Connect with us

Listas

Dia dos Namorados – 10 músicas latinas para os solteiros

Published

on

CNCO, Ana Guerra, Aitana e Dulce Maria embalam a playlist de música latina para os solteiros

Tem quem vá dizer que hoje, 12 de junho, Dia dos Namorados, o Brasil se divide em dois: os apaixonados exibidos e os “recalcados”.

Não é bem assim, né? Tem quem esteja em um relacionamento, ok, estes são os apaixonados. Mas tem os solteiros que não estão nem aí e curtem mesmo a solteirice. Tem também os solteiros revoltados com a solteirice. E quem esteja curtindo uma fossa por um relacionamento recém terminado.

Foi pensando em homenagear todo mundo que o LatinPop Brasil não preparou uma, mas duas playlists especiais de Dia Dos Namorados. A primeira, claro, é dedicada a quem está amando. Mas essa é especial: fica para quem não está em um relacionamento. Mas talvez nem se importe com isso. Ou talvez se importe.

Dia dos Namorados – Para os Solteiros

Urlo E Non Mi Senti – Alessandra Amoroso

Uma letra que representa relacionamento que acabou doído: “Estendo as minhas mãos, mas você está longe…”. Ah, e pra quem preferir, também tem a versão em espanhol!

Lo Malo – Aitana e Ana Guerra

Porque se é pra chutar o boy embuste da vida, a gente faz isso cantando, dançando e hitando. Pa’ mala tu!

El Primer Día Del Resto de Mi Vida – La Oreja de Van Gogh

Tem alguns relacionamentos que nos fazem tão mal, que se ver livre deles parece mesmo o primeiro dia, um recomeço, como canta a Leire nessa música.

Reggaeton Lento – CNCO

DONDE ESTÁN LAS SOLTERAS Y LAS QUE NO TAMBIÉN

Los Gatos No Ladran – India Martínez

Um amor finito, uma discussão de relacionamento sobre em palavras baixas, quase sussurradas. “Claro, mais claro que a água. Assim como (é claro) que os gatos não latem”.

Mayores – Becky G e Bad Bunny

Não peçam para a gente explicar essa letra.

“A mí me gustan más grandes
Que no me quepa en la boca
Los besos que quiera darme
Y que me vuelva loca”

No Sé Llorar – Dulce Maria

Esse namoro acabou, é verdade, mas eu não vou sofrer e não vou deixar você tentar me fazer sofrer. Esse é o beijinho no ombro da Dulce Maria pro ex.

Innamorata – Laura Pausini

Apaixonada sim. Mas apaixonada por ela mesma e pela vida!

Sere Nere – Tiziano Ferro

Poucas vozes masculinas cantam a dor tão bem quanto o Tiziano… Não tem tempo, nem espaço e ninguém nunca entenderá. Porque só quem vive entende…

Sólo Parecia Amor – Thalia

Sabe a sensação de ser enganado, de não ser amor aquilo que o outro fingia ser? Só parecia amor, não era, e chegou a hora de dizer tchau a ele.

Listas

5 motivos para não perder os shows da Laura Pausini no Brasil

Published

on

Laura Pausini traz ao Brasil a sua Fatti Sentire World Tour

Está chegando a hora, fãs da Laura Pausini. Vocês ouviram o que eu disse: está chegando a hora de mais uma turnê da Laura Pausini no Brasil e a gente está como?

A resposta é: impactados. Emocionados. Ansiosos. Emocionados. Saltitantes. Já dissemos emocionados?

Ah, sim, e separando o powerbank pra fazer mil Insta Stories e talvez alguns lives pra vocês no Instagram do LatinPop Brasil. #Dica: ativem as notificações!

Não que precise, mas ainda assim aí vão 5 motivos para você não perder de jeito nenhum os shows da Laura Pausini por aqui, seja ao vivo ou pelas nossas redes sociais.

5 motivos para não perder os shows da Laura Pausini no Brasil

Vamos a eles?

1 – Porque os clássicos nunca faltam…

Não é fácil montar uma setlist para uma artista 25 anos de carreira e mais hits do que é possível contar com os dedos da mão e dos pés juntos. A própria Laura Pausini admite isso. É um dos motivos pelo qual ela sempre faz alguns medleys  para cantar o maior número de músicas possíveis.

Mais alguns clássicos, ah, esses nunca faltam. VivimiTra Te e Il Mare, Invece No, La Solitudine… Essas você já pode ir praticando (isso se já não tem decoradas!)

2 – … e nem os novos hits!

Sabe o que isso quer dizer? Que você pode separar o lencinho para chorar horrores com SimiliNon È DettoLato Destro Del Cuore. Mas que também tem que ensaiar as coreografias do remix de Nadie Ha Dicho E.STA.A.TE. E vamos torcer para Innamorata entrar no setlist do Brasil, já que em toda a etapa latino-americana da turnê ela não apareceu.

3 – Olar, você já ouviu essa mulher cantando?

Dispensa comentários. Aperte o play.

De nada.

4 – Ela sempre canta em português

Poucos artistas escutam tanto os fãs da Laura Pausini. Cada show é especial, pensado para o público local. Ela sabe o que cada país quer ouvir e faz questão de atender, na medida do possível. Isso quer dizer que sempre rola pelo o menos uma música em português pra a gente se apaixonar ainda mais pelo sotaque da Rainha da Itália.

5 – Você lembra o que ela fez em 2016? Então…

Em 2016, um rompimento de cabos atrasou o show que abria a turnê brasileira em São Paulo. O que Laura Pausini fez? Esperou pacientemente no camarim?

Nananinanão.

Ela foi pro palco, pediu desculpas pelo atraso e… Ficou. Bateu papo com os fãs, rebolou, fez piada, cantou. Não arredou o pé dali até confirmarem que os problemas tinham sido resolvidos e o show podia começar. Clica aqui pra relembrar tudo!

Bem-vinda de volta ao Brasil, Laura Pausini. Bem-vinda de volta à sua casa!

Laura Pausini Fatti Sentire World Tour – Laura Pausini no Brasil

São Paulo

Data: 20 e 21 de agosto
Local: Credicard Hall (Av. das Nações Unidas, 17955 – Vila Almeida, São Paulo – SP)
Horário: 21h30
Preço: de R$ 100 a R$ 700

Brasília

Data: 23 de agosto
Local: CCUG Centro de Convenções Ulysses Guimarães (St. de Divulgação Cultural 05 Eixo Monumental – Brasília, DF)
Horário: 21h00
Preço: de R$ 200 a R$ 400

Recife

Data: 25 de agosto
Local: Classic Hall (Av. Agamenon Magalhães, S/N – Salgadinho, Olinda – PE)
Horário: 22h00
Preço: Ingressos Esgotados

Curitiba

Data: 27 de agosto
Local: Teatro Positivo (R. Prof. Pedro Viriato Parigot de Souza, 5300 – Campo Comprido, Curitiba – PR)
Horário: 21h00
Preço: de R$ 400 a R$ 1100

Continue Reading

Listas

Dia Internacional dos Canhotos: os latinos que usam a mão esquerda

Published

on

Lucero é uma das latinas a comemorar o Dia Internacional dos Canhotos

Você sabia que em 13 de agosto é comemorado o Dia Internacional dos Canhotos? Estudos sugerem que entre 10% e 15% da população mundial utilize a mão esquerda para seus afazeres.

A curiosidade em torno das razões para uma pessoa nascer destra e outra canhota sempre existiu. Na Idade Média, acreditava-se que se uma pessoa tinha dominância pela mão direita ela era saudável e abençoada, enquanto os que preferiam a mão esquerda eram criaturas demoníacas e perversas.

Segundo um artigo publicado no portal IG, o canhotismo ainda é cheio de incógnitas para os cientistas. “Existem pesquisas que tentam entender o porquê do canhotismo ou do destrismo, mas nada pôde ser comprovado cientificamente”, diz o psicólogo especializado em Neurociências Márcio Toledo. Apesar disso, todos partem do princípio da teoria da lateralidade. “Ela pode ser definida como a preferência (e dominância) de cada pessoa por um dos lados do corpo – não só a mão”, afirma o psicólogo.

A lateralidade parte do princípio de que o corpo depende das atividades cerebrais para funcionar e, portanto, segue as ordens dele. O cérebro, por sua vez, é dividido em dois hemisférios: o direito e o esquerdo. O lado esquerdo dele coordena a parte direita do corpo, enquanto o direito coordena a parte esquerda do corpo.

Segundo a lateralidade, cada pessoa tem um maior comando por uma das partes do cérebro e é aí que se define quem é canhoto e quem é destro – os destros são comandados pelo lado esquerdo do cérebro e os canhotos pelo lado direito. Também há pessoas que têm a mesma dominância de comando dos dois hemisférios cerebrais e, portanto, têm a mesma facilidade em ambas as partes do corpo.

Complicado, não? O importante é que os britânicos começaram a celebrar essa minoria desde 1976 e como o LatinPop Brasil gosta de uma comemoração não vamos deixar a efeméride passar em branco, não é?

Veja 6 artistas latinos canhotos

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Continue Reading
Advertisement

Playlists

Advertisement
X