Connect with us

Entrevistas

[Entrevista] Diogo Piçarra, grande talento da música portuguesa moderna

Published

on

Um dos maiores nomes da música portuguesa contemporânea, Diogo Piçarra agora desembarca no Brasil

Feche os olhos. Tente se lembrar de alguns artistas portugueses. É. Não é fácil, principalmente nomes mais jovens. Apesar de falarmos a mesma língua, a distância musical de Portugal para o Brasil é enorme. Se por lá muitos artistas brasileiros fazem sucesso, a gente não pode falar o mesmo do oposto. São poucos os portugueses que desembarcam por aqui. Mas tem um que desembarcou. E um dos mais talentosos: Diogo Piçarra.

“Existe uma barreira do sotaque e pode ser complicado para vocês entenderem (o que a gente fala). Eu estou a fazer um grande esforço para falar calmamente e dizendo expressões vossas”, conta entre risos, explicando que aprendeu com as novelas.

Diogo Miguel Ramires Piçarra tem 26 anos. Em 2012 ele venceu a versão lusa do Ídolos, mas decidiu se dedicar aos estudos musicais e demorou três anos para lançar seu disco de estreia. E de lá para cá foi hit atrás de hit. Seus videoclipes, quase sempre dirigidos por seu irmão gêmeo André, chegam a marcas gigantes para a música portuguesa. Tu E Eu tem 13 milhões de visualizações. Dialeto, já está chegando às 12 milhões.

Ele veio ao Brasil gravar uma versão de Trevo (Tu) com a dupla Anavitória, “incríveis, lindas, simpáticas e muito queridas nas palavras do próprio Diogo. Enquanto o videoclipe não fica pronto, eles estrearam a parceria em um pocket show que Diogo Piçarra fez em São Paulo. E só estando lá para entender: juntos, eles criaram mágica.

É nova geração da música brasileira unida com a nova geração da música portuguesa. Nova geração carimbada essa de Portugal, aliás, com cantores espetaculares. É o caso de Salvador Sobral e Fernando Daniel, para citar apenas dois, além do próprio Diogo Piçarra, que estão fazendo os próprios portugueses olharem diferente para dentro de casa.

“Cada vez mais a nossa geração jovem está a crescer. Eles já não ouvem só os artistas de fora, mas também estão virados para a música portuguesa. A letra é boa, mas o instrumental também é bom, o som é bom. É juntar o útil ao agradável”, ele conta. “Tem muita coisa em Portugal. Portugal não é só fado. Temos cada vez mais fado experimental, unido com o pop, com banda e está a crescer muito. Mas nós também estamos a crescer muito no mercado da (música) eletrônica. Temos muitos bons DJs, muitos bons produtores. Nesse aspecto a música portuguesa está a ganhar terreno”.

Agora é a hora de crescer para o Brasil. E se vierem talentosos assim, não vai ser difícil fazer os brasileiros também se apaixonarem pela música portuguesa.

Aperte o play e confira a entrevista completa com o Diogo Piçarra

*** A reportagem do LatinPop Brasil agradece à Universal Music Brasil pelo convite e ao Diogo Piçarra pela simpatia. 

Entrevistas

Álvaro Soler: “Gostaria muito de fazer algo em português”

Published

on

Álvaro Soler fala sobre Mar de Colores, Brasil e caso de amor com a Itália

Falta menos de um mês para a chegada de Mar de Colores, o segundo álbum da carreira meteórica de Álvaro Soler, e ele promete: novidades, duetos bombásticos e o início de uma nova etapa.

As novidades sobre o novo trabalho foram contadas com exclusividade ao LatinPop Brasil, primeiro veículo a falar sobre o artista na semana em que El Mismo Sol se posicionou entre as músicas mais tocadas na Itália, ainda em 2015. À época, o artista não tinha sequer verbete na Wikipedia e o fenômeno, ainda inexplicável, fez com que a própria gravadora entrasse em contato com o site para buscar mais informações sobre o cantor.

“Meu caso de amor com a Itália é algo que não consigo explicar até hoje”, contou o espanhol de origem alemã e que já viveu até no Japão.

Desde então, suas músicas ecoam por todas as partes do mundo, inclusive no Brasil. Na semana passada, por exemplo, La Cintura tocava no Aeroporto Internacional de Guarulhos, região metropolitana de São Paulo, onde eu embarcava para a Argentina.

O Brasil é um sonho e Soler não esconde: “Gostaria muito de fazer algo em português. Ainda não há nada planejado, mas seria uma boa desculpa para ir ao país. É um sonho que tenho”.

Neste bate-papo, você vai conferir ainda o que o jovem falou sobre as comparações com Ricky Martin, Juanes e Enrique Iglesias, os duetos do sonhos e muitas novidades.

Aperte o play!

Entrevista exclusiva com Álvaro Soler

Continue Reading

Entrevistas

Karol Sevilla fala sobre Brasil, Sou Luna e planos para o futuro

Published

on

Karol Sevilla é protagonista de Sou Luna

Karol Sevilla já está arrumando as malas para desembarcar no Brasil! Na próxima sexta-feira (27), a estrela da Disney fará, junto com o restante do elenco, o primeiro show da nova turnê de Sou Luna em São Paulo, encerrando uma etapa que, segundo ela, vai deixar saudades!

Eu voltaria a viver a Luna Valente, faria de novo“, disse a jovem de 18 anos ao LatinPop Brasil.

A mexicana falou sobre o show de 1h40 que passará por São Paulo e Rio de Janeiro no fim desta semana. E parece ansiosa por reencontrar seu público daqui.

“O show é totalmente diferente, cantamos muito mais, músicas dos três discos e contamos as três temporadas em 1h40. E vamos falar em português! Vai ser muito divertido, vão rir muito!”, continuou Karol.

“Os brasileiros são muito carinhosos (…) Estamos muito felizes por voltar ao Brasil, adoro como falam, amo o português”.

Sou Luna está na terceira e última temporada. O futuro? A artista deixa um enorme ponto de interrogação, mas avisa que está aberta a propostas na carreira musical também.

“O destino vai dizer que o que vou fazer no futuro. Subir um degrau de cada vez, como diz minha família. Gosto de atuar, de deixar de ser Karol por algum momento, mas o bichinho da música me pegou também”.

E vocês: preferem que a Karol Sevilla continue cantando ou atuando?

Confira o bate-papo completo com a estrela da Disney!

Turnê Sou Luna Ao Vivo no Brasil

São Paulo

Local: Credicard Hall (Av. das Nações Unidas, 17.955 – Santo Amaro – São Paulo (SP)
Data: 27 de julho (duas apresentações)
Horário: 15h e 19h
Preços: De R$60 a R$800
Ingressos: Pré-venda para clientes Credicard a partir do dia 8 de maio, no Tickets For Fun
Classificação: A entrada é livre, desde que acompanhada por pais ou responsável legal. De 14 anos em diante é permitida a entrada desacompanhados.

Rio de Janeiro

Local: Km de Vantagens Hall – Via Parque Shopping (Av. Ayrton Senna, 3000 – Barra da Tijuca, Rio de Janeiro – RJ)
Data: 29 de julho
Horário: 19h
Preços: De R$150 a R$750
Ingressos: A partir do dia 8 de maio, no Tickets For Fun
Classificação: A entrada é livre, desde que acompanhada por pais ou responsável legal. De 14 anos em diante é permitida a entrada desacompanhados.

Continue Reading
Advertisement

Playlists

Advertisement
X