Conecte com a gente

Ahh... Itália

O melhor da música italiana em 2016

Publicado

em

Os melhores lançamentos da música italiana em 2016

Olá, leitores do LatinPop Brasil!

Estou partindo para o meu período de férias. Todos nós precisamos de momentos afastados da nossa rotina diária, para conseguir renovar o espírito, não é mesmo? Pois é: vou viajar por aí, e recarregar minhas baterias para um segundo semestre que promete muito.

Aliás, falando em prometer, o primeiro semestre deste ano não só prometeu, como cumpriu demais! O mercado musical italiano viu o surgimento de inúmeras canções de primeiríssimo nível. E para esta última coluna antes das minhas férias, selecionei as seis que, na minha opinião, foram os maiores destaques da música italiana no primeiro semestre de 2016.

Um single por mês. Espero que vocês gostem!

As melhores novidades da música italiana em 2016

Janeiro: Elisa – No Hero

“Um regresso energético, com ritmo alucinante e uma letra que convida a tirar fora o melhor de si mesmo, uma verdadeira injeção de confiança e de amor”. Assim a própria Elisa definiu No Hero, à época de seu lançamento. A canção marcou o retorno da cantora ao repertório em inglês, idioma que a levou a ser um dos nomes italianos mais reconhecidos ao redor do mundo.

Fevereiro: Francesca Michielin – Nessun Grado Di Separazione

Vice campeã do Festival de Sanremo, Francesca Michielin admitiu: decidiu partir para o Teatro Ariston com o único objetivo de conseguir o passaporte para representar a Itália no Eurovision. Com a desistência do Stadio, desejo realizado para a vencedora do X Factor 5 e um dos maiores hit da música italiana no ano.

Março: Alessandra Amoroso – Comunque Andare

Escrita por Elisa, “uma artista maravilhosanas palavras da intérprete de Alessandra Amoroso, Comunque Andare foi uma aposta que deu certo. Um pop de cortes eletrônicos que afastou a intérprete de Stupida das baladas e agradou.

Abril: Marco Carta – Non So Più Amare

Escrita pela dupla Federica Camba e Daniele Coro, a canção antecipou Come Il Mondo, o novo disco de Marco Carta, que não pode se dedicar ao ritmo frenético de divulgação em rádios e televisões, já que no momento do cantor está isolado em uma ilha em Honduras. Ele era dos participantes da atual edição de L’isola Dei Famosi, uma espécie de Survivor / No Limite para celebridades italianas.

Maio: Dolcenera – 100 Mila Watt

“Dolcenera e o amor que faz barulho, o barulho interior do silêncio ditado por uma ausência, em um som eletropop, um silêncio que toca a ‘100 Mila Watt’“. Precisa falar mais?

Junho: Lele – Through This Noise

Revelado na terceira edição do The Voice, no time de J-Ax, Lele Espósito apostou de novo em um talent show. Dessa vez foi o Amici. Sob os cuidados e olhar atento de Elisa, Lele chegou à final, mas acabou eliminado pelo bailarino Gabriele.  Isso não impediu que a Sony Music Itália lhe oferecesse um contrato discográfico e ele nos presenteasse com um single desse nível!

 

E aí, sua sua opinião, quais foram as melhores novidades da música italiana em 2016?

Ahh... Itália

As dez melhores músicas da Itália em 2016 (parte 2)

Publicado

em

Comunque Andare, da Alessandra Amoroso, é uma das melhores músicas da Itália em 2016

Olá, leitores do LatinPop Brasil!

Assim como em 2015, este colunista listou suas dez músicas da Itália prediletas lançadas durante o ano. Semana passada, esta retrospectiva teve seu início, apresentando as músicas que ocuparam do 10º ao 6º lugar do ranking. Hoje, concluiremos o top ten, exibindo os cinco singles que, na opinião do Aah… Itália, foram os melhores de 2016.

Aproveito o momento para desejar a todos os leitores um 2017 maravilhoso, cheio das mais belas emoções e memórias – e com muita música italiana de primeira qualidade!

Aqui está o, a meu ver, top five da Itália em 2016:

As 10 melhores músicas da Itália em 2016 – Parte Final

5. Emma – Io Di Te Non Ho Paura

Emma renascida, melhor do que nunca, com uma canção extremamente forte, em todos os aspectos – voz, letra, clipe…

4. Marco Carta – Non So Più Amare

Sim, uma canção do Marco Carta já esteve na lista deste ano: Stelle, na 7ª colocação. Porém, como escrevi semana passada, Come Il Mondo foi o melhor álbum de 2016 – tão bom, que dois singles mereceram estar neste top ten. Non So Più Amare é a perfeição do pop-rock.

3. Simonetta Spiri, Greta, Verdiana, Roberta Pompa – L’Origine

Simonetta, Greta, Verdiana e Roberta são quatro mega talentos, com quatro vozes excelentes. Primeiramente, elas lançaram L’Amore Merita – e deram a sensação de que ficaram devendo. Mas a segunda tentativa pagou essa dívida, com muitos juros: L’Origine foi capaz de reunir o que há de melhor das quatro. Viciante!

2. Alessandra Amoroso – Comunque Andare

Após um período um pouco estranho na carreira, em que dava a impressão de que talvez estivesse em decadência, a Alessandra Amoroso renasceu em 2015 e 2016, mostrando que ainda tem muita lenha para queimar. Comunque Andare é daquelas músicas que dá para ouvir em repeat eterno, sem cansar.

1. Elisa – No Hero

2016 foi o ano da Elisa. Comunque Andare é composta por ela. No Hero, também. E, a meu ver, No Hero não é só indiscutivelmente a melhor música italiana de 2016: é a melhor canção do ano do mundo inteiro! Incomparável!!

Vale ressaltar: este ranking não tem a menor pretensão de ser definitivo, e nem é a lista oficial do LatinPop Brasil, que você confere a partir do dia 1º de janeiro! Este é um top ten exclusivamente meu, com o meu gosto pessoal – as dez canções que eu mais curti durante 2016.

Continuar Lendo

Ahh... Itália

As dez melhores músicas da Itália em 2016 (parte 1)

Publicado

em

Imagem do vídeo clipe de 100 Mila Watt, da cantora italiana Dolcenera, um dos melhores lançamentos da músicas da Itália em 2016

Olá, leitores do LatinPop Brasil!

Fim de ano não é fim de ano sem que haja listas e mais listas com o que de melhor (e de pior) o período ofereceu. E o Aah… Itália não poderia fugir à regra: assim como em 2015, este colunista reserva as duas últimas semanas de dezembro para elencar as dez melhores canções italianas que foram lançadas durante o ano.

Vale ressaltar: este ranking que eu oferecerei não tem a menor pretensão de ser definitivo, e nem é a lista oficial do LatinPop Brasil. Ele é um top ten exclusivamente meu, com o meu gosto pessoal – as dez canções que eu mais curti durante 2016. Portanto, sintam-se no direito de discordar (ou de concordar, óbvio, que eu acharia ótimo!) e, inclusive, criar suas próprias listas na nossa área de comentários.

Neste texto, apresentarei as canções que ficaram do 10º ao 6º lugar. No da próxima semana, virá o top five. Só para guardar um pouquinho de suspense, sabe como é, né?

As 10 melhores músicas da Itália em 2016

10. Giusy Ferreri – Come Un’Ora Fa

É a canção que mostra, para quem só a conhecia de Roma-Bangkok, que a Giusy tem muito mais a oferecer do que pode demonstrar no dueto com a Baby K.

9. Arisa – Una Notte Ancora

Com Uma Notte Ancora, Arisa demonstrou rara versatilidade – explorando campos da música pop que eram inéditos em sua carreira. Uma canção que, além de excelente, foi surpreendente.

8. Modà – Passione Maledetta

Passione Maledetta é o single que o Modà vinha precisando, para mostrar que ainda está no auge. Estupendo!

7. Marco Carta – Stelle

O Marco Carta teve um ano brilhante, com o – a meu ver – melhor álbum italiano de 2016. E Stelle é um dos principais destaques deste trabalho.

6. Dolcenera – 100 Mila Watt

É sempre ótimo ver a Dolcenera sendo a Dolcenera!

Continuar Lendo
Anunciantes

Playlists

Anunciantes
X