Connect with us

Listas

5 razões para esperar por Mar de Colores, o novo álbum de Alvaro Soler

Published

on

Alvaro Soler vai lançar Mar de Colores

Quem está ligadinho no LatinPop Brasil já sabe: sexta-feira, 7 de setembro, em pleno feriadão do Dia da Independência, chega um dos álbuns mais esperados do ano. Estamos falando de Mar de Colores, o segundo projeto discográfico da carreira meteórica de Alvaro Soler.

E se você ainda não está ansioso para ouví-lo, vamos te dar cinco razões para colocar a data na agenda e correr para o Spotify assim que bater a meia-noite. Quer ver só?

5 razões para ouvir Mar de Colores, o novo disco do Alvaro Soler

Agosto

Agosto foi o primeiro disco do espanhol e pegou toda a indústria latina de surpresa. Com uma sonoridade semelhante à de Juanes, mas com toques muito particulares, Alvaro Soler mostrou logo de cara que tinha chegado para ficar.

De lá saiu o mega hit El Mismo Sol, que logo depois ganhou um remix com Jennifer Lopez, e uma versão deluxe – Eterno Agosto – com outro hino, Sofia.

La Cintura

Mar de Colores chegou apresentado por nada menos do que La Cintura, sem dúvida uma das músicas do ano. Com uma carta de apresentação dessas, bicho… A gente não consegue nem imaginar o que vem por aí.

E a música já tão superlativa em voo solo ganhou um remix estelar com Flo Rida e Tini.

Ella e Puebla

Ah sim, dá para esperar uma surra de hits. Olha só: nas última semanas, naquela contagem regressiva já tradicional da pré-venda do álbum, Soler liberou duas faixas inéditas para os fãs: Ella, uma canção super intimista, e uma explosão de sons em Puebla.

Se isso foi só um aperitivo…

Fotos novas

Disco novo, dezenas de fotos novas de divulgação. Não sejamos hipócritas, manas. Soler agrada ao ouvidos e aos olhos, né nom?

Alvaro Soler

Bonito, talentoso, simpático, poliglota, culto… sobram adjetivos para o artista de 27 anos, filho de mãe espanhola e pai alemão, que já morou no Japão e agora tem residência fixa em Berlim. Um cidadão do mundo que é, sem dúvida, um dos personagens mais carismáticos que pintaram na indústria latina na última década.

Só vem, Soler!

 

PS: Para quem não conhece a história do Alvaro Soler com o LatinPop Brasil, foi aqui que o gato viu a primeira matéria sobre ele. Sim! Ainda nem tinha verbete na Wikipedia e era um mero desconhecido até mesmo na sucursal latina de sua gravadora.

Sua explosão foi um fenômeno orgânico: explodiu, veja bem, na lista das músicas mais escutadas da Itália. O artigo, de 1º de maio de 2015, falava justamente sobre sua estreia no ranking, como um intruso hispânico entre os gigantes italianos.

Se você quiser relembrar é só clicar AQUI.

Um caso de amor que vai ganhar um segundo capítulo nesta sexta-feira, 7 de setembro, com Mar de Colores!

Listas

Blue Monday – 10 músicas latinas para o dia mais triste do ano

Published

on

Shakira, Laura Pausini e Aitana em uma playlist especial com músicas latina para a Blue Monday, o dia mais triste do ano

Você já ouviu falar em Blue Monday? Se não, a gente explica. Blue Monday é literalmente o dia mais triste do ano. Assim de direto. Ah, sim. E em 2019 ela é hoje, 21 de janeiro.

A expressão surgiu em 2005 em um press release da empresa Sky Travel, que alega que fez uma série de cálculos para determinar a depressão deste dia.

A Blue Monday quase todos os anos é a terceira segunda-feira do ano (mas já caiu também na segunda e na quarta). O “cálculo” aponta o dia em que “já passou aquela empolgação das festas e a realidade do ano novo, em que nada mudou, já bateu“.

Não, essa descrição não era pra deixar você triste mesmo. Mas é assim que é definido.

E como a gente sabe que tem gente que em dias de tristeza gosta mesmo de se afundar nas lágrimas, preparamos uma lista de músicas que… bem, animar não vão. Ops.

Blue Monday – 10 músicas latinas para o dia mais triste do ano

Si Tú no Estas Aqui – Rosana

Se você não está aqui, que diabos eu faço te amando?” Doeu, hein?

Jueves – La Oreja de Van Gogh

“Jueves é a história de amor que a gente nunca quis escrever“, explica o La Oreja de Van Gogh. E que história. Ela foi baseada no diário de uma das vítimas dos atentados aos trens de Madri em 11 de março de 2004. Ela estava apaixonada por um homem que tomava o transporte por ela.

Me Dediqué A Perderte – Alejandro Fernández

Com esse título, precisa falar mais?

No – Shakira

A colombiana narra como se sente uma pessoa quando ela tem o coração despedaçado. Se isso não é pra chorar…

La Solitudine – Laura Pausini

O Marco foi e não vai mais voltar. E ela fica como? Na sofrência.

Vas A Quedarte – Aitana

Em Vas A Quedarte, ela admite que errou e que o relacionamento acabou por culpa sua. Ela pede uma segunda chance e diz que dessa vez vai cuidar do relacionamento. O mais triste de tudo é que, apesar de Aitana nunca ter admitido com todas as palavras, Vas A Quedarte é uma história real.

A Gritos de Esperanza – Álex Ubago

Uma lista de músicas latinas tristes sem Álex Ubago não é uma lista de músicas latinas tristes. Seja pro Blue Monday ou não.

Tal Vez Te Acuerdes de Mi – Andrés Suárez

“Talvez você se lembre de mim e eu talvez me olvide de ti”. 

Caruso – Lucio Dalla

Nem todas as tristezas do mundo são por amores perdidos. Neste clássico italiano, é a despedida. Uma letra igualmente linda. E triste.

Sere Nere – Tiziano Ferro

As noites negras do Tiziano Ferro não poderiam faltar para fechar essa lista, né?

E aí, pra você qual é a música latina triste que não pode faltar nessa Blue Monday?

Continue Reading

Listas

Feliz cumpleaños, Manuel Carrasco! A evolução em 10 vídeos!

Published

on

Manuel Carrasco faz aniversário em 15 de janeiro




Manuel Carrasco é como bom vinho. Neste domingo, 15 de janeiro, o espanhol completa 38 anos com carinha de 20 e talento de gente grande! E não podemos esquecer que, agora, ele está de visual novo, sem as longas madeixas que o caracterizavam.

Nascido no pequeno povoado de Isla Cristina, província de Huelva, no extremo sul da Espanha, ele pouco lembra o jovem revelado na segunda edição do reality show Operación Triunfo, ainda na TVE, quando ficou atrás de Ainhoa Cantalapiedra.

O menino tímido virou artista do mundo. Fã confesso de Alejandro Sanz, suas principais atuações no programa foram com o repertório do ídolo, hoje amigo. E de lá para cá, mais de uma década depois, as transformações físicas de Carrasco acompanharam a evolução de sua música.

Quanto mais belo, mais boa música ele nos deu. Vamos relembrar a trajetória do andaluz, dono dos olhos verdes mais cativantes da música latina?

Feliz cumpleaños, Manuel Carrasco! Feliz aniversário!

1 – Corazón Partio (2003)

2 – Quiéreme (2003)

3 – Sabrás (2004)

4 – Y Ahora (2006)

5 – Que Nadie (2009)

6 – Otoño, octubre (2011)

7 –  Habla (2012)

8 – No Dejes de Soñar (2013)

9 – Ya No (2015)

10 – Me Dijeron de Pequeño

Bônus track – Mujer Extraña ao vivo

Se você nunca viu Manuel Carrasco ao vivo, não perca tempo. É uma metamorfose. Este vídeo é um clássico: Mujer Extraña foi o primeiro single do segundo álbum da carreira do cantor, intitulado com seu nome. Foi o início da transformação. As imagens foram gravadas em 2006 e não têm desperdício. Assistam do início ao fim!




Continue Reading
Advertisement

Playlists

Advertisement
X