Connect with us

Listas

5 razões que fazem da El Dorado World Tour, da Shakira, um programa imperdível

Published

on

Shakira vem ao Brasil em outubro

A semana é da Shakira, bebê!

A colombiana vem ao Brasil para dois shows apresentando a El Dorado World Tour em São Paulo (21/10), praça em que já tem o sold out, e Porto Alegre (23/10), onde ainda restam pouquíssimos ingressos à venda.

Não que a gente precise te dar motivos para achar que qualquer evento com a Shakira seja imperdível, mas se te resta alguma dúvida de que vale a pena desembolsar alguns reais para ver a musa em ação, aqui vão eles!

+ Leia Mais: Cantora é orientada a não falar sobre política no Brasil

5 razões para não perder a El Dorado World Tour, da Shakira

1 – A última vez foi há sete anos

A última apresentação de Shakira no Brasil, em turnê, foi no ano de 2011, com a The Sun Comes Out World Tour, que iniciou em 2010, após o lançamento de seus álbuns She Wolf e Sale el Sol. E se ela demorar mais esse tempo todo para voltar?

 

 

2 – Shak mamãe

Logo, se faz sete anos que ela veio pela última vez, esta será a primeira vez que veremos a Shakira mamãe de Milan e Sasha em ação ao vivo.

E, sim, vamos morrer de inveja daquele rebolado todo, daquele corpão todo, mesmo depois de dois filhos.

 

3 – Setlist

Já deram uma olhada no setlist? Vai ter surra de hinos, sim! Shakira soube mesclar muito bem seus sucessos mais antigos com o repertório atual do premiadíssimo El Dorado. De Estoy Aqui a Chantaje, você vai poder cantar de tudo!

4 – Saúde vocal

Vocês estão lembrados de que toda a turnê foi adiada em função de um gravíssimo problema vocal que afastou Shakira da música no fim do ano passado? Dúvidas de que ela está pleníssima a gente não tem, mas quem não quer conferir seu vozeirão ao vivo outra vez?

5 – Shakira, né mores?

Totalmente autoexplicativo. Rainha da música latina, diva internacional. Reconhecida nos quatro cantos do globo terrestre. De Barranquilla para o mundo.

E aí, quem vem?

El Dorado World Tour – Shakira no Brasil

São Paulo

Data: 21 de outubro de 2018 (domingo)
Local: Allianz Parque (Av. Francisco Matarazzo, 1705 – Água Branca, São Paulo /SP)
Horário: 15h30 (abertura dos portões)
Preço: R$ 120 a R$ 570 (valor não inclui taxa de conveniência)
Ingressos: http://www.livepass.com.br/ e www.myticket.com.br
Classificação etária: 16 anos desacompanhados. Menores de 16 anos apenas acompanhados dos pais/responsáveis legais

Porto Alegre

Data: 23 de outubro de 2018 (terça-feira)
Local: Arena do Grêmio (Av. Padre Leopoldo Brentano, 110 – Humaitá, Porto Alegre/RS)
Horário: 16h00 (abertura dos portões)
Preço: R$ 115 a R$ 490 (valor não inclui taxa de conveniência)
Ingressos: http://www.livepass.com.br/ e www.myticket.com.br
Classificação etária: 16 anos desacompanhados. Menores de 16 anos apenas acompanhados dos pais/responsáveis legais

Listas

Blue Monday – 10 músicas latinas para o dia mais triste do ano

Published

on

Shakira, Laura Pausini e Aitana em uma playlist especial com músicas latina para a Blue Monday, o dia mais triste do ano

Você já ouviu falar em Blue Monday? Se não, a gente explica. Blue Monday é literalmente o dia mais triste do ano. Assim de direto. Ah, sim. E em 2019 ela é hoje, 21 de janeiro.

A expressão surgiu em 2005 em um press release da empresa Sky Travel, que alega que fez uma série de cálculos para determinar a depressão deste dia.

A Blue Monday quase todos os anos é a terceira segunda-feira do ano (mas já caiu também na segunda e na quarta). O “cálculo” aponta o dia em que “já passou aquela empolgação das festas e a realidade do ano novo, em que nada mudou, já bateu“.

Não, essa descrição não era pra deixar você triste mesmo. Mas é assim que é definido.

E como a gente sabe que tem gente que em dias de tristeza gosta mesmo de se afundar nas lágrimas, preparamos uma lista de músicas que… bem, animar não vão. Ops.

Blue Monday – 10 músicas latinas para o dia mais triste do ano

Si Tú no Estas Aqui – Rosana

Se você não está aqui, que diabos eu faço te amando?” Doeu, hein?

Jueves – La Oreja de Van Gogh

“Jueves é a história de amor que a gente nunca quis escrever“, explica o La Oreja de Van Gogh. E que história. Ela foi baseada no diário de uma das vítimas dos atentados aos trens de Madri em 11 de março de 2004. Ela estava apaixonada por um homem que tomava o transporte por ela.

Me Dediqué A Perderte – Alejandro Fernández

Com esse título, precisa falar mais?

No – Shakira

A colombiana narra como se sente uma pessoa quando ela tem o coração despedaçado. Se isso não é pra chorar…

La Solitudine – Laura Pausini

O Marco foi e não vai mais voltar. E ela fica como? Na sofrência.

Vas A Quedarte – Aitana

Em Vas A Quedarte, ela admite que errou e que o relacionamento acabou por culpa sua. Ela pede uma segunda chance e diz que dessa vez vai cuidar do relacionamento. O mais triste de tudo é que, apesar de Aitana nunca ter admitido com todas as palavras, Vas A Quedarte é uma história real.

A Gritos de Esperanza – Álex Ubago

Uma lista de músicas latinas tristes sem Álex Ubago não é uma lista de músicas latinas tristes. Seja pro Blue Monday ou não.

Tal Vez Te Acuerdes de Mi – Andrés Suárez

“Talvez você se lembre de mim e eu talvez me olvide de ti”. 

Caruso – Lucio Dalla

Nem todas as tristezas do mundo são por amores perdidos. Neste clássico italiano, é a despedida. Uma letra igualmente linda. E triste.

Sere Nere – Tiziano Ferro

As noites negras do Tiziano Ferro não poderiam faltar para fechar essa lista, né?

E aí, pra você qual é a música latina triste que não pode faltar nessa Blue Monday?

Continue Reading

Listas

Feliz cumpleaños, Manuel Carrasco! A evolução em 10 vídeos!

Published

on

Manuel Carrasco faz aniversário em 15 de janeiro




Manuel Carrasco é como bom vinho. Neste domingo, 15 de janeiro, o espanhol completa 38 anos com carinha de 20 e talento de gente grande! E não podemos esquecer que, agora, ele está de visual novo, sem as longas madeixas que o caracterizavam.

Nascido no pequeno povoado de Isla Cristina, província de Huelva, no extremo sul da Espanha, ele pouco lembra o jovem revelado na segunda edição do reality show Operación Triunfo, ainda na TVE, quando ficou atrás de Ainhoa Cantalapiedra.

O menino tímido virou artista do mundo. Fã confesso de Alejandro Sanz, suas principais atuações no programa foram com o repertório do ídolo, hoje amigo. E de lá para cá, mais de uma década depois, as transformações físicas de Carrasco acompanharam a evolução de sua música.

Quanto mais belo, mais boa música ele nos deu. Vamos relembrar a trajetória do andaluz, dono dos olhos verdes mais cativantes da música latina?

Feliz cumpleaños, Manuel Carrasco! Feliz aniversário!

1 – Corazón Partio (2003)

2 – Quiéreme (2003)

3 – Sabrás (2004)

4 – Y Ahora (2006)

5 – Que Nadie (2009)

6 – Otoño, octubre (2011)

7 –  Habla (2012)

8 – No Dejes de Soñar (2013)

9 – Ya No (2015)

10 – Me Dijeron de Pequeño

Bônus track – Mujer Extraña ao vivo

Se você nunca viu Manuel Carrasco ao vivo, não perca tempo. É uma metamorfose. Este vídeo é um clássico: Mujer Extraña foi o primeiro single do segundo álbum da carreira do cantor, intitulado com seu nome. Foi o início da transformação. As imagens foram gravadas em 2006 e não têm desperdício. Assistam do início ao fim!




Continue Reading
Advertisement

Playlists

Advertisement
X