Principal / Entrevistas / [Exclusivo] Manel Navarro: “Não me importa que não apostem por mim no Eurovision”
Manel Navarro será o representante da Espanha no Eurovision 2017
Foto: Divulgação

[Exclusivo] Manel Navarro: “Não me importa que não apostem por mim no Eurovision”

Quando o ano começou, há apenas 4 meses e meio, ninguém sabia quem era Manel Navarro. Quando o nome dele foi anunciado como um dos possíveis representantes da Espanha no Eurovision, caras de interrogação percorreram o mundo eurofã.

Mas Manel tinha algo importante: o apoio de gente muito grande. Um contrato recém assinado com a Sony Music Espanha. E uma intensa campanha promocional de uma das maiores rádios do país, a Los 40 Principales.

Avance dois meses para frente. Antes mesmo de começar o show que escolheria o abandeirado da Espanha em Kiev, a polêmica estava armada. Xavi Martínez, um dos principais nomes da rádio que apoiava Manel, foi escolhido para ser jurado. E mais: em caso de empate, caberia ao jurado escolher o representante espanhol no Eurovision. Essa história, todo mundo sabe como terminouDo It For Your Lover vai ao Eurovision. Manel Navarro, vai ao Eurovision.

Se hoje, dois meses depois, ainda tem eurofã enfurecido, Manel Navarro só quer saber de aproveitar a experiência. Ele tem percorrido a Europa em eventos promocionais e feito amigos entre os representantes dos outros países, sobretudo a britânica Lucie Jones, com quem trocou flertes pelas rede sociais.

No meio da correria de um canto para outro, ele dedicou ao LatinPop Brasil sua primeira entrevista para o Brasil. E decretou: “o único que importa é o que acontecer quando eu chegar a Kiev“.

Leia na íntegra a primeira entrevista de Manel Navarro para o Brasil

LatinPop Brasil: Antes de mais nada, apresente-se para os nossos leitores e as pessoas que não conhecem o seu trabalho.
Manel Navarro: Oi pra todo mundo! Sou Manel Navarro, cantor e compositor espanhol, que depois de muitos anos me preparando e tocando em pequenos bares com música ao vivo, estou preparando meu primeiro disco ao mesmo tempo em que embarquei nessa maravilhosa experiência de representar meu país no Eurovision.

LatinPop Brasil: Antes de todo… Preséntate a nuestros lectores y a quien no conoce tu trabajo.
Manel Navarro: ¡Hola a todos! Soy Manel Navarro, un cantante y compositor español de 21 años, que tras muchos años preparándome y tocando por pequeños bares de música en directo, estoy preparando mi primer disco mientras me he embarcado en la maravillosa experiencia de representar a mi país en Eurovisión.

LP: Como você começou a cantar? Quais foram as duas maiores influências?
MN: A música sempre esteve presente na minha casa. Meus pais são muito audiófilos e meu pai toca violão e canta… Ele sempre foi a minha maior influência e quem mais me ensinou de música. Na minha casa se escutava todos os estilos: pop, rock, soul, jazz… Mas, pessoalmente, os artistas que mais me influenciaram foram Ed Sheeran, James Bay, Jack Johnsson e Tom Odell.

Manel Navarro será o representante da Espanha no Eurovision 2017
Foto: Divulgação

LP: ¿Cómo has iniciado a cantar? ¿Cuáles son tus mayores influencias en la música?
MN: La música siempre estuvo en mi casa presente, mis padres son muy melómanos y mi padre toca la guitarra y canta… De hecho siempre ha sido mi mayor influencia y quién más me ha enseñado de música. En mi casa se ha escuchado todo tipo de música: pop, rock, soul, jazz… Pero los artistas que más me han influido personalmente son Ed Sheeran, James Bay, Jack Johnsson y Tom Odell

LP: O Eurovision não te presenta somente para a Europa, mas também para a Espanha se pensarmos que há quatro meses seu nome era desconhecido. Por que ir ao Eurovision?
MN: Em uma reunião com o meu time, planejando o trabalho dos meses seguintes, surgiu a ideia. No começo eu me assustei, mas logo depois percebi que eu e a minha música poderíamos ser algo diferente do que a Espanha já apresentou, e que meu estilo poderia funcionar bem na Europa. Sempre quis que minha música tocasse em toda a Europa e não existe melhor porta que o festival de música europeu mais importante e histórico…

LP: Eurovisión no es solo tu carta de presentación para Europa. Es tu carta de presentación para España también si pensamos que hace tres meses tu nombre era desconocido. ¿Porqué Eurovisión? ¿Porqué has decidido empezar así de grande?
MN: En una reunión con mi equipo planificando el trabajo de los próximos meses surgió la idea… Al principio me asusté pero luego pensé que yo y mi música podíamos ser algo diferente a lo que había presentado España todos los años y que mi estilo podía funcionar muy bien en Europa. Siempre he querido que mi música sonase en toda Europa y qué mejor puerta para ello que el festival de música europea más importante e histórico…

LP: Não podemos não falar de toda a polêmica, o “eurodrama” com a sua vitória. Agora, semanas depois, que lembranças você tem daquela noite? Como está a sua relação com os eurofãs?
MN: Minha relação com o mundo eurofã era escassa antes. Eu vi o Festival quase todos os anos e sabia que os fãs eram passionais, para o bem e para o mal, mas, claro, nunca imaginei que eu passaria por essa situação… Agora, com perspectiva, eu tenho tentado levar só as coisas boas. E eu agradeço quem me apoiou desde o início e aqueles que foram se somando ao longo do caminho, vendo o trabalho que fizemos.

“(Das polêmicas) Eu tenho tentado levar só as coisas boas. E eu agradeço quem me apoiou desde o começo e aqueles que foram se somando ao longo do caminho.” – Manel Navarro

LP: No podemos no hablar de toda la polémica de tu elección, todo el “eurodrama”. Ahora, semanas después, ¿qué recuerdos tienes de aquella noche? ¿Cómo está tu relación con el mundo eurofan?
MN: Mi relación con el mundo eurofan era escasa… Yo he visto casi todos los años el festival y sabía que sus fans eran pasionales, tanto para bien como para mal, pero claro que nunca habría imaginado que me tocaría pasar por esa situación… Ahora con perspectiva he intentado quedarme solo con lo bueno y agradezco enormemente a todos los que me apoyaron desde el principio y a todos los que se han ido sumando según han ido viendo el trabajo que hemos hecho.

LP: Fale um pouco sobre a sua música, Do It For Your Lover.
MN: Do It For Your Lover é uma canção que eu escrevi já faz muito tempo. Ela fala do amor incondicional por todos os seres queridos que te rodeiam. É um canto para fazer todo o possível para fazer essas pessoas felizes. Em relação ao som, ele é fresco, internacional e radio friendly.

LP: Hablanos un poco tu canción, Do It For Your Lover.
MN: “Do it for your lover” es un tema que compuse hace mucho tiempo. Habla del amor incondicional a todos los seres queridos que te rodean, es un canto a hacer todo lo posible por hacerles felices. En cuanto al sonido, es fresco, internacional y muy radio friendly.

LP: Estamos a um mês e meio do Eurovision e as casas de apostas não confiam em você. Isso te deixa preocupado?
MN: Eu tento não dar bola para as casas de aposta e as enquetes. O importante é o que acontece desde o momento em que você coloca os pés no país organizador e começa o trabalho em cima do palco. E ainda assim… A Jamala (vencedora do Eurovision 2016) é o melhor exemplo de que confiar nessas coisas não adianta nada.

“O importante é o que acontece desde o momento em que você coloca os pés no país organizador e começa o trabalho em cima do palco.” – Manel Navarro

LP: Estamos a un mes y medio de Eurovision y en las apuestas de pago no confían mucho en ti. ¿Te preocupa?
MN: Intento no hacer demasiado caso a las apuestas y a las encuestas. Lo importante sucede desde el momento que pones el pie en el país organizador y se empieza a ver el trabajo sobre el escenario de la candidatura… Aún así, Jamala es el mejor ejemplo de que confiar en estas cosas no sirve de nada…

LP: Você terá na sua equipe em Kiev o diretor artístico Hans Pannecoucke, que tem obtido resultados fantásticos no Eurovision. O que você tem planejado para a sua performance?
MN: A performance vai ser muito orgânica em respeito a mim e a minha música. Não esperem fogos de artifício ou coregrafia… Isso seria pouco coerente comigo. Desde o princípio estiveram muito presentes o mar, o sol e o calor da Espanha. Eles continuarão presentes…

LP: Tendrás contigo en Kiev al director Hans Pannecoucke. ¿Nos puedes contar que tienen planeado para la puesta en escena?
MN: Una puesta en escena muy orgánica respecto a mi y a mi música. Que nadie se espere fuegos artificiales ni coreografías… Sería poco coherente conmigo. Desde el principio ha estado muy presente el mar, el sol, el calor de España… Y seguirán estando presente.

“Desde o princípio estiveram muito presentes na minha performance o mar, o sol e o calor da Espanha. Eles continuarão presentes em Kiev” – Manel Navarro

LP: Você escutou as canções dos outros países, seus concorrentes? Quais são as suas favoritas?
MN: Eu escutei todas e também tive a oportunidade de dividir experiências com muitos dos candidatos. Eu gosto muito da Moldávia e acredito que a Itália e a Bélgica têm muito potencial. Finlândia, Dinamarca, Bulgária e Romênia podem ser as surpresas. E claro… nossos vizinhos portugueses, que levam uma proposta muito bonita este ano e que com certeza

LP: ¿Has escuchado las canciones de los otros países? ¿Cuáles son tus favoritas? ¿Cuáles crees que pueden ganar?
MN: He escuchado todas y ya he podido compartir experiencias con muchos de los candidatos. Me gusta mucho Moldavia, creo que Italia y Bélgica tienen mucho potencial. Finlandia, Dinamarca, Bulgaria y Rumania pueden dar la sorpresa… Y por supuesto los vecinos portugueses, que llevan una propuesta muy bonita este año y seguro que están en lo alto del top.

LP: 14 de maio, um dia depois da final do Eurovision. O que tem para Manel Navarro depois do Festival?
MN: Sempre soubemos que o Eurovision era um momento muito importante na minha carreira, possivelmente um dos maiores que eu vou ter. Mas aconteça o que acontecer, minha carreira segue adiante no dia 14 de maio. Tenho shows em Barcelona e Madri. Depois seguiremos com uma turnê no verão e trabalhando no meu primeiro disco. Mas antes do Festival teremos alguma surpresa…

LP: 14 de mayo, un día después de la final de Eurovision. ¿Qué viene para Manel Navarro después del festival?
MN: Siempre nos hemos planteado que Eurovisión era un momento muy importante en mi carrera, posiblemente de los más grandes que me ocurran. Pero que pasase lo que pasase, mi carrera el 14 de mayo seguía adelante. Tengo conciertos en Barcelona y Madrid. Seguiremos de gira el verano y trabajando en mi primer disco. Aunque antes del festival habrá alguna sorpresa….

LP: Você sabe que somos do Brasil. O que você conhece da nossa cultura?
MN: Samba e bossa nova! Acho que todos temos grudado na retina as imagens incríveis dos carnavais de vocês, com todos os brasileiros empolgados com uma das festas mais importantes do mundo, sempre felizes e curtindo a vida, transmitindo pura vitalidade e vontade de viver.

LP: Sabes que somos de Brasil. ¿Qué conoces de nuestra música y nuestra cultura?
MN: ¡La samba y la bossanova! Creo que todos tenemos en la retina esas imágenes geniales de vuestros Carnavales con todos los brasileños volcados con una de la fiestas más importantes del mundo, siempre felices, disfrutando de la vida y trasmitiendo pura vitalidad y ganas de vivir.

“Quero deixar um abraço a todos! Obrigado por ler a minha entrevista e por todo o apoio que vocês estão dando ao meu trabalho. Espero estar no Brasil em breve, apresentando a minha música. Até breve!” – Manel Navarro

LatinPop Brasil da las gracias a Manel Navarro y su team de Must Producciones por el cariño y el tiempo en contestarnos. Desde Brasil, os deseamos lo mejor en Eurovision.

Comentários

comentários

Ver também

Após clássicos mexicanos, David Bustamante vai lançar tema inédito

Fim da era Amor De Los Dos para David Bustamante. O disco lançado no ano …

X