Connect with us

Todo El Mundo... Literalmente

R.I.P, Chester Bennington: outras estrelas da música que se foram cedo demais

Published

on

Hola, amigos de LatinPop Brasil.

A notícia que entristeceu a todo o mundo da música nesta última quinta-feira (20/07) foi o do suicídio do vocalista do Linkin Park, Chester Bennington. Com apenas 41 anos de idade e deixando seis filhos, a notícia chocou não só pelo tamanho da fan base do Linkin Park, banda que marcou a adolescência de muitos de nós, mas também por uma coincidência macabra.

Chris Cornell era um dos melhores amigos de Chester Bennington

Ontem també, seria o aniversário de Chris Cornell, ex-vocalista do grupos Soundgarden e Audioslave, que também se suicidou este ano, em 18 de maio. E Bennington, um de seus melhores amigos da música, foi um dos que cantou uma canção para ele no dia de seu funeral, como podemos ouvir neste vídeo abaixo:

A música vem perdendo muitos artistas para as drogas e a depressão, que leva ao suicídio. E nessa triste lista, o Todo El Mundo vai relembrar alguns talentos que se foram e que fazem muita falta no mundo da música. A gente falou anteriormente de alguns astros que foram assassinados por fãs ou até mesmo membros da própria família… Lamentável, né?

Essa voz deixa saudades: a britânica Amy Winehouse nos deixou em 2011

Enfim, vamos começando pela voz inconfundível de Amy Winehouse, falecida em 23 de julho de 2011. Ela já tinha uma vida conturbada com drogas, um namoro abusivo e acabou falecendo por overdose. A cantora possui dois discos (Frank e Back To Black, o mais famoso deles) e um póstumo, Lioness: Hidden Treasures, lançado em 2011.

Mesmo com uma carreira curta, ela recebeu seis Grammy Awards em sua carreira, incluindo um dos mais importantes, o de Gravação do Ano por Rehab em 2008.

Tanto faz se ele está aqui, ou lá em cima, ele sempre será o Rei do Pop e nunca perderá seu posto: Michael Jackson faleceu em 25 de junho de 2009 graças a uma complicação causada por excesso de remédios, que o intoxicaram a ponto de fazer seu coração parar. Seus hits são inconfundíveis e sua carreira musical jamais será igualada, principalmente o seu álbum de maior sucesso, Thriller (de 1982).

Um dos maiores ícones do rock nos anos 90, o vocalista do Nirvana, Kurt Cobain, suicidou-se com um tiro na cabeça em 5 de abril de 1994. O artista sempre teve problemas com drogas e álcool, inclusive há uma cena lamentável do artista num festival aqui no Brasil, onde ele sai se arrastando do palco de tão chapado que ele estava.

Sua família já tinha um histórico de pessoas com depressão e que cometeram suicídio, e com Cobain, infelizmente a situação não foi diferente. Mas nada tira o fato de que o Nirvana foi o precursor do grunge e que o disco mais famoso deles, Nevermind, marcou toda uma geração nos anos 90.

Outra artista que se perdeu para as drogas foi Whitney Houston, uma das maiores divas de todos os tempos. Ela foi encontrada morta dentro de uma banheira num hotel em Beverly Hills, graças a um ataque cardíaco causado pelo excesso de cocaína, em 11 de fevereiro de 2012.

Sua vida e seu casamento com Bobby Brown foram extremamente conturbados, a cantora teve um relacionamento deveras abusivo, que terminou em 2006, mas as sequelas deles levaram a cantora a dar um hiato em sua carreira. Seu último single de sucesso foi I Look To You, lançado em 2010. A cantora alcançou diversos #1 na Billboard, e seus diversos hits (como I Wanna Dance With Somebody, I Will Always Love You e I Have Nothing) jamais serão esquecidos.

Para que nós não deixemos o legado desses artistas passar, nada como seguir a nossa playlist especial no Spotify, com essas vozes que jamais esqueceremos!

Que Chester Bennington e todos os outros citados estejam descansando em paz neste momento.

Um abraço e até a próxima semana.

Todo El Mundo... Literalmente

Dua Lipa: a rainha de Todo El Mundo em 2017

Published

on

Dua Lipa foi o destaque internacional em 2017

Hola, amigos de LatinPop Brasil!

Chegou aquele clima de fim de ano, hora de relembrar tudo o que passou, as coisas boas e aprender as lições com coisas ruins que vivemos no ano que se foi. E claro que com música as coisas ficam muito mais fáceis, não é?

Por isso que este Todo El Mundo especial de fim de ano não vai fazer uma playlist com as músicas que eu mais ouvi no ano, mas sim, reverenciar a artista do ano na minha humilde opinião: estou falando de Dua Lipa!

A cantora inglesa de ascendência albanesa lançou seu primeiro álbum solo em 2 de junho deste ano, após ter lançado alguns singles de sucesso como Be The One e Hotter Than Hell. Mas ela não esperava que seu disco de estréia traria tantos hinos para o público…

DUA LIPA E AS NOVAS REGRAS

Dua Lipa é a rainha de Todo El Mundo

fonte: Instagram @dualipa

A música que mais tocou no meu Spotify em 2017 foi New Rules, o single mais icônico da cantora até agora… E não é só a melodia pegajosa e sua belíssima voz que contagiaram o público: a letra tem muito, mas muito significado e dá a maior força pra você que levou um pé na bunda do crush/ex e que ainda não se livrou do embuste… É a história de muitas pessoas por aí, né?

New Rules alcançou o topo das paradas britânicas, belgas, irlandesas e holandesas. E continua subindo na Billboard Hot 100…

One, don’t pick up the phone

You know he’s only calling

‘Cause he’s drunk and alone

Two, don’t let him in

You have to kick him out again

Three, don’t be his friend

You know you’re gonna wake up in his bed in the mornin’

And if you’re under him

You ain’t getting over him

I got new rules, I count ‘em

A cantora trouxe muitas histórias de empoderamento e superação em seu disco, de forma sutil e como uma tacada de mestre, tão digna de Taylor Swift (que conta várias histórias sobre sua vida, seus relacionamentos e afins em suas canções com as mesmas intenções). Porém, temos a diferença de que nós, reles mortais, podemos nos identificar com a dor e o sofrimento que Dua mostra em suas canções (vide IDGAF).

E não é só de dor, de separação ou perda que ela fala não: em Lost in Your Light, dueto lindíssimo com o cantor de r&b Miguel, ela se mostra completamente vulnerável e apaixonada, uma ode belíssima aos casais que se amam perdidamente. Ou até mesmo Blow Your Mind (Mwah) que é pura sedução! Não é a toa que seu nome significa “amor” em albanês.

Dua Lipa também fez participações em canções, uma com Sean Paul e outra com Martin Garrix, além de ter sido premiada como Melhor Artista Novata em diversos award shows como o Europe Music Awards da MTV, a BBC Radio 1 Teen Awards e a NME Awards. E ainda ouviremos muito mais dela por aí, ainda mais que teremos um show dela no Brit Awards de 2018…

Alguém duvida que ela ditou as novas regras do mundo pop?

Ouça New Rules, o maior hit de Dua Lipa

Em nome da Equipe LatinPop Brasil, desejo a todos vocês um feliz ano novo, com muuuuitas realizações e muitas conquistas!

Um abraço e até a próxima!

Continue Reading

Todo El Mundo... Literalmente

Artistas para ficar de olho no MTV EMA 2017

Published

on

Conheça os indicados ao EMA 2017, a premiação da MTV europeia

Hola, amigos de LatinPop Brasil!

Tá chegando a hora da premiação mais badalada da Europa: O MTV Europe Music Awards! O EMA 2017 será em Londres, na Inglaterra, e esse evento sempre traz um pedacinho de todas as MTVs não só da Europa, mas de Todo El Mundo também, o que o torna diferenciado.

Rita Ora será a hostess do EMA 2017

A cantora Rita Ora é a responsável pelo evento que trará vários shows incríveis: Shawn Mendes, The Killers, Demi Lovato, Liam Payne, Clean Bandit (e todos seus features… Zara Larsson sua maravilhosa!) e Kesha, entre vários outros que estão bombando nas paradas. Pois bem, eu aqui estou para mostrar alguns artistas que estão nas categorias Globais, e que você tem que dar uma chance. Vamos lá?

UM PEQUENO TOUR PELA EUROPA

Se você gosta de música pop no melhor estilo Justin Bieber ou Zayn, você tem que dar uma chance ao dinamarquês Christopher. Ele é um dos indicados ao prêmio de Melhor Artista da Dinamarca, tem um canal no YouTube com mais de 120 mil inscritos e se popularizou rapidamente nas redes sociais com o cover de Call Your Girlfriend, da Robyn. Ele já alcançou o topo das paradas na Dinamarca mais de duas vezes e seu último single, Naked, é imperdível!

Na Finlândia, o pop e eletrônico dominam a categoria (que naturalmente tem mais rock, afinal estamos falando de um dos polos do heavy metal né?). E não podemos deixar ela passar batido, se bem que acho bem difícil ignorar esse cabelo neon né? Estou falando da ALMA (não confundir com a Alma francesa, obrigada!), cantora que está conquistando aos poucos seu espaço nas paradas, participando do single All Stars, do Martin Solveig, e também do single Phases, com o americano French Montana.

A categoria de Melhor Artista da Suécia está muito disputada: temos a dupla Axwell \/ Ingrosso, as divas Tove Lo e Zara Larsson… E essa dupla de DJs que bota a pista pra ferver: Galantis! Com certeza você já ouviu alguma canção deles: Runaway (U & I), No Money, Hunter… A dupla formada por Christian Karlsson (um dos responsáveis pelo hit Toxic, da Britney Spears) e Linus Eklow (que está por trás de I Love It, grande canção das Icona Pop) já tem mais de 10 milhões de ouvintes no Spotify, sendo um dos grandes nomes do cenário do EDM atual.

A FORÇA DO EUROVISION

Os ex-participantes do Eurovision Song Contest estão participando em peso nessa edição do EMA. Só na Hungria, são três artistas: Magdi Ruszá (responsável por Unsubstantial Blues, no ESC 2007), Freddie (cantor de Pioneer, no ESC 2016) e Jóci Papai (que representou o país em 2017, com o pop étnico Origo).

A MTV da Bélgica deu merecidamente uma indicação a Loïc Nottet (que competiu em 2015 e alcançou o quarto lugar com Rhythm Inside) e seu debut com o álbum Selfocracy, que fez muito sucesso no país. Na França, o carismático Amir (que participou do Eurovision 2016 com J’Ai Cherché) faz parte da lista de indicados ao prêmio de Melhor Artista da França.

Na MTV Adria, que engloba os países balcânicos, temos a ex-Moje 3 Sara Jo (Sérvia 2013) disputando o prêmio de Melhor Artista Adriático com Nina Krajlic (Croácia 2016). E claro, não podemos ignorar nosso amigo Francesco Gabbani, que está entre os indicados da categoria Melhor Artista da Itália. Namastê Alê!

Bom, até agora só falamos da Europa, mas não tem só isso não! Tem também categoria de Melhor Artista do Brasil e de várias regiões da América Latina. Isso sem contar categoria asiática, que naturalmente é a papa títulos da categoria Global.

Na Coréia do Sul, vários idols do k-pop estão na disputa, mas o grande destaque vai para as meninas do Mamamoo. Decalcomanie é um dos hits do ano na Coréia, com essas gurias todas classudas e com essa coreografia MARA!

Vale também conhecer o BABYMETAL, o trio de garotas que arrasa no mais puro heavy metal japonês. Confesso que fiquei impressionada com o shock value, mas as meninas arrasam e muito!

Se algum artista que você gosta foi indicado ao EMA, deixa aqui nos comentários quem vocês querem ver levando a estatueta!

O EMA 2017 será no dia 12 de novembro, com transmissão ao vivo da MTV Brasil. Não percam!

Um abraço e até mais!

Continue Reading
Advertisement

Playlists

Advertisement
X