Connect with us

El Baúl De Los Recuerdos

As vozes femininas mais agudas da música latina

Published

on

Dulce Maria

Estava aqui pensando a respeito de tons de vozes, para ser mais específica, nas vozes femininas. No Brasil, normalmente, as cantoras costumam ter vozes mais fortes. Das que cantam em inglês, me vem na cabeça alguns nomes de imediato: Britney Spears, Kylie Minogue, Robyn e Ellie Goulding.

Nos países que falam o espanhol, consigo citar alguns nomes com vozes nesse estilo. Pra começar, Ana Torroja. A cantora espanhola iniciou sua carreira musical no fim dos anos 1970, mas foi no Mecano, nos anos 1980 que deslanchou para o sucesso. Na década seguinte, saiu da banda e começou a cantar sozinha. O grupo tem muitas músicas conhecidas, como Me Cuesta Tanto Olvidarte, Mujer Contra Mujer, Perdido En Mi Habitación, Una Rosa Es Una Rosa. Como cantora solo, também tem seus hits, como a agitada Barco a Venus.

 

Una Rosa Es Una Rosa – Mecano

Já em 1996, a Espanha conheceu a voz de quem poderia ser uma nova Ana Torroja. Me refiro à Amaia Montero, que era vocalista da banda La Oreja de Van Gogh, onde ficou até 2007, quando anunciou sua saída. Cantando solo, ela realizou diversos duetos, entre eles, com Álex Ubago em Sin Miedo A Nada, ainda no LOVG, fez outra parceria com o cantor, em Vestido Azul. Recentemente, uma nova música dos dois: Los Abrazos Rotos.

Com El Canto Del Loco, cantou Puede Ser; com Eros Ramazzotti, a parceria foi em Está Pasando Noviembre; com Tiziano Ferro, El Regalo Más Grande; já com Miguel Bosé, Sevilla. E, inclusive, cantou com o Mecano, em alguma apresentação ao vivo, Me Custa Tanto Olvidarte e, em outro momento, em uma homenagem à Ana Torroja (e ao Mecano) cantou sozinha mais uma vez essa música.

La Playa – La Oreja De Van Gogh (Amaia Montero)

Em 2007, após 11 anos, Amaia saiu do grupo e deu espaço para a nova vocalista, Leire Martinez, ex-participante do X Factor espanhol. Ela também tem a voz nesse mesmo jeito, para manter o estilo da banda.

 

El Primer Día Del Resto De Mi Vida – La Oreja de Van Gogh (Leire Martinez)

 

Mai Meneses também entra para esse time. A cantora espanhola foi a primeira a ser eliminada do Operación Trinfo 2, onde chegou a cantar Una Rosa Es Una Rosa e Me Cuesta Tanto Olvidarte. Ela não teve muito apoio da produção, mas teve seu sucesso com a banda Nena Daconte, formada em 2005. Do álbum de estreia He Perdido Los Zapatos, uma música que me encanta muito é Idiota. Mas ela tem ainda uma vasta lista de músicas, por exemplo, Perdóname, com o argentino Coti; compôs Sueña, interpretara por Ana Torroja; canta Soy Yo com Marta Sanchez.

Idiota – Nena Daconte

 

Raquel del Rosario é a próxima da lista. Outra espanhola. Já falamos dela por aqui. Vocalista do El Sueño Del Morfeo. A banda se iniciou em 2002. Já fez parcerias com o Nek (Para Ti Seria e Chocar), Álex Ubago, cantando Amanecer, em uma homenagem a Nino Bravo; com a banda Cómplices, com Es Por Ti; com Marta Sánchez, em uma versão de Desesperada; com a nova vocalista do LOVG, em Chocar. Mas a banda ainda tem as famosas Nos Vemos En El Camino, Para Toda La Vida, En Um Rincón, Esta Soy Yo, Nunca Volverás e Si No Estás.

Para Toda La Vida –  El Sueño De Morfeo

A cantora Bebe também apresenta essa característica. María Nieves Rebolledo Vila, seu nome de batismo, é conhecida pelas músicas Malo e Ella, ambas no álbum de estreia, Pafuera Telarañas, de 2004. Do disco mais recente, Cambio De Piel, de 2015, podemos citar Respirar e Que Llueva.  Entre 2006 e 2009, ela se afastou das músicas e se apresentou como atriz em alguns filmes espanhóis.

Ella – Bebe

 

O México também é um país com grandes nomes da música com esse estilo de voz mais aguda. Uma delas é a das mais novas da minha lista é a Dulce Maria, ex-Rebelde. Sua ex-companheira de trabalho, Anahí, também acho que se encaixa nesse perfil, não?

El Regalo Más Grande – Tiziano Ferro com Dulce Maria e Anahí

 

A Fey também. A cantora, conhecida nos anos 1990, já ganhou espaço aqui na coluna. Já contei que fez um álbum em homenagem à Ana Torroja. Ela ficou um tempo sem lançar nada novo, mas agora está de volta. Em dezembro, lançou No Me Acostumbro e, agora, prepara o lançamento de Amo.

E, pra finalizar, uma das rainhas do pop latino Paulina Rubio. A cantora não precisa de introdução. Já trabalhou com diversos artistas, como Miguel Bosé, Shakira, Alejandro Sanz, Nelly Furtado, Coti e Julieta Venegas. Foi jurada do La Voz Kids Espanha e do The X Factor Estados Unidos. Seu currículo é vasto como cantora, modelo e atriz.  Seu primeiro álbum solo foi La Chica Dorada, lançado em 1992, dez anos depois de participar do grupo musical Timbiriche.

Seriam a Espanha e o México dois redutos de cantoras com vozes agudas?

X