Conecte com a gente

Listas

Sete nomes do reggaetón feminino para conhecer!

Publicado

em

Ivy Queen é uma das mulheres mais importantes do reggaeton

Hola, amigos de LatinPop Brasil!

O mundo se rendeu ao reggaeton, não tem pra onde correr! Depois do estouro de canções como Mi Gente, do J Balvin, Felices Los 4 do Maluma e Me Rehúso, do Danny Ocean, muitos artistas estão se enveredando no ritmo que já era mais do que obrigatório na música latina. Inclusive, as mulheres perderam o medo e se empoderaram o suficiente para cantar reggaeton.

Temos exemplos claríssimos de estrelas pop que já gravaram músicas do gênero: Becky G, Tini, Paty Cantú, Maite Perroni, até mesmo a americana Fergie, em parceria com Daddy Yankee! Porém, se não fossem algumas dessas cantoras que iremos apresentar nessa lista, talvez as outras não tivessem a mesma coragem de participar de um ritmo tão tipicamente masculino.

As mulheres do reggaeton

Mara Prada

Original da Colômbia, terra abençoada pelos deuses do Reggaeton, Mara Prada foi descoberta em 2001 graças ao reality show Popstars, e estourou com seu primeiro single, Oye. A cantora vive nos Estados Unidos desde 2011 e por lá, segue sua carreira como cantora de várias canções latinas direcionadas para as aulas de Zumba Fitness, super populares pelo mundo inteiro.

Farina

Outra colombiana que arrasa no reggaeton é Farina, cantora revelada pelo XvFactor colombiano. Original de Medelim, a moça não fica apenas no ritmo do momento, ela também já lançou músicas de dancehall (ritmo tipicamente caribenho, como as músicas do inicio de carreira da Rihanna) e r&b, estourando na música latina com o hit viral Pum Pum. Ela também faz algumas pontas de atriz e está seguindo sua carreira internacional, pelo selo da Roc Nation (a gravadora de Jay-Z, apenas).

Natti Natasha

Diretamente da República Dominicana temos Natti Natasha, que surgiu para o mundo graças a Dutty Love, parceria com Don Omar que lhe rendeu status de estrela do reggaeton. A cantora também já fez parcerias com Ozuna, Daddy Yankee e até mesmo uma parceria póstuma, com Selena (em Fotos Y Recuerdos).

Glory

A cantora porto-riquenha é uma das primeiras cantoras a se aventurar no reggaeton, lá em 1997. Sua carreira decolou com suas frases de impacto nas músicas, vide Suelta El Gabete e a sua parceria mais popular, com Daddy Yankee em Gasolina (sim, é ela quem grita o “DÁME MAS GASOLINAAAA”). Ela é uma das musas inspiradoras de várias das cantoras aqui citadas.

La Sista

A portoriquenha é original da cidade de Loiza, ao norte do estado, local muito conhecido por suas raízes africanas e pela larga quantidade de população negra. Dito isso, a cantora também conhecida como La Mussa del Reggaeton lançou seu primeiro disco em 2006, Majestad Negroide, e trabalhou com diversos artistas latinos (Jerry Garcia e Domingos Quiñones) durante sua passagem pelo reality show La Casa.

K-Narias

As irmãs gêmeas Gara e Loida, originais das Ilhas Canárias, na Espanha, formam a dupla reggaetoneira K-Narias, que surgiu em 2004. As moças tem o selo de aprovação dos Luny Tunes e já trabalharam com nomes como Nicky Jam, Jose Feliciano e Noriega.

Ivy Queen

Se Mara, Farina, K-Narias e diversas outras artistas se aventuraram no reggaetón, tudo foi graças a essa moça, que abriu espaço para o sexo feminino no gênero. Ivy Queen é “La Reina Del Reggaetón”, e não é a toa. Desde 1993 na ativa, a cantora e atriz possui mais de 10 discos e duas compilações de seus melhores sucessos. Um dos seus hits mais conhecidos é Que Lloren, que se popularizou como trilha sonora do game FIFA 2007.

EXTRA: Jofrancis

E quem disse que não tem brasileira se jogando no reggaeton? A paranaense Jofrancis Martins traz pra gente Trato, o seu novo single que aposta no ritmo do momento.

Faltou alguma artista que você gosta? Manda aqui pra gente nos comentários!

Listas

13 hits da música latina que completam 10 anos em 2018

Publicado

em

2008 foi um ano muito louco para a música latina

Está pronto para se sentir velho? Então vamos a uma afirmação dolorosa: todos os hits da música latina que você encontrar nessa lista estão completando 10 anos em 2018. E alguns deles já são verdadeiros clássicos.

Acredite: vai parecer que algumas delas foram lançadas ontem. Outras vão dar saudades. Mas o fato é: você vai se sentir idoso. Ah, vai…

15 hits da música latina que completam 10 anos em 2018

A Te – Jovanotti

Quando a música é boa, ela não precisa ser complicada. E essa é uma das músicas italianas mais bonitas não apenas de 2008, mas sim da última década. É aquilo: arranje um mozão que escreva uma música como A Te para você. Já pode casar.

Empezar Desde Cero – RBD

Se a gente for ser bem preciso, Empezar Desde Cero foi lançada no disco homônimo em 2007. Mas ela só virou single em janeiro de 2008, então está valendo, certo fãs do RBD?

Baila El Chiki Chiki – Rodolfo Chikilicuatre

Você acha que brasileiro gosta de trolar na internet? Pois em 2008 os espanhóis mostraram como fazer isso como ninguém quando a TVE decidiu escolher seu representante no Eurovision no já esquecido MySpace.

Qualquer um poderia se inscrever. Qualquer um mesmo e por isso acabou entrando no meio o personagem Rodolfo Chikilicuatre, vivido por David Fernández. Ele bateu a favoritíssima Coral Segovia (Todo Está En Tu Mente) e… mais um musicão que a gente já vai ver já já.

E, vamos admitir? Todo mundo já bailou o chiki chiki por aí e sabe de cor a coreografia até hoje.

La Revolución Sexual – La Casa Azul

Aqui está o musicão que a gente falava. Oficialmente La Revolución Sexual foi lançada em novembro de 2007, mas a música “pertence” a 2008, quando foi candidata a representar a Espanha no Eurovision. Uma música que fala de ser quem você é, amar quem você ama e ponto final. Desde então ela é um (merecidamente) um hino que não deixa ninguém parado.

No final de 2017, a música voltou a bombar na Espanha depois de ser cantada como Opening da Gala 5 do Operación Triunfo.

Invece No – Laura Pausini

Uma das músicas mais inesquecíveis da discografia da Laura Pausini. A letra, inspirada e dedicada à sua avó Teresa, já falecida, fala sobre o sentimento de todos aqueles que sofrem por não terem conseguido dizer aquilo que gostariam para alguém que já se foi.

Se Invece No não mexe com você, talvez seja sinal que você não tem coração.

One, two, three, go! – Belanova

Além de ter um clipe super divertido, a música do Belanova inspirou o nome de uma das colunas aqui do LatinPop Brasil. Precisa falar mais?

No Me Doy Por Vencido – Luis Fonsi

Nove anos antes de revolucionar o mundo da música latina (e mundial!) com Despacito, o Luis Fonsi era um porto-riquenho magrinho que cantava músicas românticas e que estava lançando seu sétimo disco de estúdio, Palabras del Silencio. Disco, aliás, que tem colaborações com Laura Pausini, Aleks Syntek, Noel Schajris e David Bisbal.

O primeiro single do álbum, No Me Doy Por Vencido, virou um dos maiores clássicos da carreira de Luis Fonsi (e é mesmo um musicão daqueles!)

Tenía Tanto Que Darte – Nena Daconte

As voltas que o mundo dá… Mai Meneses foi a primeira eliminada na segunda edição do Operación Triunfo, em 2002. Seis anos depois, ela escreveu e lançou Tenía Tanto Que Darte. Mesmo lançada em setembro, essa foi a música espanhola mais escutada de 2008. E esse nem foi o primeiro hit do grupo, que já tinha lançado canções como Idiota e En Que Estrella Estará.

É aquelas histórias da série: parece que o jogo virou não é mesmo queridinha?

El Último Vals – La Oreja de Van Gogh

Além de ser um musicão, El Último Vals é um marco na carreira do La Oreja de Van Gogh. Depois do anúncio da saída de Amaia Montero do grupo, esse foi o primeiro single que eles lançaram já com a nova vocalista, Leire Martínez.

Deu tão certo que eles estão na mesma formação desde 2008 e continuam como um dos principais grupos de pop rock da música latina.

Non Ti Scordar Mai Di Me – Giusy Ferreri

Escrita por Tiziano Ferro e Roberto Casalino, Non Ti Scordar Mai Di Me foi lançado por Giusy Ferreri quando ela ainda competia na primeira temporada do X Factor Itália. Ela pode não ter levado o prêmio principal, mas 10 anos depois a música é um clássico do pop italiano e Giusy continua sendo uma das artistas mais tocadas nas rádios de lá.  O grupo que venceu o programa, Aram Quartet, se dissolveu dois anos depois.

Peter Pan – El Canto Del Loco

Se os próprios Dani Martín e David Otero consideram essa a melhor música do disco Personas, o último de inéditas do El Canto Del Loco, quem somos nós para discordar? (Aliás, vale ouvir também a versão com o Leiva, lançada um ano depois).

Absurda Cenicienta – Chenoa

O disco Absurda Cenicienta foi lançado no final de 2007, mas a faixa-título só foi virar single no começo do ano seguinte, 2008. A música é aquele bom cortavenas espanhol, daqueles que a Chenoa faz melhor que ninguém. A letra fala sobre o sentimento ao descobrir que o amor não é aquele conto de fadas das histórias infantis.

Recadinho pra alguém? AHEM…

Hate that I love you – Rihanna feat. David Bisbal

Não é de agora que os “gringos” colam na música latina para bombar nos países que falam espanhol. E se tem alguém que curte uma colaboração dessas é o David Bisbal. Que o digam Rihanna, Jessica Simpson e até Miley Cyrus.

Bônus: Senhora do Mar (Vânia Fernandes)

Aqui no LatinPop Brasil a música portuguesa sempre tem vez! Se em 2017 Salvador Sobral ganhou o Eurovision, em 2008 foi Vânia Fernandes que fez os europeus começaram a olhar Portugal com outros olhos no Festival. Também pudera… É só apertar o play no vídeo e entender o porquê.

E aí? Que música latina que bombou em 2008 faltou na lista? Deixe aqui nos comentários ou nas nossas redes sociais!

Continuar Lendo

Listas

14 músicas pra você curtir o dia de São Valentim à sua maneira

Publicado

em

San Valentim merece música para mexer com os corações

Enquanto você está aí tentando se recuperar da ressaca de Carnaval, boa parte do mundo celebra o amor no Dia de São Valentim neste 14 de fevereiro. A data não tem nenhum simbolismo no Brasil, já que nosso dia dedicado aos enamorados é 12 de junho, mas quem se importa?

Nós listamos 14 músicas para você transformar esta Quarta-Feira de Cinzas em romantismo. Ou não. Nosso ranking também tem música pra dor de cotovelo e pra mandar beijinho no ombro pra quem te fez sofrer. Um viva a todas as formas de amor no Dia de São Valentim!

Dia de São Valentim para todos os gostos

1 – Il Regalo Più Grande (Tiziano Ferro)

“Devo partir, mas se eu tenho no seu coração a sua presença, é sempre chagada e jamais partida”. Seja em italiano ou em espanhol, que hinão, Tizi!

2 – Disparo Al Corazón (Ricky Martin)

Para aquele amor recente e arrebatador.

3 – L’Amore Esiste (Francesca Michielin)

Uma aula do quê é o amor em sua forma mais pura e simples.

4 – Me Soltaste (Jesse y Joy)

O fim de um amor sempre dói. E encarar a dor é a melhor forma de fazer ela ir embora.

5 – A Te (Jovanotti)

Essa é para decorar e usar como discurso ou votos no casamento.

6 – Solamente Tu (Pablo Alborán)

Porque não existe lista de músicas para o amor sem Pablo Alborán.

7 – Quisiera Poder Olvidarme De Ti (Luis Fonsi)

Dedicada aos amores recém terminados. Porque também existe sofrimento no Dia de San Valentin!

8 – Io C’ero (+ Amore x Favore) (Laura Pausini) 

Mais amor, por favor.

10 – Fatti Avanti Amore (Nek)

“Perfeitos como máquinas, vamos girar juntos como engrenagens. Temos olhos com os que vemos, mas se os fechamos nós nos reconhecemos”. Precisa falar mais?

11 – Corazón Bipolar (Paty Cantú)

Nossa homenagem aos solteiros no Dia de São Valentim! Porque nenhum adjetivo define melhor o seu coração do que bipolar.

12 – Me Enamoré De Ti (Chayanne)

Uma música fofa. O dia merece.

13 – Arriverà L’Amore (Emma)

Um amor sem preconceitos no clipe. Um amor que vai chegar em um segundo e durar eterno como o Big Bang.

14 – Tutta Colpa Mia (Elodie)

Sabe aquele amor que era para ser, mas não é mais? Então.

 

 

Continuar Lendo
Anunciantes

Playlists

Anunciantes
X