Connect with us

Notícias

Miriam Rodríguez mostra suas cicatrizes em seu disco de estreia

Published

on

Cicatrices é o primeiro disco da Miriam Rodríguez, do OT 2017

O Operación Triunfo, na Espanha, foi o programa que deu o pontapé inicial para o a febre de talent shows musicais do começo dos Anos 2000 até hoje. De lá saíram alguns dos grandes talentos da música espanhola na atualidade, com mais ou menos projeção musical. E acaba de chegar mais um. Ou melhor, mais uma: Miriam Rodríguez.

A galega, terceira colocada no OT 2017, acaba de tirar do forno seu disco de estreia: Cicatrices. E que disco! Sob a produção do premiado Sebastian Krys (Alejandro Sanz, David Bisbal, Cami, Aitana) e Sam Hanson, Miriam Rodríguez conseguiu criar um disco que passeia por diversos estilos, mas que quase sempre está próximo do pop-rock que tão bem cai na voz dela. As únicas exceções à regra são a divertida Passengers, um pop-country e única canção em inglês de Cicatrices; e NO!, o single escrito e cantado com Pablo López, lançado há algumas semanas.

Outra marca da estreia discográfica de Miriam Rodríguez são as melodias viciantes e grudentas, daquelas que você aprende já na primeira vez. Lo Haremos Bien Prefiero são exemplos disso. Sabe músicas para cantar no chuveiro? Então, essas duas deveriam entrar em todas as playlists.

Mas se Cicatrices tem um destaque este destaque definitivamente se chama Conmigo, Suficiente. Escrita pela própria Miriam Rodríguez (como quase todo o disco, aliás) com Andrés Suárez, ela é uma balada dramática cantada quase a gritos que fala sobre o fim de uma relação. “Comigo, suficiente”, como diz o título. Com essa música já bastaria. Mas os fãs da leona levam para casa muito mais. Para sorte deles. E também a nossa.

Ouça Cicatrices, o disco de estreia da Miriam Rodríguez

X