Principal / Colunas / El Baúl De Los Recuerdos / Álbuns que completam 20 anos em 2017
Alejandro Sanz - Y Si Fuera Ella

Álbuns que completam 20 anos em 2017

É realmente impressionante parar pra pensar em como os dias realmente estão passando rápido. E este ano não está diferente. Está voando! Já estamos praticamente no meio de março. Logo é fim de ano outra vez!

E, como sei que muitas pessoas andam tão nostálgicas como eu, estava aqui relembrando algumas músicas que em 2017 completam 20 anos. Isso mesmo, VINTE ANOS!

1997 marcou o início da carreira de muita gente no mundo latino. E é muito legal ver a evolução de cada artista. Além de dar aquela conferida em como cada um mudou visualmente.

A começar por Julieta Venegas que estreou com Aquí. Os singles lançados foram De Mis Pasos e Cómo Sé. Mas a música que me marcou bastante foi Esta Vez.

Julieta Venegas – Mis Pasos

 

O roqueiro argentino Andrés Calamaro, ex-Los Rodriguez, iniciava carreira solo com Alta Suciedad. Ana Torroja também lançava seu primeiro solo, Puntos Cardinales, depois do Mecano, em um trabalho diferente do estilo do grupo.

Ana Torroja – A Contratiempo

 

Marta Sánchez e Enrique Iglesias estavam empenhados no lançamento do segundo disco de cada um – Azabache e Vivir, respectivamente. Já falei um pouco do começo da carreira do espanhol aqui.

Dueto de Marta Sanchez com ninguém mais, ninguém menos que Slash – Moja Mi Corazón

 

Mónica Naranjo também se empenhava em seu segundo projeto, Palabra De Mujer, o qual foi marcado por boas críticas e vendas. Entre as mais conhecidas, Desátame, Empiezo A Recordarte, Pantera En Libertad e Tú Y Yo Volvemos Al Amor.

Mónica Naranjo – Desátame

 

O disco de estreia da banda mexicana Molotov, ¿Dónde Jugarán las Niña?, recebe esse nome como uma paródia para o nome do álbum dos conterrâneos Maná, ¿Dónde Jugarán Los Niños?, de 1992, que também é uma referência à música de Cat Stevens, Where Will The Children Play, de 1970.

 

Também foi bom para cantores, como Thalía, que lançou Amor A La Mexicana, produzido por Kike Santander, Emilio Estefan e Pablo Flores. Esse é o quinto álbum de estúdio e um dos mais vendido da história da mexicana na música. Os singles desse trabalho foram Por Amor, Noche Sin Luna, Mujer Latina, Amor A La Mexicana, e De Dónde Soy.

Thalía – Amor A La Mexicana

 

Luis Miguel estava em seu 14º álbum de estúdio, Romances, um dos mais conhecidos do cantor, com direito a No Me Platiques Más, La Barca, Usted, No Sé Tú, Contigo En La Distancia, entre outras.

E, falando em Maná, teve também seu quinto álbum de estúdio, Sueños Líquidos. Clavado En Un Bar é das mais famosas músicas desse trabalho.

Maná – Clavado En Un Bar

 

Más foi o quinto disco de Alejandro Sanz, no entanto, o primeiro a fazer sucesso aqui no Brasil. Com as tão conhecidas Corazón Partio, Amiga Mía e ¿Y Si Fuera Ella?.

Alejandro Sanz – ¿Y Si Fuera Ella?

Teve ainda Seguridad Social, com En La Boca Del Volcán; Nek, com Lei, Gli Amici E Tutto Il Resto (e sua versão em espanhol Laura No Está); Ketama, com Konfusión; Presuntos Implicados, com Siete e Rosana, com Luna Nueva.

Comentários

comentários

Ver também

Enrique Iglesias publicou o making of the Subeme La Radio

Assista ao making of de Súbeme La Radio, do Enrique Iglesias

Que tal entrar nos bastidores do videoclipe de Súbeme La Radio? Com certeza, não é mesmo? …

X