Conecte com a gente
Null

Entrevistas

[Entrevista] Diogo Piçarra, grande talento da música portuguesa moderna

Publicado

em

Um dos maiores nomes da música portuguesa contemporânea, Diogo Piçarra agora desembarca no Brasil

Feche os olhos. Tente se lembrar de alguns artistas portugueses. É. Não é fácil, principalmente nomes mais jovens. Apesar de falarmos a mesma língua, a distância musical de Portugal para o Brasil é enorme. Se por lá muitos artistas brasileiros fazem sucesso, a gente não pode falar o mesmo do oposto. São poucos os portugueses que desembarcam por aqui. Mas tem um que desembarcou. E um dos mais talentosos: Diogo Piçarra.

“Existe uma barreira do sotaque e pode ser complicado para vocês entenderem (o que a gente fala). Eu estou a fazer um grande esforço para falar calmamente e dizendo expressões vossas”, conta entre risos, explicando que aprendeu com as novelas.

Diogo Miguel Ramires Piçarra tem 26 anos. Em 2012 ele venceu a versão lusa do Ídolos, mas decidiu se dedicar aos estudos musicais e demorou três anos para lançar seu disco de estreia. E de lá para cá foi hit atrás de hit. Seus videoclipes, quase sempre dirigidos por seu irmão gêmeo André, chegam a marcas gigantes para a música portuguesa. Tu E Eu tem 13 milhões de visualizações. Dialeto, já está chegando às 12 milhões.

Ele veio ao Brasil gravar uma versão de Trevo (Tu) com a dupla Anavitória, “incríveis, lindas, simpáticas e muito queridas nas palavras do próprio Diogo. Enquanto o videoclipe não fica pronto, eles estrearam a parceria em um pocket show que Diogo Piçarra fez em São Paulo. E só estando lá para entender: juntos, eles criaram mágica.

É nova geração da música brasileira unida com a nova geração da música portuguesa. Nova geração carimbada essa de Portugal, aliás, com cantores espetaculares. É o caso de Salvador Sobral e Fernando Daniel, para citar apenas dois, além do próprio Diogo Piçarra, que estão fazendo os próprios portugueses olharem diferente para dentro de casa.

“Cada vez mais a nossa geração jovem está a crescer. Eles já não ouvem só os artistas de fora, mas também estão virados para a música portuguesa. A letra é boa, mas o instrumental também é bom, o som é bom. É juntar o útil ao agradável”, ele conta. “Tem muita coisa em Portugal. Portugal não é só fado. Temos cada vez mais fado experimental, unido com o pop, com banda e está a crescer muito. Mas nós também estamos a crescer muito no mercado da (música) eletrônica. Temos muitos bons DJs, muitos bons produtores. Nesse aspecto a música portuguesa está a ganhar terreno”.

Agora é a hora de crescer para o Brasil. E se vierem talentosos assim, não vai ser difícil fazer os brasileiros também se apaixonarem pela música portuguesa.

Aperte o play e confira a entrevista completa com o Diogo Piçarra

*** A reportagem do LatinPop Brasil agradece à Universal Music Brasil pelo convite e ao Diogo Piçarra pela simpatia. 

Entrevistas

Paty Cantú: “Entrar no reggaetón é uma mensagem de empoderamento”

Publicado

em

Natural é o novo single de Paty Cantú

Se você esperava um disco de Paty Cantú com Valiente, Amor Amor Amor e Rompo Contigo, saiba que as músicas entrarão como bônus track do próximo projeto discográfico da mexicana, #333, ainda sem data de lançamento divulgada.

O primeiro single oficial do álbum é #Natural, lançado no último dia 10. A música é resultado de anos de experiências culturais e musicais que transformaram a cantora desde o seu último trabalho, o Drama Queen En Vivo, de 2014.

Veja #Natural, o novo clipe da Paty Cantú (feat Juhn)

Assim como anterior, o novo CD também é um live. E com várias participações especiais ainda mantida em sigilo pela artista de 33 anos, nascida em Houston, mas criada em Guadalajara, no México.

“Tudo evolui na vida (…) Fazer reggaetón é também uma mensagem de empoderamento e tem tudo a ver com a fase que vivo”, disse Patrícia, que intercalava cada resposta com uma sonora risada.

O projeto foi gravado em sua terra natal e é bastante representativo em termos de raízes, de encontros e de descobertas. E ela é antenada. Ao falar de Brasil, citou Anitta como um exemplo de mulher de sucesso na música.

“Ela é lindíssima e muito talentosa (…) O Brasil teve várias bandeiras, de vários gêneros, mas agora é a vez dela”, disse a intérprete da inesquecível Corazón Bipolar.

Ela ainda lembrou a mensagem que mandou em português que levou os fãs brasileiros ao delírio no ano passado. “Foi uma maneira de me comunicar (…) Eles saem do Brasil e vão à Argentina, ao México para me ver. Acho que chegou a hora de eu retribuir e ir até vocês”.

Ouça a íntegra da entrevista de Paty Cantú ao LatinPop Brasil

Continuar Lendo

Entrevistas

Exclusivo: Paty Cantú fala sobre novo disco, reggaetón e Anitta

Publicado

em

Paty Cantú lança novo single: #Natural

Se existe uma coisa que nenhum artista latino consegue disfarçar é a alegria de poder trazer sua arte ao Brasil. E foi assim que Paty Cantú atendeu ao telefone na tarde desta sexta-feira (10), dia do lançamento de seu novo single, #Natural, sua primeira incursão pelo reggaetón.

A artista de 33 anos, nascida em Houston, mas criada em Guadalajara, no México, é pura simpatia.  Contou que o flerte com o gênero urbano é uma consequência natural das experiências culturais e musicais que viveu nos últimos anos. E é com esse som que ela vai apresentar #333, um disco ao vivo com muitas participações especiais, que ela ainda mantém em segredo.

“Tudo evolui na vida (…) Fazer reggaetón é também uma mensagem de empoderamento e tem tudo a ver com a fase que vivo”, disse Patrícia, que intercalava cada resposta com uma sonora risada.

O projeto foi gravado em sua terra natal e é bastante representativo em termos de raízes, de encontros e de descobertas. E ela é antenada. Ao falar de Brasil, citou Anitta como um exemplo de mulher de sucesso na música.

“Ela é lindíssima e muito talentosa (…) O Brasil teve várias bandeiras, de vários gêneros, mas agora é a vez dela”, disse a intérprete da inesquecível Corazón Bipolar.

Ela ainda lembrou a mensagem que mandou em português que levou os fãs brasileiros ao delírio no ano passado. “Foi uma maneira de me comunicar (…) Eles saem do Brasil e vão à Argentina, ao México para me ver. Acho que chegou a hora de eu retribuir e ir até vocês”.

Estamos na torcida, Paty Cantú!

A entrevista completa com Paty Cantú você confere no LatinPop Brasil na próxima semana!

Veja #Natural, o novo clipe da Paty Cantú (feat Juhn)

Continuar Lendo
Anunciantes

Playlists

X