Principal / Colunas / Habla, Pri / A redenção de Maluma: crônica de um sucesso inesperado
Maluma viveu noite de redenção em São Paulo
Reprodução do Instagram / Maluma

A redenção de Maluma: crônica de um sucesso inesperado

Maluma encheu o Espaço das Américas em abril. Ah, mas ele fez uma participação no show da Anitta, argumentaram. Maluma fez um show multitudinário em Goiânia no Villa Mix. Ah, mas ele era só uma peça do line-up, disseram.

Maluma fez na noite da última quinta-feira (9) seu primeiro show solo no país. Era sua prova de fogo. Sua chance de calar os críticos e mostrar que em dois anos, ele já faz parte daquele time de estrelas internacionais capazes de lotar qualquer casa de show no país. E conseguiu.

Com capacidade para oito mil pessoas, o Espaço das Américas, na zona oeste de São Paulo, estava lotado. Não deu sold out, mas as lacunas eram mínimas. Tinha, basicamente, a mesma quantidade de pessoas observada naquela apresentação ao lado da Anitta, há oito meses.

Lembrando que os fãs da funkeira, dessa vez, não estavam presentes em função das desavenças de ambos nos últimos meses. Mas ela foi lembrada pelo menos três vezes pelo colombiano, que não deixou Sim ou Não fora do setlist e agradeceu a antiga parceira.

Longe de ser uma grande apresentação vocal, o show do Maluma é um ótimo entretenimento. Não dá para negar que, se lhe falta voz, ele compensa com entrega e carisma. E hit. O show já começa com Borro Cassete, El Perdedor e Sin Contrato, deixando o público animado logo de cara. Ainda teve a já citada Sim ou Não, Chantaje, Vente Pa’Ca, Felices Los 4 e Corazón, seu dueto com Nego do Borel.

Lucas Lucco também apareceu por lá e juntos relembraram emocionados a primeira vinda de Maluma ao Brasil, em 2014, para cantar Princesinha no DVD O Destino do brasileiro. Ainda teve um cover de La Bicicleta que levou o público à loucura.

Entre as ausências sentidas estavam El Tiki e Desde Esa Noche, seu dueto com a Thalia. A única nota negativa ficou para o MG. Entre empurrões e puxões da produção, nem mulheres grávidas escaparam. Não vale o ingresso, ao contrário do show.

Vale ressaltar que o pré-show foi animado por um DJ que só tocou música latina. Me Rehúso (Danny Ocean), Mi Gente (J Balvin) e Escápate Conmigo (Wisin feat Ozuna) levaram os fãs ao delírio e foram cantadas do início ao fim. Quem diz que não há espaço para a música latina no Brasil deveria ter presenciado essa aula do contrário.

Maluma teve sua noite de redenção e, de quebra, a música latina foi com ele. Rio de Janeiro e Brasília, agora é com vocês!

Maluma World Tour Brasil

Os ingressos para ver o show de pertinho vão de R$ 70 (meia-entrada pista em São Paulo) a R$ 360 (Inteira Camarote no Rio de Janeiro). Os preços são válidos apenas para o primeiro lote de ingresso e pode subir já nos próximos dias.

Rio de Janeiro

Local: Vivo Rio (Av. Infante Dom Henrique, 85 – Flamengo, Rio de Janeiro-RJ)
Data: 10 de novembro
Horário: 23h – Abertura dos portões às 21h
Classificação Etária: 18 anos. A partir de 16 anos, apenas acompanhado por responsável legal.
Preços: De R$80 a R$360
Ingressos: Eventim

Brasília

Local: NET Live Brasília (SHTN, Trecho 2, Conjunto 5, Lote A – Asa Norte, Brasília/DF)
Data: 11 de novembro
Horário: 21h
Classificação Etária: 18 anos. A partir de 16 anos, apenas acompanhado por responsável legal.
Preços: De R$120 a R$360
Ingressos: Eventim

Comentários

comentários

Ver também

Matisse lança segundo disco

Ouça Por Tu Bien, novo álbum do Matisse

Nova fase para o Matisse. Depois do sucesso do álbum de estreia e uma carreira …

X