Em quase 50 participações no Festival, eles não levantaram o troféu sequer uma vez. Aliás, Portugal jamais ficou no pódio do Festival. Nem no Top 5.

A melhor posição de Portugal no Eurovision foi em 1996, quando Lucia Moniz ficou em 6º com O Meu Coração Não Tem Cor. Nem a favorita dos eurofãs Vânia Fernandes, em 2008, conseguiu um Top 10. Mas Salvador Sobral pode mudar essa história em 2017.

É só ver a reação da plateia depois da apresentação do representante português.

Amar Pelos Dois foi escrita por Luísa Sobral, irmã de Salvador. Irmã e dublê. A frágil saúde do artista (ele tem problemas de coração) o impediu de ir a Kiev com antecedência para os ensaios. Foi Luísa quem subiu ao palco, ajustou o som e os microfones e participou das baterias de entrevistas.

E são os irmãos Sobral, os dois com participação pelo Ídolos de Portugal, que têm tudo para levar o país ao pódio do Festival. Pela primeira vez, os portugueses são destaque nas casas de aposta. Amar Pelos Dois é a segunda música com mais chances de vitória, dizem os apostadores. Atrás apenas de Francesco Gabbani. É latino com latino <3

Armênia, Moldávia e Azerbaijão também entre os destaques

Além de Portugal, completam a lista de classificados para a grande final do Eurovision 2017: Suécia, Austrália, Bélgica, Azerbaijão, Grécia, Polônia, Moldávia, Chipre e Armênia.

A Moldávia colocou todo mundo pra dançar com um grupo bem conhecido até por quem não segue o Festival: Sunstroke Project. Se o nome não lembra nada, tudo bem. Mas com certeza todo mundo se lembra do Epic Sax Guy…

O trio já havia representado o país no Eurovision de 2010 e agora eles estão de volta com a divertida Hey Mamma.

Destaque também para os shows visuais de Armênia e Azerbaijão, que criaram verdadeiros espetáculos em apenas três minutos.

A decepção da noite ficou por conta da eliminação do grupo finlandês Norma John. Blackbird era uma das músicas mais bonitas deste ano, com uma das melhores performances vocais e visuais. E não merecia ter ficado de fora.

Amanhã, 11, outros 18 países disputam as 10 últimas vagas para a final. Por serem do chamado Big 5, Espanha e Itália já tem vagas garantidas no show de sábado.

A final do Eurovision 2017, em Kiev, acontece no sábado, 13 de maio!

Comentários

comentários

Ver também

Um dos maiores nomes da música portuguesa contemporânea, Diogo Piçarra agora desembarca no Brasil

[Entrevista] Diogo Piçarra, grande talento da música portuguesa moderna

Feche os olhos. Tente se lembrar de alguns artistas portugueses. É. Não é fácil, principalmente …

X