Connect with us

Listas

Dia Internacional Contra a Homofobia: 5 latinos fora do armário

Published

on

Ricky Martin faz aniversário em 24 de dezembro

17 de maio é o Dia Internacional Contra a Homofobia. Poderia ser o dia da celebração do amor, simplesmente, sem distinção de gênero. Para comemorar a data, o LatinPop Brasil vai lembrar cinco cantores latinos que assumiram sua homossexualidade e empunham a bandeira contra o preconceito.

5 artistas latinos que saíram do armário

Ricky Martin

É, certamente, o caso mais icônico. Em 2010, Ricky Martin assumiu em sua biografia o que todo mundo já especulava: apesar de já ter se relacionado com mulheres, ele viveu uma luta interna durante anos até definir sua preferência sexual. Atualmente, é um dos principais militantes da causa no mundo artístico.

Vanesa Martin

Seria uma questão de sobrenome? Brincadeiras a parte, a cantora espanhola assumiu sua homossexualidade no ano passado, em uma entrevista sincera a Risto Mejide. Os rumores de um romance com Malú, essa não assumida, nunca foram confirmados.

Christian Chávez

Christian Chávez assumiu sua homossexualidade em 2007, logo depois de se despedir do fenômeno RBD. À época, vazaram fotos dele ao lado do então marido, o canadense BJ Murphy, e desde então ele é um dos representantes da causa na América Latina: “A vida me deu um microfone não só para cantar, mas também para falar desse assunto”, disse anos depois em entrevista ao Extra.

Kany Garcia

Foi no início deste ano, precisamente no Dia de San Valentin, que Kany Garcia decidiu mostrar publicamente a quem dedicava suas canções de amor: Jocelyn Troche, e recebeu uma chuva de apoio de amigos, entre eles seu conterrâneo Ricky Martin, e fãs. “A verdade é que a resposta das pessoas foi linda. Sou abençoada”, disse recentemente à People.

Tiziano Ferro

A Itália também tem seu representante na lutra contra a homofobia. No mesmo ano da revelação de Ricky Martin, o intérprete de Incanto contou tudo no livro Trent’Anni e una Chiacchierata con Papà. Nas páginas autobiográficas, ele falou sobre bulimia, isolamento paranóico e a dificuldade de se aceitar homossexual com uma sinceridade alarmante.

 

Listas

Dia Internacional dos Canhotos: os latinos que usam a mão esquerda

Published

on

Lucero é uma das latinas a comemorar o Dia Internacional dos Canhotos

Você sabia que em 13 de agosto é comemorado o Dia Internacional dos Canhotos? Estudos sugerem que entre 10% e 15% da população mundial utilize a mão esquerda para seus afazeres.

A curiosidade em torno das razões para uma pessoa nascer destra e outra canhota sempre existiu. Na Idade Média, acreditava-se que se uma pessoa tinha dominância pela mão direita ela era saudável e abençoada, enquanto os que preferiam a mão esquerda eram criaturas demoníacas e perversas.

Segundo um artigo publicado no portal IG, o canhotismo ainda é cheio de incógnitas para os cientistas. “Existem pesquisas que tentam entender o porquê do canhotismo ou do destrismo, mas nada pôde ser comprovado cientificamente”, diz o psicólogo especializado em Neurociências Márcio Toledo. Apesar disso, todos partem do princípio da teoria da lateralidade. “Ela pode ser definida como a preferência (e dominância) de cada pessoa por um dos lados do corpo – não só a mão”, afirma o psicólogo.

A lateralidade parte do princípio de que o corpo depende das atividades cerebrais para funcionar e, portanto, segue as ordens dele. O cérebro, por sua vez, é dividido em dois hemisférios: o direito e o esquerdo. O lado esquerdo dele coordena a parte direita do corpo, enquanto o direito coordena a parte esquerda do corpo.

Segundo a lateralidade, cada pessoa tem um maior comando por uma das partes do cérebro e é aí que se define quem é canhoto e quem é destro – os destros são comandados pelo lado esquerdo do cérebro e os canhotos pelo lado direito. Também há pessoas que têm a mesma dominância de comando dos dois hemisférios cerebrais e, portanto, têm a mesma facilidade em ambas as partes do corpo.

Complicado, não? O importante é que os britânicos começaram a celebrar essa minoria desde 1976 e como o LatinPop Brasil gosta de uma comemoração não vamos deixar a efeméride passar em branco, não é?

Veja 6 artistas latinos canhotos

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Continue Reading

Listas

3 motivos para ficar ansioso para o lançamento do novo single do Danny Ocean

Published

on

O novo single do Danny Ocean chega nessa sexta-feira

Segura essa ansiedade! Conseguiu?! Estreia nessa sexta-feira (10 de agosto) a nova música do Danny Ocean e seu primeiro single em inglês. É isso mesmo: dessa vez o espanhol fica um pouquinho de lado para conquistar de vez o coração do mercado americano.

Enquanto a batida de Me Rehúso toca insistentemente na sua cabeça (eu sei que está. Na minha também. É só falar nele que eu começo a ouvir a melodia), a gente listou três motivos para você contar as horas para o novo single do Danny Ocean.

3 motivos para ficar ansioso para o novo single do Danny Ocean

Vamos a eles?

1 – Mais uma música de amor / sofrência

Senta que lá vem história! O Danny Ocean nasceu na Venezuela, mas morou quase toda a infância na ilha de Saint Vincent & Grenadines e na Namíbia. Sim, é dessa mistura que vem o som que ele cria.

Ele voltou à Venezuela, mas por conta da situação política, social e econômica do país, ele tomou a decisão de tentar a vida nos Estados Unidos deixando tudo para trás. Ficaram a família, os amigos e a namorada, o grande amor da sua vida.

É por conta de toda essa história que as letras dele são de amor mas com sofrência. O novo single não é diferente. O Danny Ocean vai colocar todo mundo pra dançar, mas com uma pontinha de dor no coração.

2 – O sucesso de Me Rehúso

– A música latina com mais semanas (36!) no Top 50 do Spotify Global (sim, mais que Despacito).
– Mais de 680 milhões de reproduções no Spotify.
– 1,1 bilhão de reproduções do áudio oficial no Youtube. 128 milhões de views no videoclipe.
– Top 200 em no iTunes de 62 países. Número 1 em 17 deles.

Precisa falar mais sobre os números do Danny Ocean? É claro que a nova música também vai bombar!

3 – Ele já provou que não é one-hit wonder

Me Rehúso bombou tanto que quando o Danny Ocean anunciou outro single todo mundo se perguntou se ele seria mais um one-hit wonder, aqueles artistas que estouram com uma música e depois desaparecem.

Claramente não é o caso. É verdade que a comparação é quase sacanagem, mas Dembow também bombou e muito mundo afora! Ficou entre as mais baixadas em 31 países, top 50 no Spotify de 21 países.

E aí, quem também está ansioso pelo novo single do Danny Ocean?

Continue Reading
Advertisement

Playlists

Advertisement
X