Connect with us

Entrevistas

[Exclusivo] Lali Espósito: “Em Brava, eu quero falar da mulher que eu sou”

Published

on

Lali está no Brasil para gravar clipe com Pabllo Vittar

Entrevistas por telefone geralmente são rápidas e objetivas. Sem o olho no olho, o bate-papo não anda como pessoalmente. Não com a Lali. A conversa (sim, porque é mais uma conversa do que uma entrevista em si) de quase meia hora é natural. É como em um bate-papo entre conhecidos em um café qualquer.

Lali fala de tudo, fala porque é inteligente e porque gosta“Eu não tenho problemas para falar“, ela mesma brinca.

Falar de música, dos projetos, dos fãs. E são os fãs e o seu novo projeto, Brava, alguns dos seus assuntos favoritos. A empolgação da estrela argentina com a nova fase é evidente: ela está tão ansiosa quanto seus lalitos pela saída do disco.

Eu escrevo as minhas próprias letras. E quando você escreve, você fica atento em ser honesto com aquilo que quer cantar. (…) O meu estilo, o pop, permite que você brinque com as possibilidades e os gêneros. Por sorte a música latina está muito forte e estamos aproveitando esse momento, estou me encontrando nestes sons novos. (…) ‘Brava’ é um passo novo para mim artisticamente, em relação ao meu som.

Até aí fácil falar. Só que a Lali é a Lali. Entre os “pronto” que gosta de soltar para os fãs, ela também se engaja em temas mais complicados. É o caso da descriminalização do aborto na Argentina, que ela defende abertamente. Também é o caso do feminismo, assunto que lhe causou alguma dor de cabeça depois de declarações confusas.

“É claro que eu não gosto (da maneira que algumas músicas latinas falam da mulher). Mas brigar com isso não adianta nada. Do meu lugar musical, eu busco justamente o contrário. Quero falar da mulher que eu sou, falar de mulheres que não se dedicam à música, mas que se sentem representadas quando uma mulher fala sobre ser mulher. É claro que me preocupa que o meu sobrinho de 5 anos ouça algumas letras, mas isso faz parte de uma indústria e a indústria sempre teve de tudo. As pessoas fazem as suas escolhas.”

A conversa (não foi mesmo “só” uma entrevista) continua com assuntos mais fáceis. E uma promessa especial para os fãs brasileiros.

“O Brasil é o primeiro país na lista para encontrarmos uma data. Vamos encontrar essa data com a turnê”.

Está gravado Lali. Também está gravado o convite para assistir ao seu show no Brasil na primeira fila. Pode ter certeza que estarei lá. Aliás, estaremos. Porque os seus fãs estão ansiosos por esse dia que não demora a chegar.

Ouça a entrevista completa do LatinPop Brasil com a Lali Espósito

Entrevistas

Luis Fonsi: “Novo disco deve chegar entre janeiro e fevereiro”

Published

on

Luis Fonsi fala sobre Brasil, novo disco e Imposible

“Feliz, feliz”. Foi assim que Luis Fonsi começou o bate-papo com o LatinPop Brasil no início da tarde desta sexta-feira, 19 de outubro, data que marca a estreia de Imposible, uma canção que mescla um pouco das várias facetas do artista e foi pensada para o timbre de Ozuna, seu companheiro no novo single.

“É preciso se reinventar sempre (…) Eu queria dar um toque mais romântico à canção e escrevi pensando na voz do Ozuna, que tem esse timbre mais melódico”, contou o porto-riquenho por telefone.

Perguntado sobre o título, o homem de mais de cinco bilhões de views e sete recordes registrados no Guinness Book, foi enfático: “Nada é impossível”.

Imposible é a quarta faixa que o artista de 40 anos apresenta daquele que será seu próximo projeto discográfico. E para quem está contando os dias para ouvir o álbum completo, ele deixou uma dica e tanto: “O lançamento deve acontecer entre o fim de janeiro e fevereiro”.

Antes, o astro lançou o fenômeno Despacito, Échame la Culpa e Calypso. O hit o transformou em ídolo também no Brasil, país ao qual ele quer voltar em breve.

“Sempre disse que o Brasil era um grande desafio e eu quero mais. Quero voltar mais vezes, amei o público, a cultura, a música. Quero voltar logo”, finalizou Fonsi, revelando que além de Eros Ramazzotti, com quem gravou um dueto para o álbum Vita Ce N’è, tem uma canção a ser lançada com a banda Clean Bandit, do sucesso Rockabye.

O áudio completo da entrevista você confere na próxima semana no LatinPop Brasil

Ouça Imposible, o novo single de Luis Fonsi e Ozuna

Letra de Imposible – Luis Fonsi feat Ozuna

Fonsi (¡Ay!) 
Eso que te falta cuando estás con él 
Que te mire y que te haga sentir mujer 
No te mientas que él nunca te hará el amor 
Como yo, como yo (Ozuna) 
Guarda tu secreto aquí en el corazón 
De cuando mi boca se perdió en tu piel (wuh) 
No hay que serle fiel cuando ya no hay amor, no hay amor 

[Coro: Luis Fonsi, Ozuna] 
Es imposible que te quiera como yo (no) 
No hay nadie que te quiera como yo (como yo) 
Déjame que te cambie la suerte 

Es imposible que te bese como yo (no) 
No hay nadie que te bese como yo (como-como yo) 
Para mí es imposible perderte 

[Post-Coro: Luis Fonsi] 
Y así, na’ má’, me enamoré, eh-eh-eh-eh 
De esa carita que no tiene nadie 

Y así (ah), na’ má’ (ah), me enamoró, oh-oh-oh-oh 
Quisiera que esta noche no se acabe 
Es imposible que te quiera como yo (baby, como-como) 

[Verso: Ozuna, Luis Fonsi & Ozuna, Luis Fonsi] 
Ozuna (jaja) 

Te juro, nadie va a quererte como yo lo hago 
Dios mío que me perdone, pero si es pecado 
Solamente quiero morir a tu lado 
Y hacerte sentir to’ lo que te hacía (ouh) 
Juré que aquel día, nunca olvidaría, me dijiste que volvía’ 
Pero yo me lo creí, sin saber que tú sabía’ 
Pero te volví a tener, la vida es una ironía (oh-oh) 
To’ lo que te hacía 
Juré que aquel día (oh-oh-oh), nunca olvidaría, me dijiste que volvía’ 
Pero yo me lo creí, sin saber que tú sabía’ (uoh-oh, uoh-oh) 
Pero te volví a tener, la vida es una ironía (uoh-oh-oh) 

[Coro: Luis Fonsi, Ozuna] 
Es imposible que te quiera como yo (como yo) 

No hay nadie que te quiera como yo (como yo) 
Déjame que te cambie la suerte (eh-eh) 
Es imposible que te bese como yo (ouh-ouh) 
No hay nadie que te bese como yo (como-como yo) 
Para mí es imposible perderte 

[Post-Coro: Luis Fonsi] 
Y así, na’ má’ (ah), me enamoré, eh-eh-eh-eh (oh) 
De esa carita que no tiene nadie 
Bailando aquí en el medio de la calle (no-no) 
Y así (ah), na’ má’ (ah), me enamoró, oh-oh-oh-oh 
Quisiera que esta noche no se acabe 
Es imposible que te quiera como yo 

[Outro: Luis Fonsi, Ozuna] 
Ey (jajaja), báilalo, báilalo 
Fonsi 
Eh-eh-eh-eh 
Ozuna 
B.A 
Oh no, oh no 
Dímelo Vi 
Oh-oh-uoh-uoh 
Oh-oh-oh-oh, baby 
Quisiera que esta noche no se acabe 
Es imposible que te quiera como yo 

Continue Reading

Entrevistas

Sebastián Yatra fala sobre Brasil e sucesso. Ouça a íntegra da entrevista!

Published

on

Entrevista exclusiva com Sebastián Yatra

Sebastián Yatra é um dos artistas favoritos da nova geração da música latina por aqui. Na manhã de terça-feira (28), ele conversou com o LatinPop Brasil e, mesmo com a ligação cortando em determinados momentos, sua empolgação pelo sucesso em território brasileiro era sentida à distância.

Mais ainda ao ser informado que o país é o 14º na lista dos que mais acessam seu conteúdo no YouTube, à frente de alguns hispano-hablantes, como República Dominicana, por exemplo, ou da Itália, onde já há uma forte promoção de seu trabalho.

“Ui, não sei [porque o Brasil gosta do meu trabalho e ri] Eu quero ir logo, quero conhecer esse país, meus fãs daí e iniciar esse novo capítulo na minha história”, disse Yatra, empolgado.

+ Leia Mais: Confira Contigo Siempre, a parceria do colombiano com Alejandro Fernández

O inusitado: parceiro da banda Fly em Traicionera no remix em português e de Ivete Sangalo em Yo Te Vine A Amar, ele revelou que sempre ouviu músicas no nosso idioma. Mas se engana quem acha que ele vai pelo caminho tradicional de citar Tom Jobim ou Caetano Veloso, os clássicos produtos de exportação musical do Brasil. Yatra é fã de Victor e Léo.

“A música é uma linguagem sem fronteiras, fala pelos instrumentos, pela melodia. Eu sempre ouvi muito o trabalho de Victor e Leo em português”.

As novidades não param por aí: chega em breve um dueto com Alejandro Fernández para colocar mais tempero em uma carreira recheada de colaborações estelares e inusitadas. E quem falta nessa lista?

“Muita gente. Adoraria trabalhar com Luis Fonsi, Enrique Iglesias, J Balvin, Anitta (que eu adoro)”, revelou um empolgadíssimo Sebastián Yatra.

Para finalizar, Ya No Tiene Novio, o single ao lado de Mau y Ricky que está conquistando o mundo, está fora da tracklist de Mantra, seu primeiro álbum. Vem disco novo por aí?

“Mais para frente. Mantra é o meu primeiro capítulo, é uma compilação de tudo o que fiz até hoje”

Ouça a íntegra da entrevista com Sebastián Yatra

Continue Reading
Advertisement

Playlists

Advertisement
X