Conecte com a gente
Null

Notícias

Após retorno, Orishas vem ao Brasil em dezembro

Publicado

em

Orishas volta ao Brasil em dezembro

Estava com saudades do Orishas? O Brasil entrou na rota da turnê mundial do reencontro do grupo formado por  Yotuel Romero, Roldán González e Hiram “Ruzzo” Riverí , que voltaram no ano passado com o single Cuba Isla Bella após sete anos de hiato. Desde então, eles já publicaram as faixas Bembé, Rumbón, e Sastre De Tu Amor.

O show foi revelado pelo jornalista José Norberto Flesh, do Destak, e acontecerá no próximo mês de dezembro no Congonhas Showcase, espaço megacultural localizado dentro do aeroporto urbano da capital paulista.

O Orishas nasceu em Paris, em 1999, época em que o Buena Vista Social Club era a imagem da música cubana no mundo. O grupo, contudo, quebrou paradigmas e fez sucesso com hip hop e rap, mostrando uma outra face musical do país. Em dez anos de carreira, eles lançaram cinco álbuns e acumularam um sem número de prêmios internacionais.

A reunião do Orishas começou a ser desenhada em novembro do ano passado, quando Yotuel esteve em seu país de origem para um encontro com a Sony Music. À época, a intenção era contratar um jovem talento para seu selo, Chancleta Records. Naquele momento, o artista teve o estalo: “Negro, por que não contrata o Orishas de volta?”, contou o marido de Beatriz Luengo ao Univision.

Depois, ele propôs a ideia a Ruzzo e Roldán, que aceitaram o desafio. “Somos uma família musical que havia se separado. O manancial de inspiração estava seco e era o momento de estarmos separado, cada qual provando coisas novas por seu lado. Agora, carregamos as baterias”, completou Roldán.

O grupo voltou aos palcos no dia 9 de julho de 2016, em Bruxelas, onde darão a largada a uma nova turnê mundial que será a origem de um documentário sobre o reencontro e do disco ao vivo que trará alguns temas inéditos.

 

Eurovision

Conheça as músicas candidatas a representar a Espanha no Eurovision 2018

Publicado

em

Amaia Romero, Miriam Rodríguez, Alfred García, Aitana Ocaña e Ana Guerra são os finalistas do Operación Triunfo e vão disputar uma vaga para representar a Espanha no Eurovision

Amaia Romero, Alfred García, Aitana Ocaña, Miriam Rodriguez, Ana Guerra ou Agoney, quem irá representar a Espanha no Eurovision 2018? Estamos cada vez mais perto de descobrir.

A semifinal do Operación Triunfo 2017 na noite ontem (22) viu ser eliminado o canário Agoney, último triunfito a ser mandado para casa antes da final com 50,3% dos votos. Mas antes da decisão do dia 5 de fevereiro, a competição agora dá uma pausa e se volta para escolher quem irá representar no festival europeu, que este ano acontece em Lisboa.

Ao contrário do que havia sido inicialmente divulgado, os seis semifinalistas estão na disputa, dividido em cinco solos (para os cinco finalistas), três duetos (um deles incluindo o eliminado Agoney) e um quinteto, com uma nova versão de Camina, o hino deste OT.

Há apenas alguns minutos os triunfitos descobriram suas canções candidatas ao Eurovision e seus respectivos autores. Entre eles, destacam a presença de nomes importantes, como Rozalén, Diego Cantero (Funambulista) e Alba Reig, das Sweet California. Também está Raúl Gomez, vencedor da segunda edição do El Número 1.

Confira a lista:

Amaia – Al cantar (Rozalén)
Alfred – Que nos sigan las luces (Nil Moliner)
Aitana – Arde (Alba Reig)
Miriam – Lejos de tu piel (Steve Robson e Funambulista)
Ana Guerra – El remedio (Nabález)
Amaia e Alfred – Tu canción (Raúl Gómez)
Aitana e Ana Guerra – Chico malo (Morgan, Will Simms e Brisa Fenoy)
Miriam e Agoney – Magia (David Otero e Funambulista)
Aitana, Alfred, Amaia, Ana Guerra e Miriam – Camina

Durante a próxima semana, Amaia, Alfred, Aitana, Miriam, Ana e Agoney irão trabalhar com seus professores do OT para preparar suas performances e convencer o público espanhol de que são os candidatos ideais a representar a Espanha. Também estarão na Academia os compositores. Eles trabalharão lado a lado com os triunfitos para adaptar as canções ao estilo de cada um deles.

Como será escolhido o representante da Espanha no Eurovision 2018?

Assim como durante todo o OT 2017, as votações serão via telefone, SMS ou pelo APP OT 2017, que pode ser baixado aqui no Brasil. Não haverá jurado.

gala, no dia 29 de janeiro, funcionará da seguinte maneira: as nove canções serão interpretadas e o público irá votar. Com os marcadores a zero, as três mais votadas irão se enfrentar em uma segunda e derradeira rodada. Em caso de um (improvável) empate, uma terceira rodada de votações será aberta.

O Eurovision 2018 acontece entre os dias 8 e 12 de maio, em Lisboa (Portugal). Por fazer parte do chamado Big 5, a Espanha já tem vaga garantida na grande final.

Continuar Lendo

Notícias

Pablo Alborán oficializa Prometo como novo single

Publicado

em

Pablo Alborán retorna com Saturno e No Vaya a Ser

Depois de No Vaya A Ser e Saturno, lançadas em setembro, Pablo Alborán tem um novo single: Prometo vai seguir a promoção do álbum homônimo. A música, inclusive, ganhou um pack com a versão editada para as rádios e a acústica que chegou a ser publicada antes do lançamento do CD, em novembro.

Mesmo sendo lançado a menos de dois meses do fim do ano, Prometo foi o álbum mais vendido na Espanha em 2017, segundo levantamento do mercado divulgado na última segunda-feira (22).

Já entre os singles, Luis Fonsi foi o líder com Despacito ao lado de Daddy Yankee.

Letra de Prometo – Pablo Alborán

Quiero volver a ser quien te amaba como un juego de niños
Volver al verde de tu mirada y secar la pena que hoy nos cala
Quisiera amanecer como antes, desnudo contigo
Curando el amor, rompiendo el reloj, a golpe de calor y frío
Y respirar lo que nos quede
Bailaremos nuestro tango en el salón
Si te atreves, no me sueltes
Prometo que no pasarán los años
Arrancaré del calendario las despedidas grises
Los días más felices no han llegado
Te prometo olvidar mis cicatrices
Y devolver lo que he robado
A tus dos ojos tristes
Te prometo que nos mudaremos pronto
Del fracaso y desconcierto
A la calle del silencio
Te prometo que vamos a volvernos eternos
Me voy a desprender de una vez, de mis montañas de arena
De acantilados y de mis días pesados, mis naufragios ya no valen la pena
Me voy a desprender de todo aquel que no nos mire de frente
De los poetas de palabra hueca, del ruido que ahogue tu canción favorita de amor
Y respirar lo que nos quede
Bailaremos nuestro tango en el salón
Si te atreves, no me sueltes
Prometo que no pasarán los años
Arrancaré del calendario las despedidas grises
Los días más felices no han llegado
Te prometo olvidar mis cicatrices
Y devolver lo que he robado
A tus dos ojos tristes
Te prometo que nos mudaremos pronto
Del fracaso y desconcierto
A la calle del silencio
Te prometo que vamos a volvernos
Quiero un bosque, un agujero en la noche
Un pausa en medio de todo el desorden
Quiero un combate de besos sin amarres
Quiero un lienzo para hacer de colores tus lunares
Hoy saldremos en las noticias de la tarde
Por haber sabido amarnos, ilesos del desastre
Cuando no ha sabido nadie
y prometo que no pasarán los años
Arrancaré del calendario las despedidas grises
Los días más felices no han llegado
Te prometo olvidar mis cicatrices
Y devolver lo que he robado
A tus dos ojos tristes
yo te prometo que nos mudaremos pronto
Del fracaso y desconcierto
A la calle del silencio
Te prometo que vamos a volvernos eternos
Eternos

Continuar Lendo
Anunciantes

Playlists

X