Conecte com a gente
Null

Eurovision

Festival de Sanremo: Os candidatos ideais da Itália para o Eurovision 2017

Publicado

em

O Festival de Sanremo vai chegando ao fim e fica a dúvida: quem, afinal, será o grande vencedor? E mais: será que ele (ou ela) vai aceitar representar a Itália no Eurovision 2017?

Como vem sendo tradição nos últimos anos, o vencedor do Festival de Sanremo será formalmente convidado para ser o representante italiano no Eurovision. Em 2015, a combinação deu certo! O Il Volo venceu no Teatro Ariston e topou o desafio. Eles acabaram com o vice-campeonato em Viena.

Já no ano seguinte… Alegando outros compromissos, o Stadio declinou o convite da Rai. O próprio grupo sugeriu o nome de Francesca Michielin, segunda colocada em Sanremo.

Em 2017, bem… Em algumas horas teremos uma resposta: se for um sim, missão cumprida. Se for um não, que comecem os rumores.

Mas será que o vencedor do Festival de Sanremo é sempre o candidato ideal? Talvez não. É por isso que o LatinPop Brasil convocou a equipe do ESC12Points (e nossos colunistas aqui no site!). Eles são especialistas em Eurovision e responderam a uma simples pergunta: quem é o candidato ideal da Itália para o Eurovision 2017? Vamos às respostas!

Os candidatos ideais da Itália para o Eurovision 2017

FILIPE LIMA e DAVE COMINCIOLI

Elodie – Tutta Colpa Mia

FILIPE LIMA: “Antes de tudo: Sanremo é Sanremo e Eurovision é Eurovision. Nem sempre, uma canção que funciona na Itália vai funcionar na Europa, e vice-versa (é só lembrar que a Itália não votou na super vitoriosa Euphoria, da Loreen, no Eurovision de 2012).

Digo isso para ressaltar que não gosto da ideia de o vencedor de Sanremo ir ao Eurovision — para mim, a escolha até poderia ser em Sanremo, mas tinha que ser específica, pensando no que funcionaria em âmbito continental.

Com isso dito, há seis canções que acredito que funcionariam bem no Eurovision: Lodovica Comello (Il Cielo Non Mi Basta), se em inglês, pode funcionar (essa, tenho um pouco menos certeza). Michele Bravi (Il Diario Degli Errori), apesar de eu pessoalmente não gostar da canção, teria tudo para ir bem (caso fizesse uma apresentação à la Mengoni).

Bianca Atzei (Ora Esisti Solo Tu) e Giusy Ferreri (Fa Talmente Male) oferecem aquele tipo de música que você não precisa de dez segundos para concluir que é da Itália (e isso é importante no festival).

E, de todas, a que considero mais adequada para o festival europeu é a da Elodie (Tutta Colpa Mia). Tem a cara da Itália (a Emma parece ter aprendido com o Kekko a fazer músicas assim), funciona direto na primeira escuta (importante para conquistar voto) e tem um refrão muito eficiente. Eu veria a Elodie com possibilidades de troféu, inclusive.”

DAVE COMINCIOLI: “Eu apenas gosto muito da música, ela canta MUITO bem ao vivo, e traz algo muito italiano e contemporâneo ao mesmo tempo. O ‘amore amore amore‘ pode ser esse ‘gancho’ que te faz lembrar da música (e gera votos).”

ANTONIO NETO

Paola Turci – Fatti Bella Per Te

“Talvez ninguém dê esse palpite, mas eu gostei da Paola Turci. Uma música de melodia interessante e com uma letra que é praticamente um livro de autoajuda, que dá um up na autoestima do coleguinha. Poderia ser uma proposta ousada, mas talvez o combo mensagem + apresentação favorecesse a Itália em Kiev. Menção honrosa para Ermal Meta (Vietato Morire), que também tem uma ótima música.”

FERNANDA BARRETO

Michele Bravi – Il Diario Degli Errori

“O Festival de Sanremo 2017, essencialmente, é dos jovens: de Michele Bravi a Lodovica Comello, os novinhos chamam a atenção com a jovialidade e a qualidade de suas canções. Alessio Bernabei (Nel Mezzo Di Un Applauso) e Michele Bravi têm boas canções, mas nenhuma das duas funcionaria no Eurovision. A mais competente para ir à Ucrânia representar a Itália seria Giusy Ferreri. Fa Talmente Male é uma canção que soa internacional e é possível ouvir alguns trechos em inglês se fosse selecionada. Porém, com a sua eliminação ficou mais dificil para a srta. Ferreri. Acredito que a RAI irá apostar na juventude de Bravi e seu apelo comercial, que ficou bem claro graças a sua popularidade no Youtube.”

 

Eurovision

Conheça as músicas candidatas a representar a Espanha no Eurovision 2018

Publicado

em

Amaia Romero, Miriam Rodríguez, Alfred García, Aitana Ocaña e Ana Guerra são os finalistas do Operación Triunfo e vão disputar uma vaga para representar a Espanha no Eurovision

Amaia Romero, Alfred García, Aitana Ocaña, Miriam Rodriguez, Ana Guerra ou Agoney, quem irá representar a Espanha no Eurovision 2018? Estamos cada vez mais perto de descobrir.

A semifinal do Operación Triunfo 2017 na noite ontem (22) viu ser eliminado o canário Agoney, último triunfito a ser mandado para casa antes da final com 50,3% dos votos. Mas antes da decisão do dia 5 de fevereiro, a competição agora dá uma pausa e se volta para escolher quem irá representar no festival europeu, que este ano acontece em Lisboa.

Ao contrário do que havia sido inicialmente divulgado, os seis semifinalistas estão na disputa, dividido em cinco solos (para os cinco finalistas), três duetos (um deles incluindo o eliminado Agoney) e um quinteto, com uma nova versão de Camina, o hino deste OT.

Há apenas alguns minutos os triunfitos descobriram suas canções candidatas ao Eurovision e seus respectivos autores. Entre eles, destacam a presença de nomes importantes, como Rozalén, Diego Cantero (Funambulista) e Alba Reig, das Sweet California. Também está Raúl Gomez, vencedor da segunda edição do El Número 1.

Confira a lista:

Amaia – Al cantar (Rozalén)
Alfred – Que nos sigan las luces (Nil Moliner)
Aitana – Arde (Alba Reig)
Miriam – Lejos de tu piel (Steve Robson e Funambulista)
Ana Guerra – El remedio (Nabález)
Amaia e Alfred – Tu canción (Raúl Gómez)
Aitana e Ana Guerra – Chico malo (Morgan, Will Simms e Brisa Fenoy)
Miriam e Agoney – Magia (David Otero e Funambulista)
Aitana, Alfred, Amaia, Ana Guerra e Miriam – Camina

Durante a próxima semana, Amaia, Alfred, Aitana, Miriam, Ana e Agoney irão trabalhar com seus professores do OT para preparar suas performances e convencer o público espanhol de que são os candidatos ideais a representar a Espanha. Também estarão na Academia os compositores. Eles trabalharão lado a lado com os triunfitos para adaptar as canções ao estilo de cada um deles.

Como será escolhido o representante da Espanha no Eurovision 2018?

Assim como durante todo o OT 2017, as votações serão via telefone, SMS ou pelo APP OT 2017, que pode ser baixado aqui no Brasil. Não haverá jurado.

gala, no dia 29 de janeiro, funcionará da seguinte maneira: as nove canções serão interpretadas e o público irá votar. Com os marcadores a zero, as três mais votadas irão se enfrentar em uma segunda e derradeira rodada. Em caso de um (improvável) empate, uma terceira rodada de votações será aberta.

O Eurovision 2018 acontece entre os dias 8 e 12 de maio, em Lisboa (Portugal). Por fazer parte do chamado Big 5, a Espanha já tem vaga garantida na grande final.

Continuar Lendo

Eurovision

Uh La La #28 – Conheça as opções da França para o Eurovision 2018!

Publicado

em

Reprodução Instagram: artistas da segunda semifinal do Destination Eurovision

Allo, amis!

Amanhã acontecerá a segunda semifinal do Destination Eurovision, a seletiva nacional da França para o Eurovision deste ano.

O Destination Eurovision é apresentado pelo cantor canadense Garou, uma das grandes estrelas da música francófona. As 18 músicas participantes foram divididas em duas semifinais com nove músicas cada. Um júri composto pelos franceses Amir, Isabelle Boulay e Christophe Willem e três jurados internacionais classificarão quatro músicas de cada semi para a grande final, a acontecer ao vivo no dia 27 de janeiro. Na final, o vencedor será escolhido conjuntamente por um jurado internacional e o voto do público.

A primeira semifinal aconteceu na semana passada. Em um show ágil e engraçado por momentos, classificaram para a final Lisandro Cuxi (com Eva), Emmy Liyana (com Ok Ou KO), Malo’ (com Ciao) e Louka (com Mamma Mia). A primeira semifinal também teve show dos juris: juntos, interpretaram clássicos do Eurovision (Waterloo, de Abba; Ne Partez Pas Sans Moi, da Céline Dion; Rise Like A Phoenix, da Conchita Wurst; e J’Ai Chérche, do próprio Amir).

A seguir, vamos repassar as músicas concorrentes na segunda semifinal do Destination Eurovision, que irá ao ar no próximo sábado, dia 20.

Destination Eurovision – Participantes da segunda semifinal

Lucie – My World

Madame Monsieur – Mercy

Jane Constance – Un Jour J’Ai Rêve

Nassi – Rève De Gamin

Igit – Lisboa Jérusalem

Max Cinnamon – Ailleurs

Sarah Caillibot – Tu Me Manques

Sweem – Là-Haut

June The Girl – Same

 

Podem acompanhar o Destination Eurovision desde as 17h55 (horário de São Paulo) no Facebook oficial da France 2.

Continuar Lendo
Anunciantes

Playlists

X