Connect with us

Eurovision

Espanha revela as canções candidatas ao Eurovision

Published

on

Candidatos a representar a Espanha no Eurovision 2016

Apenas 24 horas depois de mostrar um pequeno trecho de 30 segundos das canções candidatas a representar a Espanha no Eurovision 2016, a RTVE apresentou, por fim, as versões completas dos temas de Barei, Electric Nana, Maria Isabel, Maverick, Salva Bentrán e Xuso Jones.

O representante espanhol em Estocolmo, capital da Suécia, será escolhido na segunda-feira, 1º de fevereiro, durante um especial que recebeu o nome de Objetivo Eurovision, que será apresentando pela onipresente Anne Iguartiburu. Dois jurados, um nacional e um internacional, e o público, escolherão o vencedor.

O show deverá ir ao ar no canal internacional da TVE com algumas horas de diferença.

Conheça as canções candidatas da Espanha ao Eurovision 2016

Say Yay – Barei

Um dos nomes surpresas desta seleção, Barei foi, ao lado de Xuso Jones e Electric Nana, uma das afetadas pela “sugestão” da TVE de que todas as canções tivessem um trecho em espanhol. Sua Say Yay, escrita por ela em parceria com Rubén Villanueva e Víctor Púa (Operación Triunfo 2009), é um pop uptempo com influência soul.

“(A canção) é energética, com força e emotiva, com o conceito de que todos podemos nos identificar em nossas lutas diárias e capacidade de superar obstáculos“, explica Barei.

Now – Electric Nana

A proposta synth-rock de Electric Nana, definida como um “espírito energético” é a mais internacional de todas, com trechos em inglês, espanhol e até francês. Now fala sobre as contradições da condição humana, da liberdade e de se redefinir a cada momento.

A produção da proposta da madrilenha ficou por conta de Guille Mostaza, líder do grupo Ellos.

La Vida Es Solo Una – Maria Isabel

A proposta de Maria Isabel é a menos surpreendente de todas e por um simples motivo: a canção já havia sido publicada em outubro e já havia ganho até um videoclipe.

La Vida Es Solo Una é um pop espanhol de ares latinos que mostra como a menina, que nós conhecemos aos 9 anos ao vencer o Junior Eurovision com Antes Muerta Que Sencilla, cresceu nos últimos 11 anos. A canção foi escrita pelo importante compositor espanhol David Santisteban.

Un Mundo Más Feliz – Maverick

Amadrinhado por Laura Pausini na última edição do La Voz Espanha, Maverick vem com uma candidatura mais uma vez apoiada por um grande nome: Juan Magán, que escreveu Un Mundo Más Feliz, uma canção com ares de reaggaeton latino-americano, com um refrão “grudento” e melodia perfeita para dançar.

Días de Alegria – Salva Beltrán

Salva Beltrán aposta em uma canção “cheia de otimismo” cheio de ritmo, elemento fundamental de Días de AlegriaO barcelonês será responsável por levar o que ele mesmo chama de um pouco de alma brasileira ao Eurovision, com melodia, refrão marcante e muita percurssão.

Victorious – Xuso Jones

Se Maverick tem Laura Pausini e Juan Magán ao seu lado, Xuso Jones é apoiado pela amiga Ruth Lorenzo, que subiu ao palco do festival em 2014, e pelos autores e produtores suecos Chris Wahle, Andreas Öhrn e Peter Boström, que escreveu Euphoria – Loreen, vencedora do Eurovision 2012, e Amanecer – Edurne, que representou o país em 2015.

Victorious fala sobre se sentir livre dos caminhos tradicionais da vida e sobre a importância de tomar as rédeas de seu próprio destino.

O Eurovision 2016 acontece entre os dias 10 e 14 de maio.

X