Conecte com a gente

Notícias

Dvicio estreia novo single: Casi Humanos

Publicado

em

Dvicio

Depois de uma ação global que envolveu os portugueses do D.A.M.A. e o jovem mexicano Mario Bautista, o Dvicio finalmente publicou o seu novo single, Casi Humanos, faixa que antecipa o segundo disco do grupo espanhol.

A previsão é de que o álbum chegue ao mercado no fim de abril. A composição é de Andrés Ceballos, líder da banda, Antonio Rayo e Rafa Vergara, com mixagem de Thom Russo, em Los Angeles, e masterização de Tom Barker, na Califórnia.

Ouça Casi Humanos, novo single do Dvicio 

Música é a primeira após gafe histórica no Grammy

Um dos assuntos mais comentados do Grammy Latino, evento realizado em novembro passado, foi a gafe cometida por Andrés Ceballos, vocalista do Dvicio. Na ocasião, o espanhol apresentou o prêmio de Melhor Álbum Pop Tradicional ao lado dos seus companheiros de banda e a categoria foi vencida por Juan Gabriel, morto no fim de agosto.

O jovem, então, esperou por um momento e, ao ver que ninguém aparecia para recolher o gramofone, comentou que El Divo de Juárez não estava presente e que a Academia Latina de Gravação se encarregaria de lhe fazer chegar o prêmio.

A gafe foi repercutida em todos os veículos que cobriram o evento e só agora Andrés Ceballos decidiu se manifestar. Em um vídeo postado no Instagram, o músico primeiro se desculpa pela falha, mas assegura que tudo não passou de um mal entendido.

“Fiz uma autocrítica, vi o vídeo ontem, vi outra vez esta manhã e a verdade é que fui muito mal. Me comuniquei de uma maneira que não entendo nem agora vendo o vídeo, assim que entendo que as pessoas também não tenham entendido”, disse Andrés.

Ele aproveitou para se defender: ressaltando que não era desculpa para a gafe, o líder do Dvicio disse que esperava algum produtor ou membro do staff de Juan Gabriel para receber o prêmio, mas reconheceu que não foi isso que pareceu na hora.

“Peço desculpas a quem se sentiu ofendido (…) Tivemos a oportunidade de ver Juan Gabriel antes de sua partida. Era um grande da música e os grandes nunca se vão”, falou o artista de 24 anos.

Notícias

Paulina Rubio está de volta com Desire ao lado de Nacho

Publicado

em

Paulina Rubio, enfim, está de volta

Pareceu uma eternidade, não tanto pela distância do último lançamento, Me Quema, publicada há um ano e meio, mas pela quantidade de promessas vazias que fizeram até com que os fãs mais ardorosos perdessem a paciência.

Hoje é dia de comemorar: Paulina Rubio, enfim, está de volta. A mexicana lançou nesta sexta-feira (25) o single Desire (Me Tienes Loquita), em que tem a companhia de Nacho.

Ouça Desire, o novo single da Paulina Rubio

O videoclipe de Desire foi gravado em fevereiro, no dia em que a colaboração entre os dois artistas foi revelada. Na época, os dois artistas publicaram quase simultaneamente algumas imagens dos bastidores das gravações.

“Pau é de longe a minha amiga mais divertida. Nós nos divertimos muito preparando uma surpresa para todos vocês”, dizia o post do ex-parceiro do Nacho.

O título da canção chegou dois meses depois, em meados de fevereiro.

Letra de Desire (Me Tienes Loquita) – Paulina Rubio feat Nacho

Yeh-yeh, yeh-yeh (Paulina) 
Yeh-yeh, yeh-yeh (con la criatura, bebé) 

Me tienes loquita, baby 
Bailando en la playa 
Seré tu bonita, baby 
Si tú no me fallas 
You got me loquita, baby 
You’re taking me higher 
I’ll be a bonita baby 

You’ll be my desire 
You’ll be my desire 
You’ll be my desire 

Una promesa, y una mirada para hacerme sentir (ah) 
Sin conocerte, yo te esperaba tantas vidas sin ti 
Here my confession, you’re my obsession 
Everything that I need 
Living la vida, lost in translation 
Love is all that we breathe 

Me tienes loquita, baby 
Bailando en la playa (baila conmigo en la playa) 
Seré tu bonita, baby 
Si tú no me fallas (no me falles, no) 
You got me loquita, baby 
You’re taking me higher (taking me higher) 
I’ll be bonita, baby 

You’ll be my desire 
Tú me pones la nota fuera del planeta 
You’ll be my desire 
Tú mi niña bonita, y yo tu poeta 
You’ll be my desire 
Eres el dulce prohibido que rompe mi dieta 
You’ll be my desire 
Por eso es que te quiero completa, com-com-completa 
You’ll be my desire

[Nacho] 
Yo quiero para mí tus besos 
Y los impulsos de tu amor 
Tú me has causado mi embeleso 
Y ahora mi oxígeno es tu olor 
Tú me seduces con tu cuerpo 
Y me emborrachas la razón, oh 
La musa de mi inspiración 

Mami, yo te quiero para mí 
Me conquistaste desde el día en que te vi 
A mí me hicieron para ti, para ti 
No sabes lo que yo sentí cuando por fin te conocí 

Me pones loca 
Loca por los sentimientos 
Loca cuando no te encuentro 
Loca porque me provoca darte un beso como loca 
Loca y eso no es invento 
No exagero lo que siento 
Me tienes loca, loquita, bien loca

Me tienes loquita, baby 
Bailando en la playa 
Seré tu bonita, baby 
Si tú no me fallas 
You got me loquita, baby 
You’re taking me higher 
I’ll be bonita, baby 

You’ll be my desire 
Tú me pones la nota fuera del planeta 
You’ll be my desire 
Tú mi niña bonita, y yo tu poeta 
You’ll be my desire 
Eres el dulce prohibido que rompe mi dieta 
You’ll be my desire 
Por eso es que te quiero completa, com-com-completa 
You’ll be my desire

Continuar Lendo

Notícias

Uma nova Paty Cantú em #333. Ouça o novo álbum da mexicana!

Publicado

em

#333 é o novo álbum da Paty Cantú

Parece que os artistas tiraram o mês de maio para se reinventarem. Depois de Maluma e J Balvin mostrarem trabalhos mais maduros, agora é a vez de Paty Cantú mostrar que deixou de vez o mainstream da época de Corazón Bipolar e trazer ao mercado, até agora, um dos melhores lançamentos do ano.

A mexicana lançou nesta sexta-feira (25) o álbum #333, uma releitura de seus clássicos na companhia de artistas como Pablo López, Karol G, Juhn, entre outros.

O hit Suerte está na tracklist. Já Goma de Mascar e Corazón Bipolar, que foram carros-chefes de seu repertório por anos, foram limados do álbum. As inéditas – e lançadas como singles nos anos anteriores – Valiente, Amor Amor Amor e Rompo Contigo, estão no disco, que mostra uma artista cheia de referências musicais, incluindo o trap.

“Meu motor sempre foi transcender além de mim, não a fama ou o dinheiro. A transcendência de que outro artista volte e diga que isso é diferente, que alguém me critique e diga que não posso fazer trap porque é misógino ou mexicano, e eu posso dizer que sou mexicana e essa é minha forma de fazê-lo à mexicana e resulta que é uma fusão, outra proposta”, disse a artista ao El Universal.

O último clipe do novo trabalho de Paty Cantú foi Miento, lançado em maio. As imagens foram gravadas no final de abril, como a própria artista revelou no Instagram. A direção é do mexicano Rodrigo Aroca Rodríguez, que também dirigiu o último videoclipe de Karol G, Mi Cama.

Ouça #333, o novo álbum da Paty Cantú

Continuar Lendo
Anunciantes

Playlists

Anunciantes
X