Connect with us

El Baúl De Los Recuerdos

Sobre Carlos Santana e Beyoncé…

Published

on

Carlos Santana é um dos homenageado dos Latin Billboard Awards 2015

Se sua resposta for sim, ótimo! Venha escutar algum de seus sucessos. Se não, tudo bem também… saiba um pouco sobre Santana hoje, aqui e agora.

Essa semana Santana deu uma declaração sobre a Beyoncé ter perdido o Grammy, na categoria álbum do ano, que causou um certo alvoroço entre fãs da cantora e fãs do mexicano. Depois ele se desculpou, mas mesmo assim continuou meio estranho essa história toda. Ainda mais porque eles já estiveram juntos no mesmo palco, em 2003, numa apresentação pré Super Bowl.

Santana com Beyoncé e Michelle Branch no pré-Super Bowl

Na verdade, não vem ao caso falar sobre o talento de Beyoncé, e sim de explicar para as pessoas que não conhecem o multi-instrumentista Carlos Santana. Quando você conhece esse artista, o som de sua guitarra sendo tocada, não tem como não saber de quem se trata, é inconfundível!

Ele já está na estrada há muito, participou, inclusive, do Woodstock, em 1969, festival americano muito famoso e lembrado até hoje pela riqueza musical e dos grandes nomes.

A banda Santana foi formada em 1966, em São Francisco, com músicas instrumentais e algumas cantadas em inglês, mas sempre com uma pegada latina. Carlos canta algumas de suas músicas, mas a maioria é cantada por convidados. Quantas colaborações o Santana já teve? Um monte! Vou citar algumas.

A guitarra de Santana se encaixa em qualquer música. Até mesmo em um sucesso country, como Breathe, da Faith Hill. Ou então do toque suave da voz de Sarah Mclachlan cantando Angel.

Santana com Faith Hill – Breathe

Ainda em Shaman, colaborações, como Seal, Macy Gray, Dido, Placido Domingo, entre outros. Já em All That I Am, podemos encontrar nomes, como Mary J. Blige, Steven Tyler, Will.i.am, Sean Paul e Joss Stone.

Em 2009, foi a vez de Rob Thomas, vocalista do Matchbox Twenty, participar de um sucesso de Santana. A canção Smooth ganhou alguns Grammys e ficou por bastante tempo nas paradas da Billboard e está presente no álbum Supernatural, que conta com participação de Dave Matthews, Laurym Hill, Cee-Lo, Wyclef Jean, Eagle-Eye Cherry e outra lenda, Eric Clapton.

Santana com Rob Thomas – Smooth

Corazón Espinado, outra das mais conhecidas, interpretada por Fher, vocalista do Maná, também está nesse disco. Ela foi escrita e produzida pelo cantor. E sabemos que tem a versão em português – Coração Espinhado – de Leonardo, lançada em 2001.

Santana com Maná – Corazón Espinado

Em 2014 lançou seu primeiro disco em espanhol e vigésimo terceiro de sua carreira – Corazón – com, é claro, participação de artistas renomados do mundo latino. Diego Torres é um deles, cantando Amor Correspondido.

Santana com Diego Torres – Amor Correspondido

 

Olha só que demais essa versão de Saideira, do Skank, com a famosa guitarra do Santana! Também está no álbum Corazón.

Santana com Skank – Saideira

Juanes também tem sua participação no disco, com La Flaca.

Santana com Juanes – La Flaca

Tem também Romeo Santos, cantando Margarita; Miguel, com Indy; The Product G&B, com Maria, Maria, num misto de pop latino e R&B. Eles já tinham colaborado em outra ocasião, com Dirty Dancin’.

Carlos Santana com The Product G&B – Maria, Maria

E mais: Shakira cantando em inglês Illegal e Gloria Estefan (que já cantou com Santana antes em No Llores, do homônimo álbum da cubana, lançado em 2007), com uma música de Cabo Verde, Beijo de Longe.

Santana com Shakira – Illegal

Sem contar com Pitbull, numa regravação de um dos sucessos de Santana de 1970, Oye Como Va. E Ziggy Marley, participando com uma música de seu pai (Bob Marley), Iron Lion Zion.

É, acho que ele tem uma vasta carreira cheia de sucessos e continua na ativa, criando ainda mais músicas para seguir com história. Ano passado ele lançou um disco novo com músicas inéditas, que foi falado aqui mesmo, no LatinPop Brasil.

El Baúl De Los Recuerdos

Dica de músicas para escutar no Dia das Crianças

Published

on

Nesta quinta-feira, 12 de outubro, é comemorado o Dia das Crianças. É feriado (de Nossa Senhora Aparecida) e, felizmente, vamos emendar e aproveitar uns dias de folga até tudo recomeçar na próxima segunda.

Trago aqui hoje algumas músicas para relembrar de quando você era uma criança. Afinal, todos nós já somos adultos, não? Mesmo que com 15 anos, já não se é mais criança, certo?

Quero ver essas fotinhos do avatar do Facebook comentando as músicas que fazem lembrar da sua infância. Eu ajudo com algumas.

Começo com uma para os mais velhos. O que melhor que um clipe gravado num parque de diversões, com coreografia, garotos bonitos, para uma das músicas mais conhecida do grupo para voltar a despertar a criança dentro de você que viveu a infância e adolescência escutando Menudo?!?

O grupo foi lançado em 1977, em Porto Rico. Passaram por ele vários nomes, inclusive, como todos devem saber, Ricky Martin. Mas o porto-riquenho só entrou para a formação um ano depois do clipe de No Te Reprimas, filmado em 1983.

No Te Reprimas – Menudo

 

Outra criança que cresceu e canta até hoje é a Shakira. Em 1991, ela lançou seu primeiro álbum, Magia, aos 14 anos de idade. A jovem compôs a música homônima ao disco inspirada em seu primeiro amor, quando tinha oito anos de idade. Inspirador para todos nós.

Mesmo tendo sido lançado apenas na Colômbia, é sempre bom poder ver e rever essas raridades arquivadas. Não é sempre que temos oportunidades assim.

No mesmo clima, compôs Sueños, outra música que podemos aqui. Também presente nesse mesmo disco.

Magia – Shakira

 

E, como os anos 2000 já têm mais de uma década, inclusive está mais perto de completar duas décadas do que podemos dizer apenas uma, então já tem tempo suficiente para muitos terem passado sua infância nesse período, a minha já tinha passado há muito, mas temos que ser justo com todos.

Sendo assim, em 2003, Joan Tena, ex-participante do Operación Triunfo 2, lançou seu primeiro disco, intitulado Cosas Que Pasan. Destaco aqui duas músicas.

A primeira, La Noria De Victor, foi escrita pelo cantor em homenagem a seu sobrinho. A outra é Ve, Prueba Y Verás, uma canção fofa e positiva. No vídeo, podemos ver uma animação lúdica que colabora com esse clima motivacional.

Quem assistiu ao programa deve lembrar do Joan todo brincalhão. Infelizmente o vídeo está em baixa qualidade.

Ve, Prueba Y Verás – Joan Tena

 

Absurda Cenicienta, da Chenoa, lançada em 2007, single do álbum de mesmo nome, não é uma música infantil, mas de tratar uma pessoa que se iludiu, como uma história de princesa encantada, num mundo encantado e cai na consciência que tudo não passou de ilusão. Quem nunca passou por isso?

Esta próxima música bem que poderia ser dos anos de 1980, mas é de 2007. Baila Mi Corazón, do disco Fantasía Pop, da banda mexicana Belanona, também é um clipe animado com fundo de desenhos bem infantilizado, mas que tanto o ritmo technopop latino quanto as imagens lembram produções dos anos 1980.

Baila Mi Corazón – Belanova

No mesmo ano, a banda argentina Miranda! lançou o terceiro álbum, El Disco De Tu Corazón, também classificado como technopop latino, no qual destaco Perfecta. A música foi muito tocada nas rádios dos países latino-americanos e, assim, fez parte da infância e adolescência de muita gente. A letra fala sobre o amor de amigos que virou outro tipo de amor e, a partir daí, nada seria mais seria como antes. E o clipe retrata isso de uma forma animada e um pouco exagerada, mas engraçada.

Tem ainda uma versão dessa mesma música com participação da Julieta Venegas.

Por falar em Julieta Venegas, em Ese Camino, não mostra ela criança, mas a música fala sobre sua infância e suas memórias. A capa do single é uma imagem dela aos quatro anos de idade. A música não é antiga, foi lançada no ano passado, mas serve para refletir, trazer lembranças e curtir, porque é Julieta Venegas! Não tem como dar errado…

julieta venegas ese camino single

 

Voltando novamente para 2007, Pobre Estupida é talvez a música mais bobinha e infantil da minha lista de hoje, mas achei que combinou bastante com o clima da semana da criança, então, divirtam-se com essa! A canção é integrante do disco Juventud En Éxtasis, do grupo mexicano Maria Daniela Y Su Sonido Lasser. O título do disco não poderia ser melhor!

Pobre Estupida – Maria Daniela Y Su Sonido Lasser

 

Para finalizar, uma música romântica, do porto-riquenho Toby Love, extraída do seu disco homônimo, lançado em 2006. Tengo Un Amor entrou para a lista por ser um clipe bonitinho, uma música bonitinha, que mostra um casal de criança se conhecendo, passando momentos juntos, se divertindo.

Tengo Un Amor – Toby Love

Mas, não adianta, sei que vão acabar escutando todas as músicas do Rebelde no Dia das Crianças, nesse dia pode tudo, sem disfarçar! Nesse dia somos todos crianças!

Continue Reading

El Baúl De Los Recuerdos

Música latina e as estrelas: uma lista estelar

Published

on

E quando você é de São Paulo e não costuma ver muitas estrelas no céu à noite, mas basta uma ida a cidades do interior, mesmo as mais próximas, para encontrar um céu todo estrelado e inspirador para escrever sobre… músicas latinas com estrella!

  1. 1906 Estrellas Nuevas – Vega

2011 La Cuenta Atrás quarto disco de estúdio, que recebeu indicação ao Grammy Latino na categoria Melhor Álbum Pop/Rock.

Já falei em outra ocasião que achei curioso o nome dessa música até descobrir que ela é casada com um dos donos da Estrella Galícia, que produz cerveja 1906.

 

  1. Entre El Mar Y Una Estrella – Thalía

Essa é um clássico que dispensa apresentações, da estrela mexicana Thalía. Lançada em 2000, integrante do disco Arrasando.

 

  1. Aquella Estrella De Allá – Gisela

A música faz parte da trilha sonora do filme Peter Pan 2 – De volta à Terra do Nunca, na versão em espanhol, Peter Pan 2: Regreso al país de Nunca Jamás.

A escolha de quem a interpretaria foi feita durante o programa Operación Triunfo 1. Depois disso, Gisela ficou conhecida por interpretar outras versões em espanhol para trilhas sonoras de filmes da Disney, como Frozen, A Bela e a Fera, entre outros.

Ela cantou, ainda, uma outra música com David Bisbal, Mi Estrella, que há também uma homônima interpretada pela banda espanhola Elefantes.

 

  1. Mi Estrella – Restart

Essa, sem dúvida, é a que mais me chamou atenção. Porque não sabia que o Restart tinha gravado em espanhol. E ainda mais em DOIS álbuns! Mi Estrella pertence ao disco Geração Z, de 2011.

No ano anterior, eles também lançaram versões em castelhano em By Day, segundo CD deles.

 

  1. Arrullo De Estrellas – Zoé

Banda mexicana de rock alternativo fundada em 2007. Essa música é de 2013, do quinto álbum, Prográmaton.

 

  1. Estrella Gemela – Eros Ramazzotti

Laura Pausini também já interpretou essa música nessa versão em espanhol também. Música lançada em 1996, no disco Donde Hay Musica (Dove C’è Musica), a versão em italiano se chama Stella Gemella.

 

  1. Buena Estrella – Fito Páez

1999 álbum Abre, décimo segundo da carreira do roqueiro argentino.

 

  1. En Que Estrella Estara – Nena Daconte

He Perdido Los Zapatos, primeiro disco da banda que tem o nome tirado de um conto de Gabriel Garcia Márquez, El Rastro De Tu Sangre Em La Nieve. 2006.

 

  1. Estrella De Mar – Amaral

Amaral também entra para lista, com uma música de 2002, do álbum de mesmo nome, Estrella De Mar.

 

Bônus

Las Estrellas – Daniela Herrero

Só para não ficar de fora, mas essa música é novinha, de 2017 mesmo.

 

E assim encerro minha lista de hoje. E vou aproveitar mais um pouco do fim de semana revigorante…

Boa semana a todos! 😉

Continue Reading
Advertisement

Playlists

Advertisement
X