Conecte com a gente

Listas

10 álbuns latinos que completam 20 anos em 2018

Publicado

em

Dónde Están Los Ladrones? foi o segundo álbum global da Shakira

Alguns dos clássicos latinos que você canta até hoje saíram de 1998, direto do túnel do tempo, e vão completar 20 anos neste 2018.

Foi uma temporada pródiga para o mercado. Quer só um exemplo? Foi neste ano que a Shakira estreou o antológico Dónde Están Los Ladrones?, dos hits Ciega Sordomuda, No Creo e Ojos Así. 

Mais um gostinho do que foi aquele ano? Copa do Mundo da França, de péssima lembrança para os brasileiros no âmbito futebolístico e ótimas no musical: o tema oficial era de Ricky Martin, que publicou em 1998 o disco Vuelve com o single La Copa De La Vida.

Vamos abrir o baú?

Os discos latinos que completam 20 anos em 1998?

Shakira – Dónde Están Los Ladrones?

Esse foi o segundo álbum lançado globalmente por Shakira e chegou ao mercado em setembro de 1998. O single de apresentação foi Ciega, Sordomuda, seguido por Tú, Inevitable, No Creo, Ojos Asi e Moscas En La Casa. Surra de hits que vendeu mais de 8,5 milhões de cópias ao redor do mundo.

Ricky Martin – Vuelve

Com direito a um Grammy de Melhor Álbum Pop Latino, Vuelve chegou às prateleiras em fevereiro com a missão de embalar a Copa do Mundo a ser realizada na França naquele ano. Ao todo, foram incríveis dez singles: No Importa La Distancia, Vuelve, La Copa De La Vida, La Bomba, Perdido Sin Ti, Por arriba por abajo, Casi Un Bolero, Corazonado, Asi Es La Vida e Marcia Baila. Ufa! A tracklist ainda tinha Lola, Lola e uma canção composta por Ricky Martin e Renato Russo: Gracias Por Pensar En Mi.

Enrique Iglesias – Cosas Del Amor

Enrique Iglesias perdeu a disputa pelo Grammy Awards para Ricky Martin justamente com esse álbum, que teve vida curta apesar do sucesso de crítica. Apenas dois singles promoveram o terceiro trabalho de estúdio da carreira do espanhol: Esperanza e Nunca Te Olvidaré.

Laura Pausini – La Mia Risposta / Mi Respuesta

Rainha faz assim, né Laura Pausini? Em outubro de 1998, ela lançou as versões em italiano e espanhol do seu quarto disco de inéditas e vendeu cerca de quatro milhões de cópias mundo afora. Os singles? Hit atrás de hit: Un’emergenza d’amore, In Assenza Di Te e La Mia Risposta ainda são entoadas pelos fãs da cantora em suas turnês.

Rosana – Luna Nueva

Temos fãs da Rosana Arbelo por aí? Faz duas décadas que a espanhola publicou seu segundo disco e trouxe pérolas para o cancioneiro latino como Contigo, Domingo En El Cielo, Amainará ou Ya Lo Siento.

Luis Fonsi – Comenzaré

Muito antes de Despacito, Luis Fonsi estreava no mercado com Comenzaré, que foi lançado apenas em Porto Rico e nos Estados Unidos. O que não impediu, é claro, que singles como Perdóname rompessem fronteiras e entrasse para o hinário do borícua.

Gloria Esfefan – Glória!

O sétimo álbum de Gloria Estefan como solista chegou no mês de junho e, apesar de ser quase todo composto por canções em inglês, deixou uma joia rara para a música latina: Oye!

Eros Ramazzotti – Eros Live

Com direito a duetos com Tina Turner e Joe Cocker, Eros Ramazzotti abalou o mercado com o lançamento de Eros Live, em outubro de 1998. Aqui no Brasil, por exemplo, o disco vendeu mais de 100 mil cópias, se tornando o trabalho de maior sucesso do italiano em terras tupiniquins.

Malú – Aprendiz

Faz exatamente 20 anos que Malú despontou para o mercado latino com Aprendiz, que vendeu mais de 650 mil cópias na Espanha. Foram quatro discos de platina e mais de 60 semanas entre os 50 mais vendidos no país.

Chayanne – Atado A Tu Amor

Dejaria Todo, Salomé, Nadie Como Tú e Refugio de Amor (feat Vanessa Williams) são só alguns dos singles extraídos do nono álbum da carreira de Chayanne, que chegou ao mercado em 29 de setembro de 1998.

É o disco de maior sucesso da carreira do porto-riquenho e foi incluído na lista 10 álbuns para escutar antes de morrer, da Sony Music, publicada em 2012.

Listas

8 músicas latinas para acompanhar a Copa da Rússia

Publicado

em

Uma coisa é certa: a Copa da Rússia será ao som de música latina

Quem acompanha o LatinPop Brasil sabe: o que não falta é música latina para acompanhar Copa da Rússia. De todos os estilos e países, um monte de artistas lançou singles pensando especialmente na empolgação com os jogos.

E como a gente aqui adora música boa e futebol, preparamos um guia para ninguém se perder no meio de tantos ritmos. Fica a dica para animar a galera nos intervalos das partidas. Porque a gente só espera que não role nenhum 7×1 dessa vez, né?

7 músicas latinas para acompanhar a música Copa da Rússia

1 – Live It Up – Nicky Jam com Era Istrefi e Will Smith

Que bonito, que alegria, que beleza. Falamos de música latina e vocês me começam com uma em inglês? Mas é Nicky Jam. E é o hino oficial da Copa. Não dava pra ser diferente.

2 – Se Vive Mejor – Antonio José e Juan Magán

Melhor aumentar a latinidade dessa lista. E para isso, nada melhor do que essa mistura de estilos do Antonio José com o Juan Magán. Porque o pop aflamencado com um pouquinho de eletrolatino funciona melhor do que pode parecer.

3 – 90 Minutos (Fútbol Mode) – Prince Royce feat. ChocQuibTown

E por falar em mistura boa…

4 – Colors – Jason Derulo e Maluma

Muita gente achou que essa seria a música oficial da Copa da Rússia. Na verdade ela é “apenas” a música dos comerciais da Coca-Cola. Mas é da Copa. Então não poderia faltou.

5 – Positivo – J Balvin

Vocês realmente acharam que o J Balvin iria ficar de fora dessa? Pois acharam errado. E ele foi um dos primeiros, hein?

6 – Y Dale Alegría a Mi Corazón – Lali

O difícil aqui é acompanhar a letra com a Lali e não cantar a versão que as torcidas cantam nos estádios, inclusive Brasil e fora…

7 – El Gladiador Mexicano – Maná

Apaixonadíssimos por esportes, o Maná também tem uma música criada especialmente para apoiar a seleção mexicana!

8 – Vamos Por La Estrella – Sofia Reyes, Paty Cantú e Kap G

E por falar em México…

 

E ainda dá tempo de lançar a sua música para a Copa da Rússia, viu Shakira? #Dica

Continuar Lendo

Listas

Copa do Mundo: os representantes latinos no Mundial da Rússia

Publicado

em

Copa do Mundo: veja um representante da música de cada país latino do Mundial

Vai começar a Copa do Mundo de 2018 e se existe uma coisa que a gente sabe que todo latino gosta é música e futebol!

Nesta edição, os países com idiomas oriundos do latim serão 11, incluindo o Brasil. E, para nossa tristeza visual e auditiva, não teremos a tetracampeã Itália, que não conseguiu a classificação para participar do evento.

E tem música boa para onde quer que a gente olhe. Que tal passear pela cultura musical dos nossos hermanos?

Os latinos na Copa do Mundo da Rússia: um representante musical para cada país
Argentina

Lali? Tini? As musas todo mundo já conhece. Que tal exaltar o talento do Luciano Pereyra, um dos nomes mais respeitados do mercado latino?

Luciano Pereyra

Maestro em qualquer ritmo!

Colômbia

A Colômbia está na moda. De lá, além dos veteranos Shakira (saudades!) e Juanes, são os superastros J Balvin e Maluma. Mas que tal ouvir algo diferente do país que mais exporta música latina atualmente?

Morat 

Uma das melhores bandas do momento sim, claro ou com certeza?

Costa Rica

Falou em música da Costa Rica, o primeiro nome é o dela: Debi Nova!

Debi Nova

Diva sim!

Espanha

Daria para fazer uma lista inteirinha só de bons embaixadores da música espanhola para a Copa do Mundo, mas aqui a gente é team Alvaro Soler, ok?

Alvaro Soler

Mozão, dono dos melhores hits, crush e todos os adjetivos que vocês quiserem!

França

Sim, monamour, o francês também é um idioma latino. Aqui no LatinPop Brasil, você acompanha as novidades musicais do país na coluna mensal Uh La La! A gente ainda não esqueceu 1998, mas nem por isso vamos deixá-los de fora da lista, né?

Madame Monsieur

México

Ufa, aqui complicou! Como escolher um único embaixador musical mexicano? Tá, vamos com dois: os irmãos Huerta, Jesse y Joy!

Jesse y Joy

Reis da sofrência, mas que sabem emocionar em qualquer ritmo!

Panamá

Aqui não tem pra ninguém: o dono é Joey Montana!

Joey Montana

E a melhor parte: ele ama futebol!

Peru

E vocês acharam que não teríamos nenhum representante peruano nessa lista? Vem conhecer a Anna Carina!

Anna Carina

Aquela descoberta que você respeita!

Portugal

Ora, pois! E tem música portuguesa muito boa, sim senhores!

D.A.M.A.

Música delicinha!

Uruguai

Aqui é fácil. Embaixador do Uruguai na Copa, na música, no mundo todo.

Jorge Drexler

Um gênio, apenas!

Mas, LatinPop, e o Brasil?

É claro que tem brazuca nessa lista! E, por falta de um, vamos com dois dos nossos embaixadores no mercado latino atual: Nego do Borel e Anitta! E com Wesley Safadão de brinde!

Agora é bola rolando e muita música para acompanhar a maratona futebolística!

Continuar Lendo
Anunciantes
Anunciantes
X