Conecte com a gente
Null

Entrevistas

Brasil, Salvavidas De Hielo e reggeatón. As divagações de Jorge Drexler!

Publicado

em

Jorge Drexler lança Salvavidas De Hielo

Jorge Drexler é um personagem ímpar no cenário latino. Mais do que artista, um grande contador de histórias. Parte desses “causos” está reunida em Salvavidas De Hielo, o 13º disco da carreira do uruguaio, publicado nesta sexta-feira, 22 de setembro. Curiosamente, um disco que conta apenas com participações femininas: Mon Laferte, Julieta Venegas e Natalia Lafourcade.

Ouça Salvavidas de Hielo, o novo álbum de Jorge Drexler

Em conversa com o LatinPop Brasil no dia 14 de setembro, ele falou mais sobre o projeto mais intimista do que o anterior, Bailar En La Cueva (2014). Mas, naquele dia, o médico e artista de 53 anos queria mesmo era falar sobre Brasil.

“Sabe, o Brasil é um país de uma autoestima musical muito grande, por isso é um mercado mais fechado. É possível viver ouvindo só música brasileira. (…) Mas, sobretudo, é um país em que há um grande respeito entre os artistas, maturidade. Você pode ouvir citações de Gil em músicas de (Chico) Buarque, Buarque em músicas de Gil, é muito saudável fazer referências a outros artistas nas canções”, disse o vencedor do Oscar com Al Otro Lado Del Rio.

Entre outras coisas, ele contou que gostaria de viver aqui temporariamente para trabalhar em um disco no futuro.

“Acho que vou fazer isso algum dia. Eu colaboro com muitos artistas da minha geração no Brasil, talvez ainda me falte esse disco cantando em português”.

A entrevista começou em espanhol, passou para o portuñol e terminou naquele português com sotaque estrangeiro que tanto gostamos de ouvir. Em determinado momento, o entrevistado Jorge Drexler, em meio a divagações sobre o mercado latino, me pergunta: o que você acha do reggaetón?

O artista de 52 anos disse que sempre acreditou que o ritmo chegaria ao patamar em que se encontra hoje. Faltava apenas a mão de um artista da qualidade de Luis Fonsi, coincidindo com a minha avaliação sobre o gênero que desbrava fronteiras mundo afora.

“Calle 13 já havia feito isso anteriormente. Muitos ritmos são marginalizados em seus princípios, como o samba, a cumbia (…) No momento em que se tira a misoginia e se transforma em algo de qualidade, o reggaetón é muito bom, carrega muito a musicalidade de toda a América Latina”.

No quase monólogo de Jorge Drexler, um autêntico contador de histórias, vem ainda o aviso: a nova turnê chegará ao Brasil em abril do ano que vem e passará por lugares nunca antes visitados pelo cantor.

Ouça a íntegra da entrevista de Jorge Drexler ao LatinPop Brasil

 

Entrevistas

Paty Cantú: “Entrar no reggaetón é uma mensagem de empoderamento”

Publicado

em

Natural é o novo single de Paty Cantú

Se você esperava um disco de Paty Cantú com Valiente, Amor Amor Amor e Rompo Contigo, saiba que as músicas entrarão como bônus track do próximo projeto discográfico da mexicana, #333, ainda sem data de lançamento divulgada.

O primeiro single oficial do álbum é #Natural, lançado no último dia 10. A música é resultado de anos de experiências culturais e musicais que transformaram a cantora desde o seu último trabalho, o Drama Queen En Vivo, de 2014.

Veja #Natural, o novo clipe da Paty Cantú (feat Juhn)

Assim como anterior, o novo CD também é um live. E com várias participações especiais ainda mantida em sigilo pela artista de 33 anos, nascida em Houston, mas criada em Guadalajara, no México.

“Tudo evolui na vida (…) Fazer reggaetón é também uma mensagem de empoderamento e tem tudo a ver com a fase que vivo”, disse Patrícia, que intercalava cada resposta com uma sonora risada.

O projeto foi gravado em sua terra natal e é bastante representativo em termos de raízes, de encontros e de descobertas. E ela é antenada. Ao falar de Brasil, citou Anitta como um exemplo de mulher de sucesso na música.

“Ela é lindíssima e muito talentosa (…) O Brasil teve várias bandeiras, de vários gêneros, mas agora é a vez dela”, disse a intérprete da inesquecível Corazón Bipolar.

Ela ainda lembrou a mensagem que mandou em português que levou os fãs brasileiros ao delírio no ano passado. “Foi uma maneira de me comunicar (…) Eles saem do Brasil e vão à Argentina, ao México para me ver. Acho que chegou a hora de eu retribuir e ir até vocês”.

Ouça a íntegra da entrevista de Paty Cantú ao LatinPop Brasil

Continuar Lendo

Entrevistas

Exclusivo: Paty Cantú fala sobre novo disco, reggaetón e Anitta

Publicado

em

Paty Cantú lança novo single: #Natural

Se existe uma coisa que nenhum artista latino consegue disfarçar é a alegria de poder trazer sua arte ao Brasil. E foi assim que Paty Cantú atendeu ao telefone na tarde desta sexta-feira (10), dia do lançamento de seu novo single, #Natural, sua primeira incursão pelo reggaetón.

A artista de 33 anos, nascida em Houston, mas criada em Guadalajara, no México, é pura simpatia.  Contou que o flerte com o gênero urbano é uma consequência natural das experiências culturais e musicais que viveu nos últimos anos. E é com esse som que ela vai apresentar #333, um disco ao vivo com muitas participações especiais, que ela ainda mantém em segredo.

“Tudo evolui na vida (…) Fazer reggaetón é também uma mensagem de empoderamento e tem tudo a ver com a fase que vivo”, disse Patrícia, que intercalava cada resposta com uma sonora risada.

O projeto foi gravado em sua terra natal e é bastante representativo em termos de raízes, de encontros e de descobertas. E ela é antenada. Ao falar de Brasil, citou Anitta como um exemplo de mulher de sucesso na música.

“Ela é lindíssima e muito talentosa (…) O Brasil teve várias bandeiras, de vários gêneros, mas agora é a vez dela”, disse a intérprete da inesquecível Corazón Bipolar.

Ela ainda lembrou a mensagem que mandou em português que levou os fãs brasileiros ao delírio no ano passado. “Foi uma maneira de me comunicar (…) Eles saem do Brasil e vão à Argentina, ao México para me ver. Acho que chegou a hora de eu retribuir e ir até vocês”.

Estamos na torcida, Paty Cantú!

A entrevista completa com Paty Cantú você confere no LatinPop Brasil na próxima semana!

Veja #Natural, o novo clipe da Paty Cantú (feat Juhn)

Continuar Lendo
Anunciantes

Playlists

X