Connect with us

Lado B

Lado B #13 – Bersuit Vergabarat, Aterciopelados e Émilie Simon

Published

on

Hola, amigos de LatinPop Brasil!

Quem é vivo sempre aparece… E o Lado B está de volta! Uhuuu! Toda sexta-feira da primeira semana do mês o Lado B vem pra trazer um lado alternativo da música latina. Vamos apresentar artistas diferentes do que a gente costuma ver aqui no dia a dia!

Pra recomeçar com todo gás, um grupo argentino de mais de 25 anos de carreira que mistura o rock e a cumbia e ainda tem letras de cunho social; uma banda alternativa de rock diretamente das terras de Shakira e Maluma, e pra fechar, uma francesa que mistura música eletrônica e a chanson francesa como ninguém, além de já ter vencido o prêmio César, o Oscar Francês.  Vamos ver os elegidos desta semana?

BERSUIT VERGABARAT

Facebook Oficial
Twitter Oficial
Site Oficial
Canal no YouTube

Formado em 1988, o grupo formado por Juan Carlos Subirá (teclados, acordeão e voz), Carlos Enrique Martín (bateria e percussão), Oscar Humberto Righi (guitarra), Rene Isel “Pepe” Céspedes (baixo e voz), Daniel Suárez (voz e coros), Alberto Verenzuela (guitarra) e Germán “Cóndor” Sbarbatti (voz, coros e charango) passou por diversas mudanças em sua formação, inclusive passaram por um hiato de 2009 a 2011. O Bersuit tem 11 discos de músicas inéditas e dois recompilados em sua carreira de 28 anos, e muitas conexões com o Brasil.

A começar pela regravação do clássico de Cazuza, El Tiempo No Para. O grupo diz ter influências não só do falecido cantor, mas também de Caetano Veloso. Sabe a famosa expressão do Galvão Bueno quando a nossa seleção joga contra a Argentina, o “Toco Y Me Voy”? Esta expressão surgiu graças a música de mesmo nome do Bersuit: ela foi eleita pelo jornal Clarín para fazer parte da propaganda contra a violência no futebol. Ainda falando em futebol, um de seus singles, O Vas A Misa… fez parte da trilha sonora do jogo FIFA 07. O grupo é muito amigo de Gustavo Santaolalla, responsável por diversas trilhas sonoras de filmes vencedoras do Oscar.

QUE HABLE DE VOS

ATERCIOPELADOS

Facebook Oficial
Instagram Oficial
Twitter Oficial 
Site Oficial

Originais de Bogotá, na Colômbia, o Aterciopelados é uma banda formada por dois membros: Andrea Echeverri (vocalista) e Hector Buitrago (baixo). Eles estão na ativa desde 1992 com canções que trazem mensagens de paz e cunho social, sendo reconhecidos pelas Nações Unidas pelo trabalho de denúncia a violência contra a mulher em seu país.

O grupo também gosta de misturar o rock com instrumentos folclóricos da Colômbia, o que traz a banda um som único. Eles já têm um Grammy Latino em sua prateleira: o de Melhor Álbum Alternativo por Oye, em 2007.

A revista TIME colocou o Aterciopelados como uma das melhores bandas do mundo em 2001, e, além disso, a vocalista da banda já participou de uma canção do Pato Fu, chamada Tudo Vai Ficar Bem, que está no álbum Daqui Pro Futuro. Atualmente, eles lançaram um single e videoclipe em homenagem ao cantor Juan Gabriel, um cover de He Venido A Pedirte Perdón.

LUZ AZUL

ÉMILIE SIMON

Facebook Oficial
Instagram Oficial
Twitter Oficial

Desde 2002 na ativa, a cantora original de Montpellier nasceu em 17 de julho de 1978. Ela ficou bastante conhecida pelo mundo graças a trilha sonora do famoso documentário A Marcha dos Pinguins, que ganhou o Oscar de melhor documentário em 2006.

Ela venceu um prêmio Cesar, o Oscar francês, de melhor sonoplastia. Sua carreira não se resume apenas a essa trilha sonora: ela ficou bastante conhecida fora da França, principalmente nos EUA e Quebec, no Canadá, com o disco Végetal e o single Fleur de Saison. Ela possui cinco discos na sua carreira, e um som bem peculiar que mistura a música eletrônica, o pop, o nouvelle chanson francês e o trip hop.

QUAND VIENT LE JOUR

Confira a playlist do Lado B no Spotify e siga-nos para conferir os artistas que já passaram por aqui!

Lado B

Lado B #16 – Federica Abbate e April Ivy

Published

on

Como compositoras, Federica Abbate é uma das maiores hitmakers da atualidade na música italiana

Hola, amigos de LatinPop Brasil!

O mês de novembro será mais abrilhantado por essas duas artistas maravilhosas que merecem sua atenção. No Lado B desta semana, uma compositora italiana de vários hits que você ama, e uma revelação portuguesa que vem abrindo os shows de Diogo Piçarra. Vamos conhecer mais de Federica Abbate e April Ivy?

Federica Abbate

Federica Abatte compôs para alguns dos maiores nomes da música italiana na atualidade

Imagem: Instagram Federica Abbate

Facebook Oficial
Twitter Oficial 
Site Oficial
Canal No YouTube 

Por acaso você já ouviu 21 Grammi e L’amore Eternit, do Fedez? E que tal Roma-Bangkok, da Baby K com a Giusy/Lali? E não vamos nem falar de Il Diario Degli Errori (Michele Bravi).

Se você é fã dessas músicas, também é fã do trabalho da Federica Abbate. Desde criança, ela tem o dom do “ouvido absoluto”, ou seja, ouvir qualquer melodia e conseguir reproduzir no piano. Isso diz muito sobre o talento dessa moça!

Nascida em 1991, a cantora e compositora já produziu canções para grandes nomes da música italiana, como Arisa, Alessandra Amoroso, Noemi, Lorenzo Fragola, Giusy Ferreri, Rocco Hunt, Jake La Furia e Francesca Michielin. Para a última, aliás, ela escreveu nada menos que Nessun Grado Di Separazione, canção que a Francesca defendeu no Eurovision de 2016 pela Itália, e segunda colocada no Sanremo do mesmo ano.

Depois de algumas tentativas em colaborações nos últimos anos, agora Federica Abbate decidiu que vai investir forte na carreira também como cantora. Além do super fofo single Fiori Sui Balconi, ela também está abrindo a nova turnê do Michele Bravi. Se tiver tanto sucesso como cantora como já tem como compositora…

Fiori Sui Balconi

April Ivy

Facebook Oficial
Twitter Oficial 
Site oficial
Canal No YouTube 

Nascida Mariana Gonçalves, em 10 de julho de 1999 em Lisboa, a April Ivy é uma cantora e compositora em ascensão em Portugal. A moça, mesmo sendo bem nova, já assinou contrato com a Universal Music francesa e teve seus primeiros singles estreando no topo das paradas do Spotify português.

Seu primeiro single, Be Ok, alcançou o número 1 no iTunes local e chamou a atenção dos franceses. Eles a contrataram imediatamente. A moça está trabalhando atualmente com o franco-lusitano David Carreira, e já abriu alguns concertos do nosso querido Diogo Piçarra em Portugal! Além de trabalhar como cantora, ela também faz umas pontinhas de modelo, sendo a face da marca italiana Tezenis em Portugal.

Run For Cover

Não deixe de seguir a playlist do Lado B no Spotify!

Continue Reading

Lado B

Lado B #14 – Monsieur Periné e Moonspell

Published

on

Hola, amigos de LatinPop Brasil!

No Lado B desta semana, vamos conhecer dois grupos totalmente distintos! Uma das grandes revelações da música colombiana dos últimos tempos, e um dos grupos de metal mais respeitados em Portugal. Sim, os nossos patrícios também sabem ser head bangers com estilo!

MONSIEUR PERINÉ

Facebook Oficial 
Twitter Oficial
Canal no YouTube 

O grupo surgiu em 2007 na capital da Colômbia, Bogotá. A origem do Monsieur Periné veio na época em que Catalina García, vocalista da banda, se reunia com alguns colegas para tocar e misturar sons de vários gêneros latino-americanos junto ao jazz. Desde então a jornada do grupo foi longa para chegar ao estrelato.

Apenas em 2011 que eles conseguiram lançar o primeiro single, La Muerte, junto de Felipe Alvarez, que já trabalhou com Bomba Estéreo e Shakira, os trazendo para o spotlight. Em 2012, o primeiro disco do grupo, Hecho A Mano, foi lançado e alcançou o Disco de Ouro no país. Em 2015 o grupo foi eleito o melhor “novo artista” nos Latin Grammys.

Atualmente, o grupo é formado por Catalina García (Vocal), Santiago Sarabia (cordas), Nicolás Junca (guitarra), Adinda Meertins (Contrabaixo), Miguel Guerra (percussão), Darwin Paéz (bateria), Jairo Alfonso (saxofone e clarinete) e Abstin Caviedes (trombone).

TU M’AS PROMIS

MOONSPELL

Facebook Oficial 
Instagram Oficial
Twitter Oficial
Site Oficial

Desde 1992 na ativa, os rapazes do Moonspell resolveram quebrar paradigmas de que em Portugal só havia sons típicos. Originais de Amadora, região que fica no distrito de Lisboa, o grupo é reconhecido internacionalmente entre as bandas de heavy metal mais influentes no cenário mundial.

O primeiro disco do Moonspell foi lançado em 1995, entitulado Wolfheart. Com uma mistura de sons góticos com folk e black metal, que o grupo ganhou notoriedade não só no cenário do rock português, mas também chamou a atenção dos metaleiros de todo o mundo. Em 2006, o grupo foi reconhecido pela MTV local como o Melhor Artista Português no Europe Music Awards daquele ano.

Vale dizer que apesar de terem mais de onze discos e duas compilações, foram poucas as canções lançadas em português pela carreira deles. Em 2017, eles irão apresentar no fim do mês de outubro o novo trabalho, 1755, que será todo em seu idioma de nascença.

A formação atual do Moonspell conta com Fernando Ribeiro (vocal), Ricardo Amorim (guitarra), Mike Gaspar (bateria), Pedro Paixão (teclado e guitarra) e Aires Pereira (baixo).

EXTINCT

Siga a nossa playlist do Lado B no Spotify!

Continue Reading
Advertisement

Playlists

Advertisement
X