Conecte com a gente

Listas

Dia Mundial do Rock – Como celebrar a data com música latina!

Publicado

em

Soda Stereo ainda é ícone do rock latino

Música latina só tem bachata, rumba, salsa e merengue? Isso fica bonito em título de novela, mas na vida real nossos artistas latinos são bem ecléticos. Tem rock? É claro que tem! E dos bons!

Por que celebramos o Dia do Rock em 13 de julho? Em um post cheio de interrogações, a Wikipedia explica:

Em 13 de julho de 1985, Bob Geldof organizou o Live Aid, um show simultâneo em Londres, na Inglaterra, e na Filadélfia, nos Estados Unidos. O objetivo principal era o fim da fome na Etiópia. O evento chamou a atenção por contar com a presença de muitos artistas famosos na época. Entre os participantes, estavam The Who, Status Quo, Led Zeppelin, Dire Straits, Madonna, Queen, Joan Baez, David Bowie, BB King, Mick Jagger, Sting, Scorpions, U2, Paul McCartney, Phil Collins (que tocou nos dois lugares), Eric Clapton e Black Sabbath.[2]

Os shows foram transmitidos ao vivo pela BBC para diversos países e abriram os olhos do mundo para a miséria no continente africano.

Em 2005, 20 anos depois do primeiro evento, Bob Geldof organizou o Live 8, uma nova edição com estrutura maior e shows em mais países. Dessa vez o objetivo foi pressionar os líderes do G8 para perdoar a dívida externa dos países mais pobres e erradicar a miséria do mundo.

No Live 8 o Grupo de Rock Britânico Pink Floyd se reuniu em sua formação clássica pela primeira vez depois de 20 anos de separação.

A celebração é uma referência a um desejo expressado por Phil Collins, participante do evento, que gostaria que aquele fosse considerado o “Dia Mundial do Rock”. Apesar da nomenclatura, a efeméride é comemorada apenas no Brasil desde os anos 1990, quando as rádios 89 FM e 97 FM, ambas dedicadas ao gênero, se começaram a celebrar a data com grande aceitação entre os ouvintes.

Ainda de acordo com a Wikipedia:

Por ser uma data definida arbitrariamente e sem respaldo em outros países, especialistas em música contestam essa escolha. Eles sugerem outras datas que seriam mais significativas para a história do rock e que, portanto, mereceriam ser o verdadeiro Dia do Rock. Entre elas, estão o dia 5 de julho, quando, em 1954, Elvis Presley gravou uma versão mais rápida do blues That’s All Right e 9 de fevereiro, quando, em 1964, a banda The Beatles se apresentou pela primeira vez nos EUA.

Mas o que a gente gosta mesmo é de comemorar, não é? Então, aumente o som e venha aproveitar o melhor do rock latino!

10 opções para comemorar o Dia Mundial do Rock com música latina

1 – Soda Stereo (Argentina) – De Música Ligera

2 – Modà (Itália ) – E Non C’È Mai Una Fine

3 – El Canto Del Loco (Espanha) – La Suerte De Mi Vida

4 – Juanes (Colômbia) – Yerbatero

5 – Maná (México) – El Verdadero Amor Perdona

6 – Kyo (França) – Je Cours

7 – La Ley (Chile) – Dia Cero

8 – Ligabue (Itália) – Questa È La Mia Vitta

9 – La Musicalite (Espanha) – Última Noche En La Tierra

10 – Libido (Peru) – Invencible

Rock Latino

*** post em parceria com Nanda Cabrera, Thiago Gil, Fernanda Barreto e Dave Comincioli

Listas

Especial Dia do Amigo – As grandes amizades da música latina

Publicado

em

Laura Pausini - Alejandro Sanz: Dia do Amigo!

Bom, hoje é um dos 365 dias do amigo que temos por ano. Não neguem… Dia sim, dia não alguém diz que é dia do amigo, mas hoje é de verdade. A gente jura. A celebração é em 20 de julho para marcar a chegada homem à lua.
E sabem o que é mais legal? Daqui a dez dias ainda é o Dia Internacional da Amizade.

Mas o dia do amigo é hoje mesmo. Pensando nisso, e como não podia deixar de ser, o LatinPop Brasil preparou uma lista especial para relembrar 5 grandes amizades do mundo da música. Porque dizem que a música está cheia de amizades falsas, mas tem gente que prova que existe sim amizade real. Estão prontos?

Especial Dia do Amigo – As grandes amizades da música latina

Laura Pausini e Alejandro Sanz

Sendo o LatinPop Brasil um site dedicado à música latina, em espanhol e italiano, nada mais justo do que começar essa lista com um par que une os dois idiomas: Laura Pausini e Alejandro Sanz, que depois da colaboração em 2013, com Viveme, não se desgrudaram mais… Eles se reencontraram no La Voz Espanha, agora no La Banda. Aliás, a amizade é tão forte que atravessa gerações… É sério. A Laura contou no La Voz que o primeiro beijo da sua filha, Paola, foi no filho do Alejandro, Dylan.

Pablo Alborán e Ricky Martin

Também cruzamos fronteiras com o relacionamento do Pablo Alborán e Ricky Martin, que muitas más línguas até dizem que vai além do palco… Principalmente depois do Retiro Espiritual que eles fizeram juntos. Mas isso importa somente pra Gaby. A gente só quer sber do lado musical. E queremos mais colaborações. Para ontem.

Emma e Elisa

Se a amizade da Laura Pausini e do Alejandro Sanz gerou uma colaboração, aqui foi a contrário. Uma colaboração gerou uma amizade. As duas não se conheciam, até que, em 2014, a Elisa convidou a Emma para uma participação na sua L’anima Vola Tour. E então elas não se desgrudaram mais. A

Alejandro Parreño e Chenoa

Falando em amizades e talent shows… O Alejandro e a Chenoa se conheceram há quase 16 anos, quando estavam os dois na primeira edição do Operación Triunfo. Os fãs sempre lamentaram o fato de eles não terem cantado nenhuma música juntos na academia, apenas do Disco del Deporte. Eles recompensaram isso no segundo disco solo do Alejandro, com a excelente Dime Si Lloras.

J-Ax e Fedez

Mais do que amigos, sócios. Juntos eles fundaram o selo discográfico Newtopia com o qual eles produziram os próprios discos em parceria com a Sony Music Italia. Aqui a amizade é tanta que quando a imprensa ataca um, ataca os dois. Seja no caso do monopólio dos direitos autorais na Itália, seja pelos dois rappers serem jurados de talent shows (Fedez do X Factor e J-Ax no finado The Vocie). Duetos? Depois de muitos para o disco de um ou de outro, eles decidiram lançar um álbum inteiro juntos, a começar pelo super hit Vorrei Ma Non Posto.

Continuar Lendo

Listas

5 canções para espantar o azar na sexta-feira 13

Publicado

em

Shakira durante o The Voice

Seja qual for o mês, quando o dia 13 cai numa sexta-feira todo mundo sai com o pé atrás de casa. Dizem que é dia de azar no Brasil! A Wikipedia explica assim:

O número 13 é considerado de má sorte. Na numerologiao número 12 é considerado de algo completo, como por exemplo: 12 meses no ano, 12 tribos de Israel, 12 apóstolos de Jesus ou 12 constelações do Zodíaco. Já o 13 é considerado um número irregular, sinal de infortúnio. A sexta-feira foi o dia em que Jesus foi crucificado e também é considerado um dia de azar. Somando o dia da semana de azar (sexta) com o número de azar (13) tem-se pela tradição, o mais azarado dos dias.

Existe até uma fobia para esse dia, com direito a rima e tudo! Triscaidecafobia é um medo irracional e incomum do número 13. O medo específico da sexta-feira 13 (fobia) é chamado de parascavedecatriafobia ou frigatriscaidecafobia.

Mas vamos relaxar! Afinal de contas, no mundo hispânico o dia de azar é martes (terça-feira) 13. Ou seja, não há um embasamento científico pra tudo isso. É apenas lenda urbana que vai sendo disseminada de geração para geração.

Como a gente não é Bobo (alô J Balvin!) nem nada, listamos cinco músicas que só falam de sorte (ou de má sorte, né Joy?) nesta sexta-feira, 13 de julho!

5 canções para espantar o azar nesta sexta-feira 13
Suerte – Paty Cantú

Suerte – Shakira

Buona Fortuna Amore – Nesli

Un Dia De Suerte – Alejandra Guzmán

La De La Mala Suerte – Jesse & Joy

E qual é a sua música particular de buenas vibras?

Continuar Lendo
Anunciantes

Playlists

Anunciantes
X