Connect with us

Listas

5 motivos para não perder os shows da Laura Pausini no Brasil

Published

on

Laura Pausini traz ao Brasil a sua Fatti Sentire World Tour

Está chegando a hora, fãs da Laura Pausini. Vocês ouviram o que eu disse: está chegando a hora de mais uma turnê da Laura Pausini no Brasil e a gente está como?

A resposta é: impactados. Emocionados. Ansiosos. Emocionados. Saltitantes. Já dissemos emocionados?

Ah, sim, e separando o powerbank pra fazer mil Insta Stories e talvez alguns lives pra vocês no Instagram do LatinPop Brasil. #Dica: ativem as notificações!

Não que precise, mas ainda assim aí vão 5 motivos para você não perder de jeito nenhum os shows da Laura Pausini por aqui, seja ao vivo ou pelas nossas redes sociais.

5 motivos para não perder os shows da Laura Pausini no Brasil

Vamos a eles?

1 – Porque os clássicos nunca faltam…

Não é fácil montar uma setlist para uma artista 25 anos de carreira e mais hits do que é possível contar com os dedos da mão e dos pés juntos. A própria Laura Pausini admite isso. É um dos motivos pelo qual ela sempre faz alguns medleys  para cantar o maior número de músicas possíveis.

Mais alguns clássicos, ah, esses nunca faltam. VivimiTra Te e Il Mare, Invece No, La Solitudine… Essas você já pode ir praticando (isso se já não tem decoradas!)

2 – … e nem os novos hits!

Sabe o que isso quer dizer? Que você pode separar o lencinho para chorar horrores com SimiliNon È DettoLato Destro Del Cuore. Mas que também tem que ensaiar as coreografias do remix de Nadie Ha Dicho E.STA.A.TE. E vamos torcer para Innamorata entrar no setlist do Brasil, já que em toda a etapa latino-americana da turnê ela não apareceu.

3 – Olar, você já ouviu essa mulher cantando?

Dispensa comentários. Aperte o play.

De nada.

4 – Ela sempre canta em português

Poucos artistas escutam tanto os fãs da Laura Pausini. Cada show é especial, pensado para o público local. Ela sabe o que cada país quer ouvir e faz questão de atender, na medida do possível. Isso quer dizer que sempre rola pelo o menos uma música em português pra a gente se apaixonar ainda mais pelo sotaque da Rainha da Itália.

5 – Você lembra o que ela fez em 2016? Então…

Em 2016, um rompimento de cabos atrasou o show que abria a turnê brasileira em São Paulo. O que Laura Pausini fez? Esperou pacientemente no camarim?

Nananinanão.

Ela foi pro palco, pediu desculpas pelo atraso e… Ficou. Bateu papo com os fãs, rebolou, fez piada, cantou. Não arredou o pé dali até confirmarem que os problemas tinham sido resolvidos e o show podia começar. Clica aqui pra relembrar tudo!

Bem-vinda de volta ao Brasil, Laura Pausini. Bem-vinda de volta à sua casa!

Laura Pausini Fatti Sentire World Tour – Laura Pausini no Brasil

São Paulo

Data: 20 e 21 de agosto
Local: Credicard Hall (Av. das Nações Unidas, 17955 – Vila Almeida, São Paulo – SP)
Horário: 21h30
Preço: de R$ 100 a R$ 700

Brasília

Data: 23 de agosto
Local: CCUG Centro de Convenções Ulysses Guimarães (St. de Divulgação Cultural 05 Eixo Monumental – Brasília, DF)
Horário: 21h00
Preço: de R$ 200 a R$ 400

Recife

Data: 25 de agosto
Local: Classic Hall (Av. Agamenon Magalhães, S/N – Salgadinho, Olinda – PE)
Horário: 22h00
Preço: Ingressos Esgotados

Curitiba

Data: 27 de agosto
Local: Teatro Positivo (R. Prof. Pedro Viriato Parigot de Souza, 5300 – Campo Comprido, Curitiba – PR)
Horário: 21h00
Preço: de R$ 400 a R$ 1100

Listas

Blue Monday – 10 músicas latinas para o dia mais triste do ano

Published

on

Shakira, Laura Pausini e Aitana em uma playlist especial com músicas latina para a Blue Monday, o dia mais triste do ano

Você já ouviu falar em Blue Monday? Se não, a gente explica. Blue Monday é literalmente o dia mais triste do ano. Assim de direto. Ah, sim. E em 2019 ela é hoje, 21 de janeiro.

A expressão surgiu em 2005 em um press release da empresa Sky Travel, que alega que fez uma série de cálculos para determinar a depressão deste dia.

A Blue Monday quase todos os anos é a terceira segunda-feira do ano (mas já caiu também na segunda e na quarta). O “cálculo” aponta o dia em que “já passou aquela empolgação das festas e a realidade do ano novo, em que nada mudou, já bateu“.

Não, essa descrição não era pra deixar você triste mesmo. Mas é assim que é definido.

E como a gente sabe que tem gente que em dias de tristeza gosta mesmo de se afundar nas lágrimas, preparamos uma lista de músicas que… bem, animar não vão. Ops.

Blue Monday – 10 músicas latinas para o dia mais triste do ano

Si Tú no Estas Aqui – Rosana

Se você não está aqui, que diabos eu faço te amando?” Doeu, hein?

Jueves – La Oreja de Van Gogh

“Jueves é a história de amor que a gente nunca quis escrever“, explica o La Oreja de Van Gogh. E que história. Ela foi baseada no diário de uma das vítimas dos atentados aos trens de Madri em 11 de março de 2004. Ela estava apaixonada por um homem que tomava o transporte por ela.

Me Dediqué A Perderte – Alejandro Fernández

Com esse título, precisa falar mais?

No – Shakira

A colombiana narra como se sente uma pessoa quando ela tem o coração despedaçado. Se isso não é pra chorar…

La Solitudine – Laura Pausini

O Marco foi e não vai mais voltar. E ela fica como? Na sofrência.

Vas A Quedarte – Aitana

Em Vas A Quedarte, ela admite que errou e que o relacionamento acabou por culpa sua. Ela pede uma segunda chance e diz que dessa vez vai cuidar do relacionamento. O mais triste de tudo é que, apesar de Aitana nunca ter admitido com todas as palavras, Vas A Quedarte é uma história real.

A Gritos de Esperanza – Álex Ubago

Uma lista de músicas latinas tristes sem Álex Ubago não é uma lista de músicas latinas tristes. Seja pro Blue Monday ou não.

Tal Vez Te Acuerdes de Mi – Andrés Suárez

“Talvez você se lembre de mim e eu talvez me olvide de ti”. 

Caruso – Lucio Dalla

Nem todas as tristezas do mundo são por amores perdidos. Neste clássico italiano, é a despedida. Uma letra igualmente linda. E triste.

Sere Nere – Tiziano Ferro

As noites negras do Tiziano Ferro não poderiam faltar para fechar essa lista, né?

E aí, pra você qual é a música latina triste que não pode faltar nessa Blue Monday?

Continue Reading

Listas

Feliz cumpleaños, Manuel Carrasco! A evolução em 10 vídeos!

Published

on

Manuel Carrasco faz aniversário em 15 de janeiro




Manuel Carrasco é como bom vinho. Neste domingo, 15 de janeiro, o espanhol completa 38 anos com carinha de 20 e talento de gente grande! E não podemos esquecer que, agora, ele está de visual novo, sem as longas madeixas que o caracterizavam.

Nascido no pequeno povoado de Isla Cristina, província de Huelva, no extremo sul da Espanha, ele pouco lembra o jovem revelado na segunda edição do reality show Operación Triunfo, ainda na TVE, quando ficou atrás de Ainhoa Cantalapiedra.

O menino tímido virou artista do mundo. Fã confesso de Alejandro Sanz, suas principais atuações no programa foram com o repertório do ídolo, hoje amigo. E de lá para cá, mais de uma década depois, as transformações físicas de Carrasco acompanharam a evolução de sua música.

Quanto mais belo, mais boa música ele nos deu. Vamos relembrar a trajetória do andaluz, dono dos olhos verdes mais cativantes da música latina?

Feliz cumpleaños, Manuel Carrasco! Feliz aniversário!

1 – Corazón Partio (2003)

2 – Quiéreme (2003)

3 – Sabrás (2004)

4 – Y Ahora (2006)

5 – Que Nadie (2009)

6 – Otoño, octubre (2011)

7 –  Habla (2012)

8 – No Dejes de Soñar (2013)

9 – Ya No (2015)

10 – Me Dijeron de Pequeño

Bônus track – Mujer Extraña ao vivo

Se você nunca viu Manuel Carrasco ao vivo, não perca tempo. É uma metamorfose. Este vídeo é um clássico: Mujer Extraña foi o primeiro single do segundo álbum da carreira do cantor, intitulado com seu nome. Foi o início da transformação. As imagens foram gravadas em 2006 e não têm desperdício. Assistam do início ao fim!




Continue Reading
Advertisement

Playlists

Advertisement
X