Connect with us

Listas

5 razões para esperar por Mar de Colores, o novo álbum de Alvaro Soler

Published

on

Alvaro Soler fala sobre a nova etapa da carreira

Quem está ligadinho no LatinPop Brasil já sabe: sexta-feira, 7 de setembro, em pleno feriadão do Dia da Independência, chega um dos álbuns mais esperados do ano. Estamos falando de Mar de Colores, o segundo projeto discográfico da carreira meteórica de Alvaro Soler.

E se você ainda não está ansioso para ouví-lo, vamos te dar cinco razões para colocar a data na agenda e correr para o Spotify assim que bater a meia-noite. Quer ver só?

5 razões para ouvir Mar de Colores, o novo disco do Alvaro Soler

Agosto

Agosto foi o primeiro disco do espanhol e pegou toda a indústria latina de surpresa. Com uma sonoridade semelhante à de Juanes, mas com toques muito particulares, Alvaro Soler mostrou logo de cara que tinha chegado para ficar.

De lá saiu o mega hit El Mismo Sol, que logo depois ganhou um remix com Jennifer Lopez, e uma versão deluxe – Eterno Agosto – com outro hino, Sofia.

La Cintura

Mar de Colores chegou apresentado por nada menos do que La Cintura, sem dúvida uma das músicas do ano. Com uma carta de apresentação dessas, bicho… A gente não consegue nem imaginar o que vem por aí.

E a música já tão superlativa em voo solo ganhou um remix estelar com Flo Rida e Tini.

Ella e Puebla

Ah sim, dá para esperar uma surra de hits. Olha só: nas última semanas, naquela contagem regressiva já tradicional da pré-venda do álbum, Soler liberou duas faixas inéditas para os fãs: Ella, uma canção super intimista, e uma explosão de sons em Puebla.

Se isso foi só um aperitivo…

Fotos novas

Disco novo, dezenas de fotos novas de divulgação. Não sejamos hipócritas, manas. Soler agrada ao ouvidos e aos olhos, né nom?

Alvaro Soler

Bonito, talentoso, simpático, poliglota, culto… sobram adjetivos para o artista de 27 anos, filho de mãe espanhola e pai alemão, que já morou no Japão e agora tem residência fixa em Berlim. Um cidadão do mundo que é, sem dúvida, um dos personagens mais carismáticos que pintaram na indústria latina na última década.

Só vem, Soler!

 

PS: Para quem não conhece a história do Alvaro Soler com o LatinPop Brasil, foi aqui que o gato viu a primeira matéria sobre ele. Sim! Ainda nem tinha verbete na Wikipedia e era um mero desconhecido até mesmo na sucursal latina de sua gravadora.

Sua explosão foi um fenômeno orgânico: explodiu, veja bem, na lista das músicas mais escutadas da Itália. O artigo, de 1º de maio de 2015, falava justamente sobre sua estreia no ranking, como um intruso hispânico entre os gigantes italianos.

Se você quiser relembrar é só clicar AQUI.

Um caso de amor que vai ganhar um segundo capítulo nesta sexta-feira, 7 de setembro, com Mar de Colores!

X