Conecte com a gente

Entrevistas

Exclusivo: Dulce Maria fala sobre o novo disco e músicas em português

Publicado

em

Dulce Maria entrevista exclusiva

Como você se sentiu antes dos dias mais importantes da sua vida? O seu casamento, sua formatura, a primeira entrevista de emprego, talvez. Nervoso? Ansioso a ponto de mal conseguir falar? Não Dulce Maria. A calma dela chega a ser surreal.

Faltando menos de 12 horas para a chegada do disco mais importante da sua carreira, o aguardado DM, ela fala com tranquilidade. Como se fosse a véspera de um dia qualquer.

Direto do México e em meio a um turbilhão de compromissos promocionais, Dulce Maria tirou alguns minutos para conversar com a equipe do LatinPop Brasil.

“Esse é o meu disco favorito. De todos, ele é o que tem a sonoridade mais parecida com a que eu sempre quis. Os meus produtores (Ettore Grenci, Andres Saavedra, Predikador) fizeram um grande trabalho”, ela explica. “(O DM) tem várias canções que eu mesma escrevi, como Rompecorazones, a última a ser criada, ou Cicatrices, que foi a primeira. Nesse CD eu me identifico até com as que eu não escrevi…”

Apesar da calmaria, Dulce Maria é incapaz de esconder a empolgação com sua nova fase. Ela repetia a palavra “emocionada” sem parar.

“Eu estou muito emocionada porque finalmente esta aí… Foi muito trabalho, muitas histórias a contar, todas as emoções que esse disco tem. Eu estou emocionada que vocês finalmente possam escutá-lo”.

Assumidamente mais madura, Dulce quer deixar isso bem claro na sua nova turnê, que chega ao Brasil em abril. E sem querer querendo, acabou confessando que terá convidados mais do que especiais com ela no palco.

“Esse vai ser um show muito diferente, cheio de efeitos visuais criados especialmente para essa tour. Eu estou ansiosa para mostrar isso logo. Tenho gente muito querida no Brasil. É sempre emocionante passar por aí”.

A turnê, aliás, será o cenário do videoclipe de Rompecorazones. As imagens serão gravadas no show mexicano no próximo dia 24 de março, no Metropolitan, que dá a largada às viagens. “Vocês vão me ver dentro e fora do palco, vai ser bem diferente…”

E por falar em diferente, será que vamos ver a Dulce Maria voltando a cantar em português? Se dependesse só dela, agora mesmo.

“Por agora não existem planos para cantar em português ou em inglês, mas sim… talvez a gente faça alguma versão de alguma música do DM, mas não depende de mim. Depende também das outras pessoas, das gravadoras”.

Dulce Maria só perde a leveza ao falar dos constantes problemas com a imprensa del corazón mexicana. A voz decidida de toda a conversa fica reticente, bem diferente daquela Dulce Maria que vive espinafrando as fofocas nas redes sociais.

“Não é fácil, são 26 anos nessa carreira. De alguma maneira, eles sempre vão falar… Mas me irrita… Me irrita quando inventam coisas que vão contra os meus valores… Me afeta… Afeta… As pessoas acreditam. A única coisa que eu posso fazer é desmentir… E às vezes nem isso… Não posso fazer muita coisa”.

E se o assunto é a relação com a imprensa, a intérprete de No Sé Llorar sabe de cor e salteado qual a pergunta que ela não aguenta mais ouvir. Em meio a gargalhadas ela puxa o assunto RBD.

“Sempre me perguntam sobre se teremos um reencontro. E a resposta é não”, diz, sem medo de chatear os fãs saudosos de Rebelde.

 

É uma nova era para uma renovada nova Dulce Maria. Quer os fãs gostem ou não.

Entrevistas

[Exclusivo] Lali Espósito: “Em Brava, eu quero falar da mulher que eu sou”

Publicado

em

Lali fala o novo disco, Brava, os fãs brasileiros e muito mais

Entrevistas por telefone geralmente são rápidas e objetivas. Sem o olho no olho, o bate-papo não anda como pessoalmente. Não com a Lali. A conversa (sim, porque é mais uma conversa do que uma entrevista em si) de quase meia hora é natural. É como em um bate-papo entre conhecidos em um café qualquer.

Lali fala de tudo, fala porque é inteligente e porque gosta“Eu não tenho problemas para falar“, ela mesma brinca.

Falar de música, dos projetos, dos fãs. E são os fãs e o seu novo projeto, Brava, alguns dos seus assuntos favoritos. A empolgação da estrela argentina com a nova fase é evidente: ela está tão ansiosa quanto seus lalitos pela saída do disco.

Eu escrevo as minhas próprias letras. E quando você escreve, você fica atento em ser honesto com aquilo que quer cantar. (…) O meu estilo, o pop, permite que você brinque com as possibilidades e os gêneros. Por sorte a música latina está muito forte e estamos aproveitando esse momento, estou me encontrando nestes sons novos. (…) ‘Brava’ é um passo novo para mim artisticamente, em relação ao meu som.

Até aí fácil falar. Só que a Lali é a Lali. Entre os “pronto” que gosta de soltar para os fãs, ela também se engaja em temas mais complicados. É o caso da descriminalização do aborto na Argentina, que ela defende abertamente. Também é o caso do feminismo, assunto que lhe causou alguma dor de cabeça depois de declarações confusas.

“É claro que eu não gosto (da maneira que algumas músicas latinas falam da mulher). Mas brigar com isso não adianta nada. Do meu lugar musical, eu busco justamente o contrário. Quero falar da mulher que eu sou, falar de mulheres que não se dedicam à música, mas que se sentem representadas quando uma mulher fala sobre ser mulher. É claro que me preocupa que o meu sobrinho de 5 anos ouça algumas letras, mas isso faz parte de uma indústria e a indústria sempre teve de tudo. As pessoas fazem as suas escolhas.”

A conversa (não foi mesmo “só” uma entrevista) continua com assuntos mais fáceis. E uma promessa especial para os fãs brasileiros.

“O Brasil é o primeiro país na lista para encontrarmos uma data. Vamos encontrar essa data com a turnê”.

Está gravado Lali. Também está gravado o convite para assistir ao seu show no Brasil na primeira fila. Pode ter certeza que estarei lá. Aliás, estaremos. Porque os seus fãs estão ansiosos por esse dia que não demora a chegar.

Ouça a entrevista completa do LatinPop Brasil com a Lali Espósito

Continuar Lendo

Entrevistas

Com Ricky Martin na mira, Francinne apresenta hoje EP em São Paulo

Publicado

em

Francinne lança o EP La Rubia

Não é preciso ser catedrático em emoções para perceber que Francinne flutua com o reconhecimento de seu trabalho. Está estampado no sorriso e no olhar da gaúcha, que por conta da proximidade com países hermanos acabou se apaixonando pela música latina.

E não é marketing de quem escolheu esse caminho para a trajetória artística: La Rubia, realmente, consome o mercado como pouco se vê no Brasil. Dos consagrados Ricky Martin, Alejandro Sanz e Thalia até às revelações Natti Natasha e Karol G, ela ouve de tudo. E sonha, algum dia, cantar ao lado do borícua:

“Seria um featuring lacrador”, contou Francinne por telefone ao LatinPop Brasil.

Ela acaba de colocar no mercado o EP La Rubia, em que traz toda a sonoridade do reggaetón para o mercado brasileiro. No momento, Perigosa é sua faixa favorita: “Mas amanhã será outra, depois outra, vai do momento”.

O trabalho será apresentado nesta quarta-feira, 9, no badalado Paris 6, em São Paulo. Ao seu lado, a loira terá Wanessa Camargo e Luisa Sonza. Um timaço de mulheres que representam uma inversão de mercado:

“As mulheres conseguiram mostrar sua força com união, o mercado virou. A gente pode tudo, pode falar sobre tudo nas músicas”, disse a cantora que tem como single atual Corpo Caliente.

Francinne terminou o bate-papo falando sobre a perseverança, nunca desistir do sono, em um recado cheio de ternura para os fãs. O sonho dela?

“Enaltecer a música latina no Brasil”.

Ouça La Rubia, o novo EP da Francinne

 

Serviço – Show Francinne – Lançamento do EP ‘La Rubia’

Dia: Quarta-feira – 09/05

Local: Paris 6 Burlesque

Endereço: Rua Augusta, 2809 – Cerqueira César – São Paulo

Abertura da casa: 20h

Horário/ início do show: 21h

Duração do show: 75 minutos

Capacidade da casa: 230 lugares

Valor: R$ 50,00

Formas de pagamento: Dinheiro, Cartões de crédito/débito: American Express / Cabal / Diners / Good Card /Hipercard / Mastercard / Visa / Aura / Elo / Sorocred.

Não aceita cheque.

Classificação etária: 14 anos

Ingressos antecipados: no site do Ingresso Rápido, na bilheteria do teatro Procópio Ferreira (terça a domingo, da

Continuar Lendo
Anunciantes

Playlists

Anunciantes
X