Connect with us

Eurovision

Eurovision 2016: artistas anunciados em fevereiro (parte II)

Published

on

Eurovision 2016: confira logo e slogan do festival

O LatinPop Brasil, em parceria com o ESC12points, traz as principais novidades e músicas já selecionadas para o Eurovision no mês de fevereiro, num post com duas partes (devido a enorme quantidade de artistas selecionados através de finais nacionais). Estamos na segunda parte, com as seleções feitas no fim do mês de fevereiro. Vamos lá?

Bulgária: Poli Genova

poli genova

Há alguns meses atrás a televisão pública BNT anunciou, via Twitter, que a representante búlgara no Eurovision seria uma mulher. A mídia local havia apontado o seu nome, mas somente em 19 de fevereiro ele foi confirmado: Poli Genova está de volta ao Eurovision! A cantora já competiu no festival em 2011, com Na Inat (que não se classificou para a grande final). Ainda não há previsão de quando sua canção será revelada.

Croácia: Nina Krajlic

NinaKraljic

A Croácia, depois de três anos de hiato no festival, fará seu retorno com Nina Kraljić. A cantora foi a vencedora do The Voice local e apenas um single lançado, Zaljuljali Smo Svijet. A rede de TV já divulgou a data de lançamento da música de Nina, que será no dia 9 de março. A última participação da Croácia no Eurovision foi em 2013: Klapa S Mora, com Mizerja, que falhou em classificar-se para a grande final.

Alemanha: Jamie-Lee Kriewitz

jamie lee

No último dia 25 de fevereiro, Jamie-Lee Kriewitz, de apenas 17 anos, foi a vencedora do Unser Lied für Stockholm, a final nacional alemã, com Ghost. Ela consagrou-se vitoriosa com 44,5% dos votos do público. A campeã do The Voice of Germany do ano passado era considerada uma das favoritas a vitória, já que sua canção foi uma das canções mais vendidas no iTunes alemão quando lançada. Ela competiu com mais nove artistas e chegou a superfinal contra Alex Diehl e Avantasia, segundo e terceiro colocado, respectivamente. Jamie-Lee tem a missão de conseguir um resultado melhor para os alemães em Estocolmo, deixando para trás os null points de 2015.

Reino Unido: Joe & Jack

joe&jack

Em 26 de fevereiro, a BBC levou ao ar a final nacional Eurovision: You Decide, que teve shows de Mans Zelmerlow e Katrina & The Waves (último vencedor do Reino Unido no festival). Seis músicas entraram no certame e através de votação via telefone o público decidiu que a dupla Joe & Jack, com You’re Not Alone, será a esperança do Reino Unido em maio deste ano.

Eslovênia: ManuElla

ManuElla

No dia 27 de fevereiro, o EMA foi responsável por mais uma escolha da Eslovênia no Eurovision. Entre dez candidatos, o júri (formado por ex-participantes da Eslovênia no festival: Raay, do Maraaya, Darja Svajger e um dos membros do Sestre, Marlenna) teve a oportunidade de escolher dois superfinalistas. A segunda etapa de votação ficou com o público, que selecionou ManuElla com Blue and Red para Estocolmo.

Finlândia: Sandjha

Sandhja

A final do Uuden Musiikin Kilpailu, vulgo UMK, foi no último dia 27 de fevereiro – apresentado por Krista Siegfrieds (que representou a Finlândia no Eurovision 2013) e Roope Salminen. A final nacional teve nove competidores e uma votação emocionante até o fim. Mais votada pelo júri, Sandjha foi eleita com 160 pontos, seis pontos a ais que a mais votada pelo público, Saara Aalto. A cantora irá interpretar Sing It Away em maio.

Hungria: Freddie

freddie

Também tivemos no último dia 27 a grande decisão no A Dal 2016, final nacional da Hungria. Depois de três eliminatórias e uma semifinal, a final contou com oito competidores que batalharam pelas quatro vagas da superfinal, decidida pelo júri. Na final, o televoto selecionou Freddie, com Pioneer.

Moldávia: Lidia Isac

1Lidia_Isac

Outro país que selecionou seu artista no dia 27 foi a Moldávia, através do O Melodie Pentru Europa, organizado pela TRM. Quem ganhou o tíquete para Estocolmo foi Lidia Isac, com Falling Stars, que ganhou oito pontos do júri e doze pontos do televoto, sendo coroada a vencedora da final nacional moldávia.

Noruega: Agnete

agnete

No dia mais eurovisivo do ano até agora, o 27, também tivemos o tradicional Melodi Grand Prix, na Noruega. A 54ª edição do show foi sediada no Oslo Spektrum, na capital norueguesa. O público selecionou quatro de dez artistas para a “Gold Final”. Agnete foi coroada a grande vencedora do MGP 2016, com Icebreaker.

Letônia: Justs

justs

Em 28 de fevereiro tivemos a grande final do Supernova, final nacional da Letônia, que coroou o favorito Justs, com Heartbeat. A canção foi composta por Aminata Savadogo (que representou o país no Eurovision do ano passado com Love Injected). Justs venceu a final com mais de 1700 pontos de diferença para o segundo lugar, Catalepsia, depois de ter passado por uma eliminatória e uma semifinal.

França: Amir Haddad

Cantando o seu hit J’ai Cherché, Amir é o representante da também latina França! Seu nome foi anunciado pela France 2 em 29 de fevereiro. A música já é bastante conhecida nas rádios francesas e é uma das mais tocadas no país atualmente. O cantor franco-israelense de 31 anos chegou ao sucesso graças a sua participação no The Voice francês, onde ele chegou a final (mas não venceu). A versão Eurovision, editada para 3 minutos, será divulgada em 12 de março.

Confira a agenda atualizada de finais nacionais:

Março

Selecția Națională, na Romênia (04/03 – semifinal, 06/03 – final)
Eesti Laul, na Estônia (13/02, 20/02 – semifinais e 05/03 – final)
Melodifestivalen, na Suécia (05/03 – Segunda Chance e 12/03 – final)

O Eurovision Song Contest será sediado na Ericsson Globe Arena, nos dias 10, 12 e 14 de maio de 2016.

X