Connect with us

Notícias

Julión Alvarez tirou disco da Anahi do Spotify?

Published

on

Eres é o novo single de Anahi

Os fãs mais atentos da Anahi tomaram um susto no Spotify: o álbum Inesperado foi excluído como produto completo da plataforma, restando apenas as faixas que o compunham. Com uma exceção: Eres, o dueto com Julión Alvarez.

A música seria a explicação mais fácil para a retirada do disco do espaço. O norteño está envolvido em uma ampla denúncia de narcotráfico no México e teve todo o seu repertório apagado do Spotify, assim como do YouTube. Suas contas no Facebook e no Instagram também foram deletadas.

O futebolista mexicano Rafa Marquez, veterano da seleção de seu país, é outro nome conhecido a aparecer nas investigações do governo dos Estados Unidos sobre lavagem de dinheiro ligada ao tráfico.

Contudo, a explicação perde força ao procurar outros recentes duetos do cantor regional. Sin Fronteras, o disco de Dulce Maria que contém a canção Lágrimas, segue na íntegra na plataforma. Apenas a parceria com Julión Alvarez foi tirada do ar. O mesmo acontece com La Frontera, do CD Los Duo, do falecido Juan Gabriel, que tinha ainda a participação de J Balvin.

Procurada pela reportagem do LatinPop Brasil, a Universal Music ainda não respondeu ao contato sobre o que, de fato, teria acontecido com o último disco de Anahi. Ou seja, a versão que circula entre os fãs de que as acusações sobre Alvarez teriam sido culpadas pelo decisão do Spotify ainda não é oficial.

+ Leia Mais: Ex-RBD discute com seguidor após terremoto no México

Anahi despista sobre novo single

Os fãs da Anahi já nem perdem mais tempo quando o assunto é seu retorno à música. Sem esperanças, não foram poucos os seguidores da ex-RBD que fizeram pouco caso do alardeado novo single, Alada, que chegou a ser ventilado com data marcada para ser lançado: 5 de maio.  Já sabiam que a música não seria lançada…

Mas não é porque os fãs não são mais bobos que não sentem saudades, não é mesmo? Um dos fã-clubes da primeira-dama de Chiapas, United For Anahi, fez um apelo sobre a carreira musical da mexicana no Twitter. Ela respondeu, mas não foi da maneira que todos esperavam. Não houve nenhuma pista de um retorno à cena para breve.

“Quando nos sentíamos tristes, tua voz era um motor. Por isso, não a abandone. Sua música faz vibrar muitos corações. Sentimos sua falta”, dizia o texto postado pelo FC, respondido da seguinte maneira pela mamãe do pequeno Manuel. “Que bonitas palavras, chegaram ao meu coração”.

Foi em abril que Anahi disse à jornalista Mara Patricia Castañeda que estava preparando música nova. Em seguida, o título foi divulgado: Alada, composta por Noel Schajris, do Sin Bandera. Ele chegou a retuitar a notícia do lançamento da música em maio, mas apagou a mensagem ao descobrir que se tratava de uma imagem falsa.

As declarações de Anahi aumentam ainda mais os rumores de que vem por aí uma reedição de Inesperado. Uma imagem que começou a circular na internet mostra ainda que o lançamento aconteceria em agosto. Ou seja, esse “prazo” já expirou.

anahi_deluxe

Inesperado Deluxe Edition teria um remix de Rumba, o primeiro single deste projeto discográfico. Ao invés do Wisin, a nova versão traria a colaboração da banda Matute. Além disso, a reedição ainda poderia trazer cinco canções inéditas: Hasta Contigo (feat. Mon Laferte), AladaNo Dejes de Bailar e Me Quedo Sola.

No entanto, nem o single, nem o novo álbum foram confirmados pela gravadora de Anahi, a Universal Music.

 

 

Listas

5 motivos para não perder os shows da Laura Pausini no Brasil

Published

on

Laura Pausini traz ao Brasil a sua Fatti Sentire World Tour

Está chegando a hora, fãs da Laura Pausini. Vocês ouviram o que eu disse: está chegando a hora de mais uma turnê da Laura Pausini no Brasil e a gente está como?

A resposta é: impactados. Emocionados. Ansiosos. Emocionados. Saltitantes. Já dissemos emocionados?

Ah, sim, e separando o powerbank pra fazer mil Insta Stories e talvez alguns lives pra vocês no Instagram do LatinPop Brasil. #Dica: ativem as notificações!

Não que precise, mas ainda assim aí vão 5 motivos para você não perder de jeito nenhum os shows da Laura Pausini por aqui, seja ao vivo ou pelas nossas redes sociais.

5 motivos para não perder os shows da Laura Pausini no Brasil

Vamos a eles?

1 – Porque os clássicos nunca faltam…

Não é fácil montar uma setlist para uma artista 25 anos de carreira e mais hits do que é possível contar com os dedos da mão e dos pés juntos. A própria Laura Pausini admite isso. É um dos motivos pelo qual ela sempre faz alguns medleys  para cantar o maior número de músicas possíveis.

Mais alguns clássicos, ah, esses nunca faltam. VivimiTra Te e Il Mare, Invece No, La Solitudine… Essas você já pode ir praticando (isso se já não tem decoradas!)

2 – … e nem os novos hits!

Sabe o que isso quer dizer? Que você pode separar o lencinho para chorar horrores com SimiliNon È DettoLato Destro Del Cuore. Mas que também tem que ensaiar as coreografias do remix de Nadie Ha Dicho E.STA.A.TE. E vamos torcer para Innamorata entrar no setlist do Brasil, já que em toda a etapa latino-americana da turnê ela não apareceu.

3 – Olar, você já ouviu essa mulher cantando?

Dispensa comentários. Aperte o play.

De nada.

4 – Ela sempre canta em português

Poucos artistas escutam tanto os fãs da Laura Pausini. Cada show é especial, pensado para o público local. Ela sabe o que cada país quer ouvir e faz questão de atender, na medida do possível. Isso quer dizer que sempre rola pelo o menos uma música em português pra a gente se apaixonar ainda mais pelo sotaque da Rainha da Itália.

5 – Você lembra o que ela fez em 2016? Então…

Em 2016, um rompimento de cabos atrasou o show que abria a turnê brasileira em São Paulo. O que Laura Pausini fez? Esperou pacientemente no camarim?

Nananinanão.

Ela foi pro palco, pediu desculpas pelo atraso e… Ficou. Bateu papo com os fãs, rebolou, fez piada, cantou. Não arredou o pé dali até confirmarem que os problemas tinham sido resolvidos e o show podia começar. Clica aqui pra relembrar tudo!

Bem-vinda de volta ao Brasil, Laura Pausini. Bem-vinda de volta à sua casa!

Laura Pausini Fatti Sentire World Tour – Laura Pausini no Brasil

São Paulo

Data: 20 e 21 de agosto
Local: Credicard Hall (Av. das Nações Unidas, 17955 – Vila Almeida, São Paulo – SP)
Horário: 21h30
Preço: de R$ 100 a R$ 700

Brasília

Data: 23 de agosto
Local: CCUG Centro de Convenções Ulysses Guimarães (St. de Divulgação Cultural 05 Eixo Monumental – Brasília, DF)
Horário: 21h00
Preço: de R$ 200 a R$ 400

Recife

Data: 25 de agosto
Local: Classic Hall (Av. Agamenon Magalhães, S/N – Salgadinho, Olinda – PE)
Horário: 22h00
Preço: Ingressos Esgotados

Curitiba

Data: 27 de agosto
Local: Teatro Positivo (R. Prof. Pedro Viriato Parigot de Souza, 5300 – Campo Comprido, Curitiba – PR)
Horário: 21h00
Preço: de R$ 400 a R$ 1100

Continue Reading

Notícias

Mais internacional do que nunca, Maluma vai se apresentar no VMA 2018

Published

on

Ao lado de Shawn Mendes e Ariana Grande, Maluma será uma das atrações do VMA 2018

Vamos ter o VMA mais latino da história: sim ou com certeza? A resposta é com certeza! Depois de anunciar uma homenagem especial a Jennifer Lopez, a MTV americana anunciou que Maluma fará um dos shows da noite. E nada de pré-show ou palco alternativo: ele vai estar no palco principal e no auge da festa.

“Um sonho que vira realidade“, comemorou Maluma no Instagram.

+ Leia Mais: Ouça Made For Now, a parceria de Janet Jackson e Daddy Yankee

Além de Maluma e JLo, também vão cantar no VMA Ariana Grande, Shawn Mendes, Logic com Ryan Tedder, Post Malone, Travis Scott, Nicki Minaj, Panic! At The Disco e o Aerosmith.

+ Leia Mais: Veja Cuenta Pendiente de Paty Cantú e Alejandro Sanz, música que “põe poesia ao sexo”

O VMA 2018 acontece na próxima segunda-feira, 20 de agosto no tradicional Radio City Music Hall, em Nova Iorque.

Polêmico como sempre, Maluma lançou o videoclipe de Mala Mía

Em meio à forte discussão mundial sobre a objetificação das mulheres, pensar em um clipe recheado de figuras femininas seminuas, à disposição de seu “homem” é, no mínimo, desrespeitoso.

Mas Maluma parece não se preocupar com a opinião alheia sobre o seu trabalho. E foi com esse roteiro machista e misógino que ele levou a cabo o vídeo de Mala Mia, seu novo single, que chegou no último dia 10 de agosto, sob uma chuva de críticas.

O videoclipe, gravado em Miami, está dirigido pelo fiel parceiro Jessy Terrero (CorazónFelices Los 4). Terrero também já trabalhou com artistas como Anahi (Rumba) e Wisin (Escápate Conmigo feat. Ozuna). Veja:

Essa não é a primeira vez que Maluma é acusado de machismo e misoginia. Seu single Cuatro Babys também foi alvo de duras críticas na Espanha pela letra que objetifica a mulher.

E, pelo visto, não será a última vez em que o colombiano coloca as mulheres nessa posição de submissão sexual para promover seu trabalho. Talento desperdiçado. Polêmica desnecessária.

Continue Reading
Advertisement

Playlists

Advertisement
X