Conecte com a gente

Listas

Dia Internacional da Mulher – Especial LatinPop Brasil

Publicado

em

Feliz dia internacional da mulher

Antes de mais nada…

Feliz Dia Internacional da Mulher

A todas as nossas leitoras, seguidoras, nossas editoras e colunistas e, claro, também a todas essas cantoras, mulheres fortes, mulheres latinas cujas vozes nos emocionam tanto.

Em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, toda a equipe do LatinPop Brasil se uniu para separar 8 canções que homenageiam a elas, a nós. São canções que falam da mulher, que cantam as diferentes faces e personalidades femininas. Canções cantadas não apenas por mulheres, mas também por homens que nos fazem sentir devidamente homenageadas.

Vamos ver quais as canções escolhidas?

L’amore È Femmina – Nina Zilli

 

Porque se você vai cantar o “ser mulher”, que você cante para uma multidão global, não é mesmo? E a Nina fez isso no Eurovision Song Contest de 2012, quando ela representou a Itália com L’amore È Femmina e conquistou a nona colocação. É verdade que no festival ela cantou uma versão diferente, quase integralmente em inglês, mas aqui no LatinPop a gente compartilha a original, em italiano. Porque é em italiano, e porque o clipe mostra uma vibe completamente diferente do Eurovision, com a Nina rodeada de homens italianos. E não precisa falar nada além disso.
L'amore è Femmina

Soy Mujer – Chenoa

Sou mulher, sou de fel, sou mel sou de pele. Debilidade e poder, fogo que queima. Sou verdade, sou erro, sou perdão, sou rancor. Insensatez e razão, frio que queima. Sábia intuição, imprudente paixão, sou assim. Risco e temor, sou fôlego e calor para você.

Precisamos falar mais alguma coisa?

Donne – Zucchero


A gente avisou: é uma lista do Dia Internacional da Mulher, mas temos alguns homens na lista, porque alguns cantores latinos já fizeram belíssimas homenagens a nós, mulheres. O Zucchero é um deles. E Donne é uma homenagem muito mais do que digna.

Mujer Contra Mujer – Mecano


Canções que contem histórias de amor são infinitas. Passaríamos dias e dias aqui listando e nunca chegaríamos nem perto de completar essa lista. Mas a canção do Mecano tem algo de diferente: ela canta o relacionamento entre duas mulheres. Se, em pleno 2015, o assunto ainda é, e sabe-se lá porque, tabu, imagine o que era cantá-lo em no início dos Anos 90, de quando é aquele vídeo ali em cima. Pois é.

Ellas – Alejandro Parreño


Ellas. Elas. Nós. Cantadas por ele. Seja na versão original, com direito a reboladinha…

Ellas

… ou na acústica. Ellas, primeiro single do primeiro CD do Alejandro Parreño saindo do Operación Triunfo, tem diversos trechinhos que falam com todas as mulheres. É até difícil não achar pelo o menos um que não se encaixe com você. “Si un adiós las deja heridas, ellas lloran a escondidas”. Com certeza. “Con una fugaz sonrisa, hasta el alma te atraviesan”. Também. E assim segue.

Essere Una Donna – Anna Tatangelo


A terceira colocada do Festival de Sanremo de 2006 é um grande poema. Nos dois sentidos da palavra: grande como largo e grande como adjetivo de qualidade, de muito bom. Qualquer trechinho que escolhêssemos para representar Essere Una Donna aqui seria uma crueldade, porque significaria que estamos desprezando outros tantos igualmente bons. Mas vale a pena dizer que “ser uma mulher não quer dizer vestir apenas uma saia“.

Mujeres – Ricardo Arjona


De uma coisa dá para ter certeza: quando Arjona escreveu Mujeres ele estava apaixonado.  Mujeres é uma verdadeira declaração de amor, daquelas que só ouvindo para entender a intensidade da paixão que reina nessa letra. Não sabemos que é a sortuda que recebeu essa declaração, mas… OLHA <3

Más Mujer – Malú feat. Marta Sánchez


Duas das mais importantes vozes femininas do mundo latino. Duas das mais reconhecidas cantoras do pop espanhol. As duas cantando, juntas, uma homenagem às mulheres. Qual a chance de essa música não estar na homenagem do LatinPop Brasil ao Dia Internacional da Mulher?

Bonus track: Girls Just Want to Have Fun – Suor Cristina Scuccia

 

Uma freira. Italiana. Cantando em inglês. Girls Just Want To Have Fun (Garotas só querem se divertir, na tradução literal para o português), da Cindy Lauper. Há forma mais alternativa de homenagear as mulheres?

Suor Cristina

Listas

Dia Internacional Contra a Homofobia: 5 latinos fora do armário

Publicado

em

Ricky Martin faz aniversário em 24 de dezembro

17 de maio é o Dia Internacional Contra a Homofobia. Poderia ser o dia da celebração do amor, simplesmente, sem distinção de gênero. Para comemorar a data, o LatinPop Brasil vai lembrar cinco cantores latinos que assumiram sua homossexualidade e empunham a bandeira contra o preconceito.

5 artistas latinos que saíram do armário

Ricky Martin

É, certamente, o caso mais icônico. Em 2010, Ricky Martin assumiu em sua biografia o que todo mundo já especulava: apesar de já ter se relacionado com mulheres, ele viveu uma luta interna durante anos até definir sua preferência sexual. Atualmente, é um dos principais militantes da causa no mundo artístico.

Vanesa Martin

Seria uma questão de sobrenome? Brincadeiras a parte, a cantora espanhola assumiu sua homossexualidade no ano passado, em uma entrevista sincera a Risto Mejide. Os rumores de um romance com Malú, essa não assumida, nunca foram confirmados.

Christian Chávez

Christian Chávez assumiu sua homossexualidade em 2007, logo depois de se despedir do fenômeno RBD. À época, vazaram fotos dele ao lado do então marido, o canadense BJ Murphy, e desde então ele é um dos representantes da causa na América Latina: “A vida me deu um microfone não só para cantar, mas também para falar desse assunto”, disse anos depois em entrevista ao Extra.

Kany Garcia

Foi no início deste ano, precisamente no Dia de San Valentin, que Kany Garcia decidiu mostrar publicamente a quem dedicava suas canções de amor: Jocelyn Troche, e recebeu uma chuva de apoio de amigos, entre eles seu conterrâneo Ricky Martin, e fãs. “A verdade é que a resposta das pessoas foi linda. Sou abençoada”, disse recentemente à People.

Tiziano Ferro

A Itália também tem seu representante na lutra contra a homofobia. No mesmo ano da revelação de Ricky Martin, o intérprete de Incanto contou tudo no livro Trent’Anni e una Chiacchierata con Papà. Nas páginas autobiográficas, ele falou sobre bulimia, isolamento paranóico e a dificuldade de se aceitar homossexual com uma sinceridade alarmante.

 

Continuar Lendo

Listas

Tanti auguri a te, Laura Pausini! Buon compleanno!

Publicado

em

Laura Pausini volta ao Brasil ainda este mês

Hoje é dia de festa para Laura Pausini! A cantora mais internacional da Itália completa 44 anos mais linda e famosa do que nunca e vivendo um ano glorioso com o lançamento de Fatti Sentire, com direito a tour mundial e singles bombando mundo afora.

Desde que surgiu no Festival de Sanremo, em 1993, Laura Pausini mostrou que era grande demais para ficar restrita ao mercado italiano. Ganhou o mundo! É famosa no Japão, na Rússia, nos Estados Unidos, na Europa inteira, América Latina de ponta a ponta. Difícil encontrar uma praça em que seu nome passe despercebido. Talvez porque não exista.  São mais de 70 milhões de discos vendidos ao redor do mundo para comprovar o seu sucesso global.

Laura é assim: simpática, carismática, talentosa e poliglota. Em suas andanças mundo afora,a cantora aprendeu a falar fluentemente vários idiomas, inclusive português, e não deixa barato: sempre que pode, lança uma música numa língua diferente. Quer percorrer o mapa mundi na voz de Laura Pausini? Aqui vai uma lista de músicas repleta de sucessos que vão além do italiano!

Buon compleanno, Laura Pausini!

Feliz cumpleaños! Happy birthday! Joyeux anniversaire! Feliz aniversário! Tanti auguri a te!

Italiano – La Solitudine (apresentação em Sanremo)

Inglês – It’s Not Goodbye 

Português – Inesquecível

Francês – Je Chante

Continuar Lendo
Anunciantes

Playlists

Anunciantes
X