Connect with us

2018

TOP 50 – As melhores músicas latinas de 2018

Published

on

TOP 50 LatinPop Brasil

Depois do fenômeno Despacito em 2017, a música latina viveu um ano de afirmação. Nada de febre passageira, ela veio para ficar!

E o mais importante: veio para ficar e diversificar! Embora as listas ainda sejam dominadas pelo reggaetón, muitos dos gigantes do pop romântico voltaram ao mercado com força total.

Eros Ramazzotti, Laura Pausini, Thalia e Alejandro Sanz, por exemplo, fizeram trabalhos muito superiores aos anteriores. É do espanhol, inclusive, o primeiro lugar no ranking do LatinPop Brasil: o primeiro single do seu próximo projeto discográfico, No Tengo Nada, é uma obra-prima!

Vimos o Morat em sua melhor fase. O disco Balas Perdidas merece uma audição faixa a faixa, um primor do início ao fim. E Cuando Nadie Ve é só uma pequena amostra do que esses colombianos são capazes com sua mistura de ritmos e letras impecáveis.

O que falar da volta do Marco Mengoni com Atlantico? Três singles, três hinos. Pódio para a moderníssima Voglio.

A lista tem de tudo um pouco: do girlpoower da Karol G e da Becky G à doçura e elegância de Jesse y Joy ou Piso 21. Do rock italiano do Maneskin à acidez do Thegiornalisti.

Tem Anitta, sim! Porque não dá para ignorar que ela viveu uma temporada esplêndida! Tem o reggaetón romântico do Reik, a mistura de Brasil e Argentina com Lali e Pabllo Vittar, e a impecável Rosalía, uma das revelações do ano.

Tem música boa que não acaba mais!

Tem até um bônus-track: Fuego, da grega Eleni Foureira, que representou o Chipre no Eurovision Song Contest, ficou com o vice-campeonato e ganhou discotecas de todo o mundo!

Em 2018, a música latina mostrou ao mundo sua diversidade! Novas caras, novas vozes. E que, apesar do domínio do gênero urbano, é muito mais do que isso.

Que venha 2019!

TOP 50 – As melhores músicas latinas de 2018

Você também pode conferir o ranking no iTunes clicando AQUI ou ver todos os vídeos no YouTube clicando AQUI

X